Person of Interest (1×16) – Identity Crisis


Pelo básico, um procedural tem como função nos apresentar casos interessantes e nos aproximar dos seus personagens principais. Desde os procedurais de medicina (House) aos muitos procedurais de investigação criminal, esses são os dois elementos básicos que carregam os episódios comuns desse tipo de série. Infelizmente, Identity Crisis só é bem sucedida em um desses quesitos.

Tudo começa com o novo número, que indica alguém com uma vida dupla, com diferentes contas bancarias, diferentes apartamentos e diferentes estilos de vida. Não foi complicado, principalmente na cena em que Finch adentra  o apartamento de um deles, saber que eram duas pessoas diferentes dividindo o mesmo numero. A dica de que eram duas pessoas de diferentes gêneros também foi dada pelo próprio Finch no começo do episódio. Não me passou pela cabeça, em nenhum momento, a idéia de que era uma pessoa só vivendo vida dupla, o que me tirou um pouco da expectativa no começo do episódio.

Outro problema foi terem feito essa distinção de gênero dos personagens. Com um homem e uma mulher foi fácil perceber que não seria ele, com sua barba por fazer e jaqueta de couro, o criminoso. Muito óbvio. Se, pelo menos, fossem dois homens ou duas mulheres esse embate entre quem é quem seria muito melhor. Sabendo que seria ela, o que me restou é ver como o caso iria se desenrolar.  É claro que tudo foi se dando para que o expectador desconfiasse do rapaz, mesmo um principio de romance foi criado entre Finch e Jordan, para tirar a obviedade do caso, mas não foi o suficiente. A resolução foi até tranqüila e sem tropeços, mas Person não pode entregar  casos que demonstram tamanha obviedade.

Aos elogios. Perceberam que eu não citei o Reese até aqui? Não é sem razão, esse foi um episódio do Finch, que não desaponta. Todas as reações dele com relação à falsa Jordan são criveis e bem construídas. No começo ele já chama a garota pelo primeiro nome, demonstrando uma pequena afinidade, depois ele se prontifica a ajudá-la, reiterando o seu desejo em salva-la. Nosso pequeno Finch é um romântico, tentando salvar a menina em um cavalo branco e isso combina com o jeito que o personagem é apresentado durante a série. Todas as cenas com ele viajando em ecstasy são ótimas e destoam da seriedade que a série passa pelas transições, fotografia trêmula e tons cinza.

A amizade entre Finch e Reese vai se tornando muito agradável de assistir e acho que um maior investimento dos roteiristas em diálogos entre eles é bem vindo. A cena final em que Reese se recusa a perguntar os segredos do amigo, pois ele os diria, foi muito fofa. Esses momentos entre personagens, que demonstram mais da personalidade e a química entre os atores. Finch e Reese são dois solitários e ver essa relação mútua evoluir está sendo muito bom.

Do outro longe disso tudo a Carter ta brabinha com o Reese (bonito briga de casal) por conta dos eventos passados. Só que agora o FBI começa a prestar a atenção nas atividades do nosso homem de terno, relembrando o óbvio de que ninguém sai por ai mexendo com tantas vidas sem que as conseqüências comecem a aparecer. O legal mesmo será  ver como a detetive vai lidar com o conflito entre a investigação do FBI e seus sentimentos pessoais.

Esse foi Identity Crisis, acertando nos personagens principias e errando no caso da semana.

One thought on “Person of Interest (1×16) – Identity Crisis

  1. Este episódio foram bem parado e um pouco óbvio em relação a seus antecessores, estava a espera de algo bem amis dinâmica neste retorno de POI.

    De interessante mesmo só tivemos as cenas de Carter com o FBI e Finch sob influência de ecstasy, o resto poderia ser um pouco maia trabalhado e interessante, porém não foi.

    Enfim, um episódio procedual em uma série procedual… Nada mais justo, não?

    Att.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s