Chicago Fire (1×03) – Professional Courtesy


Este episódio apresentou uma grande evolução em relação aos seus antecessores, pois aqui as coisas começam a ter um rumo mais sério, algumas situações começam a ficar mais delicadas e o rumo que a série pretende seguir fica mais claro ao telespectador. E quer saber de uma coisa? Gostei, falta muito para se tornar uma ótima série, mas é respeitável a qualidade que a série apresentou neste episódio.

Tudo isto por causa de Casey e sua promissora trama, que por sinal não envolve triângulos amorosos ou fraldas sujas. Acontece que o filho de um detetive de caráter duvidoso está envolvido em um acidente e Casey percebe que ele está bêbado e que há conteúdo alcoólico no carro, porém todas estas evidências são apagadas para que o garoto seja inocentado da culpa que teve em relação ao acidente que deixou uma criança paraplégica.

Só isto fora o suficiente para chamar a minha atenção, mas o roteiro foi um pouco mais além e deixou a situação ainda mais pesada. Ao mostrar o quão longe policiais corruptos estão disposto a ir para protegerem os seus interesses, o roteiro nos apresentou o Det. Voight. Além de inocentar o sue filho, o detetive ainda encontrou maneiras para culpar o outro motorista pelo acidente.

Sendo assim, fica fácil torcer para Casey fazer a coisa certa, que é mencionar em seu relatório sobre o acidente a embriaguez do filho de Voight. O duelo, o embate que está por ser criado satisfez e deixou-me ansiosos pelos próximos capítulos desta história.

O restante do episódio fora comum, apresentando bem semelhantes as demais já apresentadas pelo episódio. Kelly novamente ganha destaque, mas a trama sofre o ferimento que este possui em seu braço não consegue ser tão empolgante como a de Casey, nem mesmo seu relacionamento com Nicki consegue empolgar.

Neste episódio conhecemos um pouco mais sobre a vida pessoal de Peter, porém não temos uma grande surpresa provinda desta parte do episódio, tornando esta apenas mais uma trama da série, sem nada, até o momento, que a destaque.

Enfim, fora um bom episódio, melhor do que os seus antecessores. Quero acreditar que este lapso de uma qualidade mais aprimorada seja uma característica que a série irá aderir daqui em diante, há potencial para boas histórias e algumas delas já estão por nos ser apresentadas, agora só é necessário cultivar e esperar que estas continuem por crescer.

Audiências: Chicago Fire registra seu primeiro aumento na audiência e quase alcança os mesmos números que seu piloto apresentou. Esta semana a série registrou uma demo de 1.8 e 6.4 milhões de telespectadores.

4 thoughts on “Chicago Fire (1×03) – Professional Courtesy

  1. chicago fire é uma boa serie mas falta-lhe qualquer coisa para se tornar realmente boa! talvez este novo drama entre Casey e Voight traga isso a serie

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s