Chicago Fire (1×05) – Hanging On


A série continua por sustentar a qualidade apresentada em seus últimos episódios e aos poucos está por se tornar uma parada quase que obrigatória para os fãs de séries proceduais, ou até mesmo para os fãs de séries mais leves. Neste quinto episódio a trama continua por se desenvolver, porém volto a reclamar de que a série está se apoiando apenas na trama de Casey, o resto soa superficial e precisa sofrer grandes melhoras para chegar a um nível semelhante.

Uma das minhas maiores ressalvas vai para Kelly. Achei meio que absurdo este praticamente se prostituir em troca do remédio que tanto necessita para não sentir as dores no seu braço. Acho que falta uma sensação maior do perigo que o personagem está por enfrentar para convencer o telespectador da real situação, uns gritinhos de dor aqui e lá não trazem a tensão que esta trama poderia trazer, um desenvolvimento melhor e mais aprimorado poderia dar a esta trama exatamente o que está lhe faltando.

Aos poucos estou por pegar certa raiva de Dawson, a personagem é descontrolada e até um pouco idiota. Entendo que foi uma idiotice do comitê disciplinar dar-lhe uma advertência por ter salvado a vida de uma garotinha, porém agora esta procurou razões para receber uma chamada para uma audiência. Como que a personagem me faz uma atitude daquelas quando estava sobre supervisão do comitê? Nem vou comentar o seu possível romance com Peter, ainda não é maduro o suficiente e nem significante o suficiente.

Herrmann continua por não proporcionar nada de agradável com os seus problemas financeiros. Se ao menos fosse nos mostrada uma razão pela qual estes problemas ocorreram, uma razão para que pudéssemos  compreender melhor a situação que este está por enfrentar. Mas não, até o momento nada fora nos apresentado e o personagen e os seus problemas continuam por soar superficiais.

Vocês devem estar perguntando como que vejo o crescimento da série se estou por criticar as tramas que esta está por apresentar. Simples, a situação estava bem pior no começo e há uma razão pela qual a série está por merecer ser assistida, esta razão atende-se pelo nome de Casey. Não pelo personagem em si, mas pela trama que este está por enfrentar. As ameaças de Voight estão cada vez mais presentes e mais assustadoras, Casey até tentar enfrentá-las de uma maneira mais justa, porém sofre pelas barreiras da mesma justiça que está por tentar fazer, e quando tentar fazer justiça com as próprias mãos é barrado pelo Chief, que conseguiu colocar algum senso na cabeça do garoto.

Enfim, a série possui algumas tramas que podem ser descartadas e outras que podem ser reutilizadas e até apresentar um propósito mais interessante para a temporada. Mas, por enquanto, Casey e sua tentativa de fazer justiça dominam a telinha e a minha atenção, espero que a série seja capaz de dar continuidade a esta trama com a mesma intensidade que está por apresentá-la até o momento.

Audiências: A série cresceu bastante em relação ao sue último episódio, apresentado um 2.3 de rating e 7 milhões de telespectadores, a melhor audiência da sérié até o momento.

4 thoughts on “Chicago Fire (1×05) – Hanging On

  1. TO VENDO NASHVILLE AGORA, MUUUUUUUUUUUITO BOA. Hoie, boa tarde. Passando pra dizer que gostei muito do teu blog, deu pra ver muita verdade aqui e as cores também estão lindas. Beijos, espero seu comentáriozinho no meu também. E eu sigo de volta quem me seguir.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s