Bloco Comédia NBC #6


Após um folga semanal, as novas comédias da NBC estão de volta e apresentaram episódios interessantes, ou não.

Devo lembrá-los que fiz certo em largar Animal Practice, a série fora oficialmente cancelada pela NBC, se tornando o segundo cancelamento desta Fall Season.

Bom, sem mais delongas, segue-se abaixo os reviews desta semana n o Bloco Comédias NBC:

…:: The New Normal (1×07) – The Godparent

E The New Normal fez bonito novamente. A série, com a sua delicadeza, trabalhou assuntos profundos, soube ser critica sem perder a sua essência e mesmo na ausência de seu melhor personagem, soube trazer substitutos à altura.

O episódio tratou um assunto polêmico: religião e homossexualismo. A opinião popular insiste em dizer que os gays não possuem religião, mas não é isso que percebemos ao viver no meio GLBT. Sim, os gays possuem religião e suas crenças, porém muitos deles não enxergam mais a igreja como um lugar de fé, pois já foram expulsos ou humilhados na mesma por suas opções sexuais. E fora exatamente isto que o episódio relatou, a jornada de Bryan em busca de reencontrar sua fé e o seu lugar próximo a Deus, o mais interessante fora o fato de que este não fizera porque estava por precisar de algo, este reencontrara a sua fé pois sabe que seu filho necessita de um ensino religioso, de pessoas que sabem e que podem guiá-lo em busca de sua própria fé.

Shania e Rocky também merecem destaque, pois ambas brilharam de uma maneira única. Rocky é uma versão não preconceituosa e não racista de Nana, tornando esta cômica, porém sem as grosseiras que fazem de Jane uma personagem peculiarmente fantástica. Já Shania é a criança mais fofa deste universo, não há como não se apegar com as belas palavras e os significativos gestos da personagem.

Goldie continua não me chamando a atenção e ouso dizer que esta é a personagem mais fraca da série. Tudo bem que muitas das famílias dispensam a barriga de aluguel logo após o parto, mas ela já devia saber que David e Bryan não são uma família comum. Sim, as coisas irão mudar após o nascimento do bebe, mas não de uma forma tão drástica como Goldie fez parecer.

Outro destaque do episódio fora o roteiro ágil, preciso e extremamente cômico. Em um único episódio tivemos referências a Britney Spears, uma piada super engraçada sobre Amanda Bynes, os Kardishians e até mesmo Chuck Norris fora mencionado. Sem mencionar que ter um padre tão mente aberta, que até joga Angry Birds, é muito cômico.

Enfim, um episódio que me surpreendeu do inicio ao fim. Um episódio com uma qualidade crescente e um excelente tom cômico e dramático. Mas o principal é que este fora um episódio que tentou, e conseguiu, passar uma mensagem ao seu telespectador, uma mensagem sobre fé, não importando opção sexual ou raça. TNN me surpreendeu esta semana, espero que a série consiga manter este delicioso ritmo, sempre com episódios bonitos e com uma comédia leve.

Nota: 9,0

Audiências: Mesmo competindo com The X Factor, TNN sofreu apenas uma pequena queda, mas continua por apresentar valores respeitáveis para a NBC. A série marcou 1.7 na demo e 4.3 milhões de telespectadores.

…:: Go on (1×07) – Any Given Birthday

Fiquei um pouco decepcionado com este episódio. Quando a idéia do mesmo fora-nos proposta nos minutos iniciais, criei diversas expectativas para este episódio e estas expectativas não foram atendidas. No geral, concluo que este fora um episódio básico de Go On, mas poderia ter sido um pouquinho melhor.

O aniversário de Ryan chegou e este será o primeiro aniversário que este passará sem a presença de Jane. Sendo assim, cabe ao grupo de apoio encontrar uma maneira de Ryan não ficar em depressão nesta data, que mesmo este não gostando das surpresas que sua falecida esposa lhe fazia, ainda possui algum significado emocional pendente.

Mas não consegui encontrar o lado cômico do episódio, nem mesmo o lado dramático ficou em evidência. A caçada que o grupo arrumou deixara-me perdido, tudo o que consegui entender fora retratado com momentos aleatórios, alguns apresentando até como uma comédia forçada. Sinto que poderia ter sido muito melhor caso o episódio focasse um pouco mais no drama, este tinha argumentos suficientes para nos proporcionar bons momentos.

Quando o episódio teve a oportunidade de ser dramático e ainda assim nos levar aos risos, este não conseguiu. A cena onde o presente de Jane é inserido poderia ter tomados outros rumos. Não estou desmerecendo o final do episódio, só acho que havia meios mais interessantes de chegar-se ao mesmo.

No geral não fora um episódio que me agradou, o retorno do fantasma de Jane, por assim dizer, nada trouxe de construtivo e a parceria Steve e Sonia não fora tão legal como poderia ter sido. Enfim, espero que Go On volte a se encontrar na próxima semana, a série tem todos os elementos para fazer um bom drama e uma boa comédia, só não pode se perder, como ocorreu neste episódio

Nota: 6,5

Audiências: Com o retorno de Happy Endings, Go On sentiu um pouco a pressão de mais uma concorrência no seu horário, porém sua queda fora pouca, mantendo esta no posto de uma das melhores estréias, em termos de audiência, da temporada. O episódio registrou uma demo de 2.4 e pouco mais de 6 milhões de telespectadores.

2 thoughts on “Bloco Comédia NBC #6

    • Também estou por achar que este fora o meu episódio favorito de TNN, fora cômico e ao mesmo tempo dramático e crítico. Realmente gostei, e o padre deu um charme a mais para o mesmo.

      Já Go On fora bem normalzinho, o que não significa que tenha sido ruim, mas poderia ter sido muito, muito melhor.

      Atts

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s