Dexter (7×12) – Surprise, Motherfucker! (Season Finale)


Quando no início da temporada se prevê uma coisa e ela acontece mesmo, não é bom sinal. Já não há surpresa, não há plot twist, é tudo previsível. E isso por um lado acaba por se tornar chato. Esta previsibilidade é um sinal do início do desgaste de Dexter. O início do fim está por vir, no que depende do criador da série. Mas como estamos perante um grande sucesso, o Showtime não vai querer deixar Dexter tão cedo e talvez renove a série para mais temporadas. Isto é mau, muito mau. Dexter é uma série muito boa, mas tudo o que é demais cansa. A série já está um bocado esticada, e esticar ainda mais será um grande erro.

Não sei se alguém se lembra, mas na review da season première, eu disse que Laguerta não saia viva desta temporada. Durante toda a temporada, sempre que a via pensava qualquer coisa como : ” Querida, não te incomodes. Vais morrer, de qualquer maneira.” O território onde ela se estava a meter só podia levar a um caminho. Mas voltemos a isso mais tarde.

dex2Oh Hannah, tu és um génio! Fez-me acreditar que Deb se tinha sabotado a si própria, mas afinal foi a loura que envenenou a lieutenant. Fazer-me duvidar das atitudes de Deb não é fácil, e neste episódio Hannah conquistou-me ainda mais. Tudo o que ela disse a Debra era a mais pura das verdades, a forma como ela estava a lidar com Dexter era toda uma hipocrisia. Sempre teve os seus padrões de justiça, e quando descobriu a forma de vida do seu irmão, o seu conceito de justiça, de bem e mal distorceu-se. Agora Deb inconscientemente molda os seus ideais conforme a situação, o que pode prejudicar pessoas como Hannah.

Gostei da forma como Hannah se despediu de Dexter. Ela ama-o, apesar de ele ter escolhido a sua irmã. O seu plano de fuga foi eficaz e foi bonito o seu gesto de deixar uma orquídea à porta da casa de Dexter, um sinal de que ela estava bem e que iria fugir. Espero que Hannah volte mais para a frente. A personagem é muito rica e foi o primeiro grande amor de Dexter, onde ele podia ser o verdadeiro “eu” com ela, sem esconder nada. Rita sempre fora considerada um disfarce para Dexter, para causar a imagem de pai de família e de boa pessoa. Foi-se afeiçoando a ela ao longo do tempo, e teve uma relação muito especial com ela. Com Hannah é um amor honesto, não é um disfarce para nada, é apenas um relacionamento honesto.

Enquanto Hannah dava as suas despedidas, Laguerta caminhava também para as suas. Ao aparecer em casa de Dexter para o prender, deixar toda a gente na maior das exaltações.

Toda a esquadra está em choque e instantaneamente todos se viram contra Laguerta. Dexter é um bom trabalhador, simpático e atencioso, como poderia ser ele o Bay Harbor Butcher? Estaria Laguerta louca?

O que eu adoro nesta série é que ela faz o espectador gostar dum serial killer e detestar as suas vítimas. Por muito que Laguerta estivesse certa, eu só pensava que ela devia deixar Dexter em paz porque ela não tinha razões nenhumas para fazer o que estava a fazer e que ela era uma mulher louca com sentimentos mal resolvidos por Doakes. Apesar da verdade ser o total oposto, e Laguerta estar do lado da razão, a audiência quer que ela esteja errada. Eu acho isso fascinante.

dex3Vista como louca, Laguerta pode sofrer grandes danos na sua carreira, pois uma acusação tão grave apenas baseada em factos que podem ser coincidência, sem qualquer tipo de provas concretas não chega. Tudo aponta contra Doakes, e Laguerta passou uma humilhação por falta de fundamento.

Quando se pensava que ela ia acalmar e desistir de provocar Dexter, ela chama Deb para uma pequena conversa.

Debra é uma péssima mentirosa. Jennifer Carpenter mais uma vez faz um trabalho excelente na caracterização da personagem, transmitia perfeitamente aquele sentimento de ter sido apanhada, aquele calor que sentimos na cara quando sabemos que estamos ferrados. Senti o que ela estava a sentir, e ela estava num beco sem saída. Com algumas mentirinhas um pouco apressadas, Debra conseguiu livrar-se das garras da capitã.

Entretanto Dexter vai acabar o que Laguerta não deixou acabar: matar Estrada. Persegue-o até um parque, e rapta-o em plena luz do dia num parque. Mais uma vez, Dexter com cada vez menos cuidado em dar nas vistas.

Tendo Estrada capturado, Dexter pensa numa saída para todo o problema com Laguerta. Harry aconselha-o a fugir com Debra e Harrison, mas Dexter não quer fugir, ele sabe que Debra não seria feliz tendo uma vida nómada. Tem assim a ideia de matar Laguerta. Apesar dela não corresponder ao código dele, é um mal necessário, pois ele não suportaria ver Debra pagar pelos crimes que ele cometeu, pois Laguerta tem provas que ligam Debra à noite da morte de Travis Marshall, o que a pode apontar como uma cúmplice de Dexter.

