Supernatural (7×22) – There Will Be Blood


Supernatural foi renovada por motivos que eu ainda não entendo. Sam e Dean já tiveram todas as melhores aventuras que um caçador poderia ter, mas pelo visto, a CW mantém sua posição em saturar séries que têm tanto potencial de maneira que fiquem desgastadas e sem atrativos para ter uma continuidade interessante. Digo isso, pois essa sétima temporada conseguiu ser a pior de todas. Desculpem, amo o seriado, seus personagens, sou daquelas que sem eles não vive, mas não dá mais. Se Gossip Girl vai ter um adeus, o mesmo poderia acontecer com meus amados Winchester. Infelizmente!Colocar meu coração em uma questão imparcial é meio difícil. Quando se passa quatro anos em uma faculdade de Jornalismo, uma das primeiras lições dos professores é nos transformar em pequenos monstros massacradores da opinião pública, insensíveis a qualquer ponto de alegria. Eu construi isso a duras penas, até porque sou daquelas pessoas que abraça o fandom e o defendo até não houver mais argumentos a serem lançados na mesa. É difícil para mim como fã e seguidora de Supernatural chegar até aqui e afirmar que toda a fantasia da série deveria ter um ponto final. Essa é uma das crueldades em ser imparcial, pois você acaba saindo como a bruxa da história.

No geral, esse último episódio foi fraco e eu esperava por muito mais. Logicamente que não daria para espremder todas as informações em apenas 40 minutos, mas eu queria aquela sensação de euforia como aconteceu na virada da quinta para a sexta temporada, com Lúcifer ressurgindo. Ao longo desses 22 episódios, a trama dos Winchester foi revezada entre flashbacks da vida passada deles, como os casos, o amor ao Impala, AC/DC como trilha e o medo de Sam por palhaços. Dentre todos eles, salvo algumas histórias por encargo de consciência. O problema dos leviatãs deixou de ser importante ao longo da série, tornando-os secundários, algo que não acontecia com a virada sacal da batalha dos irmãos. Foram histórias lentas, mal desenvolvidas, tudo para chegarmos próximos a season finale sem nenhuma resposta.

Crowley foi tirado da sua sala no inferno, pelo visto, com o mesmo propósito de Castiel. Eles são os melhores personagens, tirando os Winchester, por darem um ânimo a mais à trama. O sangue de Castiel e o dele são preciosos para derrubar os leviatãs, mas sabemos que a relação deles vai muito além do que um corte profundo no pulso. Eles possuem contas a pagar, especialmente o anjo por ter traído a confiança do rei do inferno. Esse atrito entre os dois foi adiado, pois temos a barganha de Crowley ao afirmar que só daria seu sangue, caso os Winchester conseguissem o do anjo primeiro. Claro que nada saiu como o esperado, pois Dick nos oferece a surpresa de prender o diabo na armadilha para garantir que seus filhos e seu reinado permaneça ativo.

Bobby é uma causa que se torna desesperadora para os irmãos. Sam e Dean querem evitar de todas as maneiras que ele se torne um espírito vingativo, mas tudo indica que está meio tarde para isso. Depois do primeiro confronto entre o caçador e Dick, o fantasma carrancudo se tornou mais forte, a ponto de quebrar as coisas quando apresenta picos de fúria. O limite da razão dele está chegando ao limite, e ele não mede esforços em possuir a camareira para sair do quarto de hotel para ir atrás da cabeça do chefe dos leviatãs.

Tivemos o confronto de Sam e Dean com o vampiro Alfa. Depois de muita conversa, eles conseguem o sangue dele, tendo que cortar a cabeça de Edgar para que isso acontecesse. Eu acreditei cegamente que as coisas melhorariam a partir daí, mas como disse Dean, o que poderia dar errado agora? Além do comportamento de Bobby, é possível imaginar a tortura que Dick fará com Crowley. Eu consigo ver claramente a maneira como o velho caçador surgirá no escritório da chefia dos leviatãs e, provavelmente, liberará o demônio. Apenas digo cogitações que estão mais do que evidentes, algo que Supernatural não ousava em ser.

Supernatural está próximo do derradeiro final e, pela primeira vez, quero que acabe logo. Espero que nessa sexta-feira, eu seja apresentada  a novas expectativas com relação a série.

Artigo escrito por: Stefs Lima

2 thoughts on “Supernatural (7×22) – There Will Be Blood

  1. Uia já estava por esquecer de dar uma passadinha por aqui… também, só assisti o episódio ontem.

    Mas enfim, até que gostei, mas está extamente como tú dísseste, as cogitações estão evidentes e ficará muito dificil este Season Finale nos surpreender… Bom, vamos ver o que nos espera à frente.

    Atts

    • Eu estou com medo de assistir a season finale, peguei um spoiler que não achei nadaaaa divertido, mas nem é tão tenebroso, eu só não curti HUAAHUAHUAHAUAHU verei o que SN tem de surpresas amanhã e espero que sejam coisas boas😀

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s