Supernatural (8×06) – Southern Comfort


Eu poderia dizer que esse episódio de Supernatural se salvou graças à presença de Garth, mas, para meu próprio espanto, a trama até que funcionou bem. Garth não ficou tanto em destaque como deveria, pois o impasse entre os Winchester foi o assunto número um. Ainda manteve-se a ideia de casos semanais, mas desta vez, foi algo bem bacana e envolvente, muito melhor em comparação aos episódios anteriores.

Foi impossível não se lembrar da velha guarda de Sam e Dean com o mesmo modus operandi, regado aos atritos tão costumeiros entre eles. Pelo menos, chego aqui com poucas reclamações, pois gostei do que assisti. Em uma visão geral, os assuntos foram bem distribuídos, embora alguns pontos tenham se repetido – como o impasse dos Winchester –, mas houve algumas novidades e refrescos para nossa memória.

Eu gosto muito do Garth e mal podia esperar o retorno dele à série. Ele é um fofo e isso só se comprovou mais depois desse episódio. Eu queria muito, mas muito apertá-lo. Ele representou o ponto de equilíbrio dos Winchester, conduziu bem a trama ao lado deles e ganhou uma importância inusitada. Garth é o novo Bobby. O caçador atrapalhado tirou Dean do sério por causa do valor sentimental do caçador rabugento, mas manteve-se na dele, bem tranquilo.

Adorei quando Garth falou a Dean que Bobby era de todos os caçadores e não só dos Winchester. Foi genial! Só tenho a agradecer por ter sido ele a resgatar a memória de Bobby, pois não conseguiria imaginar uma maneira para que isso acontecesse, ainda mais com a possibilidade dele fazer uma aparição em Supernatural. Teve até direito ao boné do falecido, que gerou saudades. Garth é muito sentimental e só o fato dele não sentir raiva de nada, me fez invejá-lo para sempre.

Alguns devem ter achado ruim Garth ter assumido oficialmente o posto do falecido caçador ranzinza, algo que Dean não escondeu nem um pouco seu desgosto. Afinal, ele nunca perdurou na série e nem tem uma história concisa. Mas achei a iniciativa interessante. Acho que dá para se acostumar e até esperar que o caçador volte mais à série. Seria bacana se ele participasse na busca de Kevin e da tábua de Deus, mas não vou criar expectativa, pois sempre caio do cavalo. Sem sombra de dúvidas, não imaginaria que eles resgatariam Bobby dessa maneira e foi um toque de mestre terem colocado Garth para assumir o posto.

Eu jamais colocaria Sam e Dean, especialmente o Winchester mais velho, para assumir a posição de Bobby. Ambos vivem em eterno conflito, sempre foi assim em todas as temporadas. Provavelmente, eles começariam a se boicotar, se desentenderiam e quebrariam a “sociedade”. E digamos que Dean é pavio curto para ensinar alguém a caçar. Ambos não dariam muito certo no negócio de “ser Bobby”, pois eles adoram remoer os problemas e o Winchester mais velho é o lado pior por ser grande gerador de ira interna. Como já comentei por aqui, ele tem dificuldades em falar dos seus sentimentos e age na infantilidade por meio de indiretas.

O atrito entre os Winchester começou com Benny. De fato, Dean deve muitas explicações sobre o vampiro ao irmão. Sam pressionou, colocou Amy na conversa e questionou a passividade de Dean com relação ao amigo dele na temporada no purgatório. Muitas coisas entre eles aconteceram e isso resgatou personagens e impasses do passado, e isso tudo com Garth no meio (e o Impala). Mesmo que as birras, ainda mais por parte de Dean, estejam cansativas e tenham passado dos limites, adorei por terem colocado um ponto final nesse caos que ocupava metade das tramas.

Quando falo que Dean não sabe lidar com seus sentimentos, é verdade. Ele não lidou bem com Garth no “lugar” de Bobby e nem com Sam por ter tocado a vida. Às vezes, o acho muito drama queen, isso desde as temporadas passadas. Ele sofreu, ‘tá, mas cadê o comportamento de irmão mais velho? Achei ridículo como ele tratou Garth ao gritar com ele, pelo rapaz não “ser” o Bobby. Garth é altruísta, desde sempre. Depois de ter dividido alguns casos com o caçador atrapalhado, Dean deveria ter um pouco de consciência de como a mente dele funciona.