Estrada liga a Laguerta, de modo a Dexter preparar uma armadilha para a capitã. Com Laguerta a caminho, dex4Dexter mata Estrada e assim todos os responsáveis pela morte da sua mãe foram mortos pelas suas mãos. Esta ressurreição da storyline da mãe de Dexter e da sua morte abrem portas para uma possível storyline sobre a sua infância na próxima temporada. Descobrir mais sobre o seu passado, a sua origem. Talvez até saber mais sobre o seu pai biológico.

Laguerta aparece e Dexter faz a sua magia para a deixar inconsciente. O plano é fazer com que pareça que houve um duplo homicídio, que Estrada deu um tiro em Laguerta, tendo ela respondido à altura logo a seguir.

Debra aparece pois apercebe-se da falta dos na festa de fim de ano do reformado Batista, e depara-se com Dexter e Laguerta, que num curto espaço de tempo acordou.

Debra sentia-se pressionada. Laguerta ou Dexter. Um deles seria morto por ela naquela noite, Debra não tinha escolha. Debra matou Laguerta, por amor ao seu irmão. Mais uma vez Hannah mostra-se correta com o que disse a Deb no tribunal. Debra apenas liga para a justiça quando lhe convém. Primeiro está o seu irmão, depois está o resto do mundo. dex5Por causa desse amor incondicional, Debra acaba de matar a sua capitã. Não vai ser fácil passar por cima disto. Vai ser muito difícil para Debra conseguir superar emocionalmente mais um desgosto. A personagem deve enlouquecer no fim da série, muito provavelmente. Não há ser humano que aguente o drama que ela vive.

Gostei muito dos flashbacks com Doakes, apesar de servirem apenas para dar relevância aos sentimentos de Laguerta, gostei de rever o personagem e a suas questões quanto à personalidade de Dexter.

E o que foi Quinn a flertar com Jamie? Parece que esqueceste Nadia bem depressa.

Previsível, mas bastante agradável de ver. Dexter sabe acertar sempre nas suas finales e deixar-nos a querer mais. Esta temporada não foi a mais consistente, teve bastantes altos e baixos, coisas bastante interessantes e surpreendentes, e coisas completamente dispensáveis. Dexter começa a ficar um bocado perdido. São já muitos anos de história, e temo que se prolongue muito. Não quero que vá além da 8ª temporada, não vai dar certo de certeza, a fórmula não aguenta.

Eu tenho uma pequena teoria que se vem confirmando ao longo das temporadas. Para mim as temporadas com número par (2ª,4ª e 6ª) são as melhores, com storylines mais consistentes e interessantes, e as ímpares (1ª, 3ª, 5ª e 7ª) as menos boas. Não que sejam más, mas menos empolgantes e com arcos mais fracos. Segundo os meus cálculos, a 8ª temporada será uma boa temporada, assim esperemos. Quero que Dexter acabe com chave de ouro, como tanto merece!

Por agora é tudo, espero-vos em 2013, quando o nosso assassino favorito voltar com muito sangue, segredos e donuts. Até lá!

9,3

3 thoughts on “Dexter (7×12) – Surprise, Motherfucker! (Season Finale)

  1. Muito massa, uma season finale é boa quando fica na nossa cabeça por vários dias, e foi isso que aconteceu com “surprise motherfucker”. Foi um final meio esquisito e macabro, mas foi sensacional. Confesso que desejava a morte da Laguerta desde a 2ª temporada, mas a forma como se deu me deixou um pouco desconfortável…Ela não merecia acabar daquela forma, na verdade ela era a moçinha da história, fazendo a coisa certa e tal… Mas enfim, é o Dexter que amamos, e que é o protagonista da trama, então que Laguerta vá pro inferno! rsrsrs
    Deb também merce morrer e agora se enquadra no código de Dexter… Será???

    • Acho que toda a gente queria ver Laguerta bem morta e enterrada desde cedo, mas realmente nunca imaginei que fosse desta maneira, mas OK, antes ela que Dexter ou Debra! “Laguerta vá para o inferno” +1
      Duvido que a série vá para os caminhos que apontaste. Apesar de que seria bastante interessante ver Dexter num dilema moral sobre Debra encaixar no seu código e poder ser morta por ele, acho improvável ele matá-la. Debra matou Laguerta em auto-defesa, de certa forma. Estava a proteger o irmão e a ela própria de serem descobertos, e isso não a faz uma assassina em série. Mas seria interessante se Debra começasse a adquirir um desejo de matar após este incidente. Aí sim Dexter poderia enfrentar problemas sobre matá-la ou não.
      Espero ver-te por cá em setembro, na 8ª temporada!
      xoxo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s