Modern Family(4×02/03) – Schooled/Snip


…:: (4×02) – Schooled

Depois de uma semana fora após sua season premiere, Modern Family compensa o tempo perdido trazendo dois episódios inéditos, estes que provaram que ainda pode ser a comédia que costumava ser, honrando ao meu ver o título que recebe com suas diversas premiações, não que isto indique sinais de qualidade, mas considerando a visibilidade que tem, acabamos por ver desta forma.

Aproveitando o tema “escola”, vale ressaltar a brilhante noticia de que Nolan Gould,o guri que interpreta o Luke se formou no colegial com apenas 13 anos de idade. Isto ocorreu porque ele possui generosos 150 de QI e que após concluir com exito a prova de conclusão, deseja continuar sem estudos, agora como universitário. Eta menino gênio, não?

Aqui, mais genial que o próprio menino prodígio foi a forma com que o roteiro conseguiu unificar a temática do aprendizado, onde cada núcleo teve tempo de ser explorado na medida, seja com a partida de Hayley para a faculdade; a gravidez de Gloria e o primeiro dia no jardim de infância de Lily.

Jay, Gloria e Manny ainda compõem o núcleo mais fraco, com o pequeno a continuar agindo feito um adulto insuportável, desta vez ao enviar a mãe e o padastro para uma aula preparatória, algo muito comum para pais de primeira viagem, o que não é o caso deles. Apesar de um pouco arrogantes e debochados, o casal percebe que não precisa estar ali pra provarem serem aptos, pois o que realmente está por trás disto é a insegurança de Manny, pelo fato de não ter tido uma figura paterna presente, algo que teme diminuir ainda mais com a chegada de seu irmãozinho/a, além de se preocupar com o papel de Jay no desenvolvimento do novo membro da família.

Cameron e Mitchell por sua vez dão um grande passo como família ao encaminhar sua pequenina para a creche, momento que não conseguem deixar rolar com tranquilidade quando assistem sua filha ser maltratada por um garoto no playground, o que os coloca na diretoria após Cameron quase estrangular o garotinho por este ter encostado em Lily. Surpresos mas nem tanto, encaram as mães lésbicas do coleguinha de Lily, o que parece ser um clichê homossexual, mas que vem a ser uma sacada brilhante, principalmente com a simulação do “Diagrama da Sexualidade”, onde eles mostram que gays e lésbicas não possuem nenhum ponto em comum. Tal teoria mostra-se errada, pois após o “play date” que combinam a fim de fazer as crianças se entrosarem, percebem que o encontro serviu mesmo para que os pais e as mães se aceitassem, pois seus filhos se conectaram normalmente, o que os faz perceber que este tal ponto comum existe sim e é o amor que sentem por seus pequenos.

A melhor parte do episódio ficou a cargo dos Dunphy e por mais raro que pareça, envolve Hayley, que nunca esteve melhor como esteve neste. Um dos meus desejos era justamente o de desenvolver o núcleo jovem e parece que a tendência será esta, mesmo com a primogênita a manter contato a distância com a família. Antes mesmo de se afastar fisicamente de seu lar doce lar, Hayley tem dificuldades em se adaptar em sua nova vida, principalmente porque seu pai e sua mãe mostram-se mais uma vez inapropriados antes de deixá-la sozinha. Phil traz seu livro filosófico, o que ele mesmo intitula como “Philosophy”, onde anotara durante toda sua vida academia, frases de efeito e pensamentos estes que agora acredita que ajudarão sua filha.

Desde confeccionar uma camiseta temática para a mudança até a colcha rosa de pônei  os Dunphy são mesmo o tipo de parentes “vergonha alheia” que por vezes qualquer um gostaria de evitar ter, principalmente quando o pai confundir a traseira de sua colega de quarto com a de sua mãe – Ai Phil, péssima jogada – mas é notável o orgulho e ao mesmo tempo tristeza que sentem ao se despedir de sua pequena agora grande garota. Até mesmo Hayley, que se mostrou incomodada com os micos que tivera que passar por culpa deles, reconhece e encontra conforto nas filosofias de seu papai.

