Gossip Girl (6×06) – Where the Vile Things Are


Sim, a série está tentando procurar espaços para iniciar o processo de conclusão das tramas de seus personagens principais. É fácil perceber a melhora que os últimos episódios sofreram, parece que agora a série lembrou-se de que está em sua última temporada e está tentando procurar maneiras de se despedir do seu público. Senti que este clima de flashback fora um ótimo atrativo para finalizar a trama de alguns personagens, mas ainda há tramas que rodeiam o episódio que torna este insosso por boa parte do tempo.

E quando reclamo de tramas, pode ter a certeza de que Chuck está envolvida nelas. Enquanto os demais personagens principais da série buscam algo que realmente desenvolvam suas personalidades, Chuck continua por correr atrás desta guerra sem sentido contra Bass, e continua por ficar sempre sem ações, sempre um passo atrás da resolução deste mistério que pouco me interessa.

Mas o pior ainda não é Chuck, e sim Rufus e Ivy, nunca imaginei que haveria algo tão ruim quanto esta parceria. O casamento de Rufus e Lily foi afetado porque este era tratado com o mordomo e este não queria ser sustentado pela riqueza de Lily. Mas me digam, qual a diferença do relacionamento de Rufus com Lily e a de Rufus com Ivy? Absolutamente nenhuma, Rufus continua por envergonhar os homens e continua a ser sustentado por mulheres bem mais poderosas e de personalidade forte, algo que este já mostrou não possuir.

O episódio se salva mesmo devido aos desenvolvimentos com Blair e Derena. Este episódio apresentou o que sempre esperei que a temporada apresentasse sobre Blair, mostrou esta encontrando seu rumo profissionalmente, esta encontrando o seu caminho para brilhar como uma das maiores estilistas de sua geração. O fato de que Blair apresentou um grande amadurecimento sem perder a sua essência mostra um pouco da grandeza da personagem, e tenho que confessar que a nova abordagem da garota em relação a sua carreira de estilista é bem interessante.

Já Dan e Serena continuam por desenvolver a relação do casal, que agora volta definitivamente, ou não, a ser um casal. É difícil não torcer pela felicidade dos mesmos, este é o casal que está predestinado a ter o final feliz desde o primeiro minuto da série e ver este se reencontrando traz um ótimo sentimento de nostalgia, principalmente quando estes reencontros são baseados no passado do casal.

Aos poucos esta temporada de GG está por conseguir sem mais consistente e mais interessante, mas ainda está por faltar muito para a série voltar ao seu patamar de qualidade, ainda há tramas que não nos interessam, ainda há personagens que estão por fazer hora extra e ainda há situações incomodas e desnecessárias. Mas fazer o que? Temos que agüentar tudo isso para chegar até o final e este já se encontra logo ali virando a esquina…

Audiências: A série voltou a cair em números, mas estes já não apresentam uma ameaça para a mesma. Esta semana GG alcançou 0.3 de rating e 700 mil telespectadores.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s