American Horror Story: Asylum (2×06) – The Origins of Monstrosity


Este fora, definitivamente, o episódio que se desenvolveu mais lentamente desta temporada, mas ainda assim este soube trazer elementos interessantes, algumas respostas e algumas explicações. É o típico episódio que tem como função acalmar as coisas antes da tempestade, e se tratando de American Horror Story, esta temperada será uma verdadeira chuva de sangue.

Em The Origins of Monstrosity podemos conhecer um pouco mais sobre alguns personagens e as razões por detrás de suas ações. Foi um episódio extremamente psicológico, com alguns altos e baixos e com pouco desenvolvimento na trama principal.

Começamos pelo Dr. Thredson, ou Bloody Face. As razões pelas qual este comete os seus crimes são reveladas e estas são marcadas por intensas camadas psicológicas. Tudo que Thredson deseja é sentir o calor e o amor de sua mãe que o abandonou em um orfanato quando pequeno. A revelação desta história dá a oportunidade a Lana manipular o personagem e garantir a si mais alguns dias de vida e, quem sabe, até uma oportunidade de escapar do assassino.

Realmente este episódio teve o objetivo de nos apresentar a origem de algumas tramas. Aqui também descobrimos como nasceram as pesquisas de Arden e quais as influências do Monsignor em tudo isto. Bom, nasceu através da ambição de Timothy em elevar o seu nome e os seus atos perante a igreja, buscando maneira de santificar a sua memória. Já as explicações para Arden são mais fáceis de encontrar, este possui complexo de Deus e acredita ser capaz de realizar milagres através da ciência. Os objetivos de suas experiências são revelados, mas estes não mostram nada de surpreendente, mostram que Arden está tentando desenvolver um antídoto que deixa o corpo de ser humano mais resiste a determinadas doenças, porém este apenas falhou até o momento.

Não entendi as intenções do roteiro ao nos apresentar a pequena garotinha assassina, talvez esta tenha uma influência maior nos próximos episódios. Mas, ao menos, este serviu para nos mostrar as mudanças ocorridas na personalidade da Irmã Mary após esta ter sido possuída pelo demônio. É engraçado ver como esta parece estar consciente e ao mesmo tempo ausente de seu próprio corpo, a maneira com que a personalidade inocente e pura da Eunice misturou-se com seus medos e desejos a tornaram um verdadeiro receptáculo para o demônio e esta está cada vez com mais vontade de destruir a Irmã Jude e matará quem estiver no seu caminho impedindo os seus objetivos.

Irmã Jude está por enfrentar um verdadeiro inferno na Terra. É demitida do seu cargo no Briarcliff e tem seu espião morto por Mary Capeta. Porém este lhe deu informações cruciais sobre Hans e sobre uma freira que o assassinou, dando razões suficientes para a Irmã permanecer no Briarcliff e para tentar reerguer sua moral novamente.

Tivemos a trama de 2012 a ter continuidade, esta ainda não conseguiu convencer, mas confesso que agora esta está bem mais interessante. O fantasma, ou o próprio, Bloody Face está por coletar vitimas nos destroços do antigo Briarcliff e este atrai a policia ao local por razões desconhecidas e uma nova investigação é iniciada.

Enfim, foi um episódio calmo, que se absteve em nos mostrar a origem dos atos de alguns personagens, a ‘origem da monstruosidade’ como o próprio título diz. Agora que sabemos a origem, a série deverá caminhar desenvolvendo estas tramas, buscando o ‘fim da monstruosidade’ para as mesmas.

5 thoughts on “American Horror Story: Asylum (2×06) – The Origins of Monstrosity

  1. este episódio teve a sua doce de bizarro! e deu para descobri algumas resposta sobre algumas personagens! eu pensava que o Monsignor sabia do que o Arden fazia, afinal eu estava enganado! podiam usar mais o Monsignor gosto do actor

  2. Um eps muito calmo, mas com vários desenvolvimento e uma trama que eu adoro: Menininha capetinha -q *–*

    Morri com o Bloody Face mamando *-* hahaha
    Adorei saber sobre a loucura dele e o quanto a Lana está fazendo de tudo pra sobreviver.

    Eu gostei de ” voltarem para os dias de hoje” , quero muito saber quem matou todo mundo, impossível o Bloody Face original ainda estar vivo O.o
    Ele não virou fantasma né? ‘-‘

    Enfim, um eps muito bom, bizarro e que só AHS sabe fazer *-*
    Louco para as revelações daqui pra frente.

    • Nossa, é mesmo, minha matemática está péssima… Thredson devia estar com uns 80 nos dias de hoje caso esteja vivo.

      Sim, tivemos muitas cenas bizarras, bem estilo AHS… A Menininha capetinha foi promissor, mas fiquei decepcionado com o que foi apresentado…

      Atts

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s