O novo Bobby tem uma mentalidade infantil, mas é algo que o faz especial. O caçador faz uma pessoa se sentir confortável, como se estivesse em casa. Garth vê as pessoas com importância e ele quer se sentir da mesma forma. O caçador quer ser parte de algo e só encontra na profissão que exerce. Por isso, “ser Bobby” é a chance dele mostrar que realmente é ótimo no que faz, um tipo de pessoa que se pode contar, que tem uma visão ampla, sem egoísmos. Sam e Dean sempre foram os mais enrolados, por isso mesmo afirmo que eles não teriam envergadura moral para assumir a posição de Bobby.

A única forma que faz Dean falar sobre o que lhe incomoda é quando está amaldiçoado. Pelo lado positivo, tudo que sai da boca dele não deixou de ser verdade. Eu comentei da Ruby semana passada e o Winchester jogou na cara do irmão mais novo. Nesse ponto, eu achei bem bonito, pois Sam realmente não tem do que reclamar sobre Benny. Possuído pelo fantasma vingativo, logicamente que um dos Winchester tinha que ser pego e nada mais justo do que ser Dean, pois Sam continua bem ameno, deslocado e preso na bolha com as lembranças dele com Amelia – algo que também já deu.

Entre o caos do caso que tinham que resolver, a briga entre os Winchester foi ótima. O mais bizarro é que tudo foi por causa de uma moeda. Realmente deu aquela sensação de que algo estava errado. Os sentimentos de Dean, mesmo possuído, estavam à flor da pele e uma hora ele explodiria, mesmo sem arma nas mãos. Mas a conclusão do impasse deu-se por meio de Sam, que se mostrou bem mais maduro que o irmão – como sempre – lhe dando a simples dica para superar que ele o esqueceu por um ano, que não quer caçar e que viveu a vida enquanto o irmão mais velho estava no purgatório. O ponto ápice e que precisava vir à tona foi a questão de Benny ser o top brother da vez. Isso explicou muita coisa, pois o vampiro considera bastante o Winchester mais velho e vice-versa.

Winchester a parte, ainda posso afirmar que o episódio de certa forma pertenceu ao Garth. Foi muito bom conhecê-lo melhor e tenho certeza que foi um tapa na cara de Dean saber que ele fez faculdade e encontrou seu primeiro caso no dentista. Isso me lembrou na hora de Sam que tentou ter uma vida longe da caça com Jessica, fez faculdade por algum tempo, mas mesmo assim não deixou a esperança de ter uma vida normal morrer. Dean, dessa vez, foi o deslocado, não por ter agido demais (ele levou o episódio nas costas), mas por não ter expectativa de nada. Ele simplesmente se fechou no seu mundinho pós-purgatório, encontra casos atrás de casos e banca o sabichão, excluindo o irmão mais novo.

Outra sacada que eu gostei foi o episódio ter voltado no tempo no meio da trama. Foi meio estranho, mas achei a ideia muito conveniente, pois eu jurava que o objeto amaldiçoado era a bombinha de asma. Eu já estava prestes a dar uma sapatada na televisão se o objeto que causava todo aquele estrago fosse ele. Tudo bem que a moeda não se superou em nada, mas a peregrinação dela, de mão em mão, conseguiu ludibriar e causou certo impacto por conta da surpresa. Vai me dizer que você é o Dean sabichão e que achava que a bombinha de ar não era a causa de todo o banho de sangue?

Como era de se esperar, nada de purgatório e nada de Kevin. Esses são os pecados da trama até então. Muito se cita o Profeta de Deus e ele muito se esconde. Não faz sentido para ser bem honesta. Estamos no sexto episódio e tudo que esperamos ficará para ser assistido perto do hiatus de final de ano? Acho isso um mega descaso. Parece que não aprenderam a lição na temporada passada ao tentarem economizar a atuação dos leviatãs e gerar uma fraca season finale que só amedrontou no final, com Dean e Castiel no purgatório.

Falando no anjo, é preciso contar a história dele no purgatório direito. Só dizendo…

Audiência: o episódio fez a média subir de volta para 1.0. Dos 1.780 milhões de hunters da semana passada, acredito que a presença de Garth animou um pouco mais a galera, somando 2.320 milhões de telespectadores.

6 thoughts on “Supernatural (8×06) – Southern Comfort

  1. Great blog here! Also your web site loads up very fast!
    What host are you using? Can I get your affiliate link
    to your host? I wish my site loaded up as fast as yours
    lol

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s