Filed under Fringe

Fringe (4×15) – A Short Story About Love

Fringe (4×15) – A Short Story About Love

O nome do episódio 15 de Fringe, “A Short Story About Love” é deveras curioso. Dos meus tempos do secundário, acompanhado com o manual de Inglês, vinha um pequeno livrinho cuja história se tinha de ler fazendo ou não parte do programa da disciplina. Sendo um pequeno livro, a história lá contida não seria tão … Continue lendo

5 Séries que NÃO Merecem ser Canceladas

5 Séries que NÃO Merecem ser Canceladas

Esse período do ano se torna muitas vezes sombrio para os sériesmaniacos. Esta é a época onde as principais renovações e os mais tristes cancelamentos são anunciados, uma época em que nossa alegria entra em sinfonia com a tristeza, uma época que nunca saímos satisfeitos. Então o que podemos esperar para este ano? Mais uma … Continue lendo

Fringe (4×14) – The End of All Things

Fringe (4×14) – The End of All Things

Como o leitor atento se deve recordar, na review ao episódio 11 da corrente temporada, desabafei convosco sobre o peso das escolhas no curso de toda a nossa existência e que o Futuro que hoje experienciamos é resultado de um Passado que já foi Presente e cujas nossas escolhas o definiram claramente.

Fringe (4×13) – A Better Human Being

Fringe (4×13) – A Better Human Being

As abelhas (e a forma como elas se organizam em sociedade) é, talvez, das mais intrigantes e interessantes associações que encontramos na Natureza. Elas, unidas, fazem crescer uma colónia que é governada por uma Rainha, cuja única função é procriar. Sem ela, a colmeia não existe. Sem ela, sem essa parte indissociável daquela sociedade, não … Continue lendo

Fringe (4×11) – Making Angels

Fringe (4×11) – Making Angels

Diga-me, caro leitor, se algum dia pensou que esta fusão iria resultar em episódios tão peculiares…? E é, finalmente, a meio da temporada, que descobrimos um pouco mais desta personagem tão mal aproveitada, Astrid… muito embora seja a do mundo vermelho.

Fringe (4×10) – Forced Perspective

Fringe (4×10) – Forced Perspective

Caro leitor, não entre em pânico. Sou só eu, o Jorge Pontes, que decide aparecer pela primeira vez em 2012 a falar de Fringe. É verdade, antes de mais, quero agradecer ao Well Fernandes por me ter substituído nas reviews anteriores; sem ele, Fringe estaria muito atrasada.

Fringe (4×09) – The Enemy of My Enemy

Fringe (4×09) – The Enemy of My Enemy

Entregando-nos uma ótima continuidade ao também ótimo Back to Where You’ve Never Been, The Enemy of my Enemyé o episódio responsável por nos ditar qual será o rumo da temporada e o responsável por nos prometer a qualidade que a série terá daqui adiante. Fora um episódio, assim como o seu antecessor, recheado de dinamismo, … Continue lendo

Fringe (4×07) – Wallflower

Fringe (4×07) – Wallflower

Este Wallflower que a série nos apresenta como Fall Finale é um episódio que termina uma história de forma muito prematura. De facto, se o leitor concordar comigo, o cliffhanger podia ter tido um pouco mais de sumo (perdoem-me a expressão popular) e devíamos ter tido algo tão ou mais épico quanto o da temporada … Continue lendo

Fringe (4×04) – Subject 9

Fringe (4×04) – Subject 9

Depois de, na review anterior, ter aliviado todas as minhas preocupações (e raivas) sobre o caminho que Fringe estava a fazer, esta semana, e embora tenhamos tido uma espécie de improvement, Fringe ainda está muito “verde” para o meu gosto. Mas vamos por partes para eu não começar a divagar, que o tema da mente … Continue lendo

Fringe (4×03) – Alone in the World

Fringe (4×03) – Alone in the World

Ninguém está, de facto, sozinho neste mundo. Já há muito que sempre ouvi dizer que nenhum homem é uma ilha e, por mais que queiramos estar sozinhos, é impossível não haver aquele je ne sais quoi que nos deixa acompanhados nem que seja por alguns segundos.

Fringe (4×02) – One Night in October

Fringe (4×02) – One Night in October

As nossas memórias são aquilo que nos torna o que somos no presente. São essas memórias que nos dizem que, em certo momento da nossa vida, precisamos de ir por um caminho em vez do outro porque, naquela altura, é aquela escolha que nos deixará felizes ou, simplesmente, conformados com algo efémero, na esperança que, … Continue lendo