Awake (1×08) – Nightswimming


Nessa semana, não tivemos conspiração, serial killers, alucinações, nem mesmo um assassinato. Seria isso um indicativo de um episódio ruim? Não necessariamente. A série basicamente diminuiu sua velocidade e intensidade para aprofundar a relação entre Britten e Hannah e trabalhar um pouco mais o personagem de Vega, já que ele provavelmente vai crescer em importância agora que a mudança de Britten parece certa (como o principal contato interno dele após a mudança, acredito). E eu só mencionei os acontecimentos da realidade vermelha por um motivo.

Embora o episódio, no geral, tenha sido interessante e mantido o nível de qualidade da série, o caso desta semana, situado na realidade verde foi um dos piores. Ele foi tão claramente desenvolvido para espelhar a situação de Britten que nem vimos os psicólogos desta vez. A qualidade do episódio centrou-se mesmo na realidade vermelha, e eu não me importaria nem um pouco se tivéssemos ficado apenas nela, talvez estendendo a trama com o informante de Britten e dado mais espaço à Vega. Foi muito interessante vermos a dinâmica entre Britten, seu informante (em ótima atuação de Steve Lawrence) e Vega, sendo que esta poderia ter ganho mais espaço de tela, como já disse. Espero que o informante reapareça no futuro (aliás, a lista de personagens que eu gostaria que continuassem na série só aumenta, será que todos, ou mesmo algum, voltarão para os cinco episódios restantes?).

A melhor parte do episódio, no entanto, foram as que envolveram Hannah. Durante a sequência de episódios em que Rex foi o foco, disse que sentia falta de Hannah e gostaria de ver mais sobre ela, e quando finalmente o roteiro focou nela, certamente não nos decepcionou. A cena inicial, com Britten correndo pelado, me fez pensar que teríamos um episódio ao estilo do sexto, mas ao invés tivemos uma ótima trama com Hannah e a mudança. Com a realização de Britten de que os objetos que os lembram do passado importam menos do que o amor e a paixão que sentiam no início do relacionamento e que ele busca reascender ao levar Hannah na piscina onde se conheceram (o que termina na cena do início do episódio), a reaproximação entre os dois cresceu muito e, junto com a storyline do informante, parece sugerir que Britten vai mesmo se mundar para Oregon.

Só espero que isso aconteça antes do final da temporada e que tenhamos um final minimamente fechado e satisfatório, já que, embora a audiência tenha se mantido estável nos últimos três episódios, ela continua incrivelmente baixa para uma série de tamanha qualidade.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s