Chicago Fire (1×02) – Mon Amour


Comecei este episódio crente de que seria o último que eu assistiria da série. Porém minha crença estava errada, Chicago Fire não é uma série que puxa o sue interesse logo de inicio, peca em diversos detalhes e se mostra perdida mesmo em seus primeiros episódios, mas mesmo assim não consegui abandonar a série, ao menos não por agora.

Mon Amour não fora um grande episódio, fora bem razoável a seguiu a qualidade irregular apresentada pelo piloto, mas ainda assim fora um episódio que soube entreter, e trouxe um belo final ao telespectador, razão pela qual acendeu as lamparinas de uma última chance a série.

Focado em Kelly Severide, este episódio serviu para mostrar em que estado emocional se encontra o segundo protagonista da trama, uma vez que a trama do primeiro, Matthew Casey, já nos fora apresentada pela premiere. As coincidências são poucas, Kelly sofre por se sentir culpado pela morte de Darden e a reação da mulher do mesmo à sua presença apenas faz esta culpa se acentuar. Durante o episódio acompanhamos um Kelly diferente do que conhecemos no episódio anterior, este expôs com mais facilidade as suas fraquezas e as suas inseguranças, porém, com exceção da trama sobre o uso sem controle de medicamentos, pouco o personagem mostrou para que possamos nos interessar no futuro do mesmo.

Aliás, pouco a série em si mostrou para que possamos nos interessar no futuro desta. Ainda não há uma grande trama ou algo mais relevante a acontecer, idas e vindas de romances, discussões sobre emblemas e falsas situações médicas não são os tipos de tramas que conseguem a atenção por muito tempo, logo estas irão ficar limitadas.

O episódio soava-se bem mediano, e fora no geral, porém este me conquistou em seu final. Fora simples, podemos dizer que até mesmo clichê, mas é este tipo de emoção que espero encontrar ao assistir uma série sobre médicos, bombeiros ou policiais. O vídeo de despedida que o empreiteiro fez para a sua esposa fora bem bonito e mostrou um lado mais sentimental de Kelly.

Enfim, ainda não há grandes razões para desistir da série. Tudo bem que esta se mostrou limitada, bem comum e clichê, porém deu para perceber que esta terá os seus momentos de brilhantismo e vou aguardar para ver se teremos mais deste ao decorrer dos próximos episódios.

Audiências: Após estrear com formidáveis números, Chicago Fire enfrentou uma queda considerável em seu rating e o futuro da série não está muito promissor. Com a exibição deste segundo episódio a série marcou 1.5 na demo e quase 6 milhões de telespectadores.

2 thoughts on “Chicago Fire (1×02) – Mon Amour

  1. mais um episódio razoável com um final que adorei! de resto não há muito mais para dizer! achei engraçado a parte do brasão ser uma cabra

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s