Chicago Fire (1×04) – One Minute


Após mostrar um lapso de boa qualidade no episódio anterior, Chicago Fire apresenta este episódio com a intenção de mostrar que o que fora apresentado anteriormente não fora um lapso, que a qualidade da série é crescente e esta aos poucos está por conseguir se encontrar. E quer saber de uma coisa? A série conseguiu apresentar um episódio com a mesma intensidade de seu antecessor, provando que a série possui potencial para ser melhor do que imaginávamos quando conferimos o seu fraco piloto.

Aqui voltamos a trabalhar a trama de Casey e as desavenças que este está por enfrentar ao depor contra o filho do Detetive Voight. A perseguição contra Casey começa e piorar após este negar o suborno que Voight lhe propôs. Esta é a trama com mais potencial da série, está limitada no momento mas possui chances de crescer e se diferenciar das demais tramas que já tivemos semelhantes na telinha, e realmente espero que isto aconteça.

Mas o melhor do episódio fora Boden. A maneira como este toma suas decisões e a maneira com que este enfrentou as conseqüências fora exemplar, mostrando a razão pela qual ele é o chefe do departamento. Tenho que concordar com sua decisão em não permitir Mills de voltar e tentar resgatar a vitima, este tem que pensar em seus homens e não havia mais nada que Mills poderia fazer a não ser arriscar a sua própria vida na incerteza de um resgate.

As conseqüências da morte do mendigo, a influência da mídia e o comportamento das pessoas soaram bem reais e é exatamente este tipo de trama que eu gostaria de ver mais na série, este é o diferencial que o tema proposto para a série possui e seria bom ver o roteiro explorando mais isto.

A série continua por pecar em seus romances, nenhum está por funcionar de uma maneira que me satisfaça completamente, ambos possuem falhas e desconexões que me irritam em alguns momentos. A presença de Nicki não teve influência nenhuma, ao menos até agora, Leslie apresentou uma trama clichê e sem potencial futuro e a rivalidade entre Gabriela e Hallie mostra-se sem sentido, uma vez que Casey ainda não aparentou ter algum tipo de relacionamento com a paramédica.

Enfim, a série está crescendo, encontrando o seu espaço e está por se tornar cada vez mais interessante e prazeroso acompanhá-la.  Só espero que este ritmo continue e que a série encontre outras tramas para se apoiar no decorrer de sua temporada, pois no momento temos apenas Casey a apresentar uma trama mais complexa, Kelly e sua dor no braço ainda não conseguiram empolgar.

Audiências: A série ainda não conseguiu se estabilizar, variando novamente os números esta semana, mas desta vez caindo um pouco. Chicago Fire conseguiu uma demo de 1.5 e 5.4 milhões de telespectadores.

2 thoughts on “Chicago Fire (1×04) – One Minute

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s