Destaque para o brilhante encerramento, com cada uma das personagens a ler um trecho do livro, algo bem ao estilo Modern Family de ser. Que continue assim…..

Nota: 9,3

Audiência: Apesar da queda de 0.6 no rating em relação a sua season premiere, MF continua forte, liderando em seu horário com 12.030 milhões de telespectadores.

…:: (4×03) – Snip

Se no anterior fora discutido as diversas formas de educação, este trata basicamente da aceitação e adaptação das personagens, onde temos de um lado um pai que terá sua rotina diária totalmente alterada agora que sua pequena foi pra escolinha; um pai que precisa se readequar a realidade de ser pai novamente; uma mãe que lida com a personalidade mutante de uma filha e o distanciamento da outra e por fim, uma mãe que será mãe novamente mas que precisa acreditar que não será a mesma mulher, principalmente nos meses que decorrer até o nascimento do novo integrante do núcleo desta família moderna.

Frustrações surgem aos montes mas o que mais parece se afetar com isto é Cameron, não porque seu dilema é o mais critico, mas porque sempre será o que mais dramatiza as situações, o que se agrava mais quando Mitchell acredita que ele precisa voltar a trabalhar, preenchendo então o vazio de tempo que a ida de Lily a escola deixara.

Gloria e Manny conectam-se mais e o pequeno tem sua parcela de destaque, principalmente após o vergonhoso passeio com sua mãe, esta que não parece querer vestir-se como uma grávida, rendendo vergonhosos momentos com sua vestimenta a estourar devido a seu aumento de peso já esperado. Manny age como um companheiro mesmo e por mais bizarro que isto soe, ele terá sim grande importância na dinâmica do trio, o que pode até vir a salvar o núcleo, tornando-o mais interessante.

Enquanto Claire lida com “Alex Goes Gothic” devido as influências de Skylar, amiga do colégio da filha nerd – o que foi Claire raspando sem querer o cabelo da guria – Phil novamente rouba a cena, o que prova que Ty Burrel é um dos, senão o grande nome da série, principalmente no quesito naturalidade. Seu grande dilema agora é encarar o precedimento de vasectomia, algo que ele e Claire haviam combinado, porém com a impossibilidade  de acompanhá-lo a clinica, somos obrigado a presenciar mais uma hilário momento entre sogro e genro. Jay tenta mostrar-se compreensivo mas tudo que está mesmo a fazer é tirar uma com a cara de Phil, principalmente após tirar uma foto que indicia ironicamente sua escolha por “fechar a fabrica” de vez. Tirando a brincadeira com a foto, o patriarca moderno mostra seu lado mais vulnerável ao dizer que teme não estar preparado para lidar com uma filha, caso seja este o sexo do bebê, pois sente que deixou a desejar na criação de Claire, por exemplo, não sendo um pai muito presente.

Por fim Claire aparece na clinica e juntos eles decidem por adiar o procedimento por mais cinco anos e Jay mesmo sem querer saber qual o sexo do bebê, conclui que mesmo frustado por não poder escolher menino ou menina, ficará contente que este venha com saúde.

Destaque para as cenas finais, onde cada um envia ao outro uma foto embaraçosa ao outro, seja Phil sentado no banco da rua com os dizeres “Not a Real Man” ou Gloria segurando a calça que estourou.

Nota: 9,0

Audiência: Compensando uma semana de reprise, MF aumenta seus números em sua quarta-feira dobradinha, com fortes 4.9 no rating e 12.226 milhões de telespectadores.

One thought on “Modern Family(4×02/03) – Schooled/Snip

  1. Ah como eu adorei esses dois eps!!!

    Foi muito bom várias coisas, Modern Family está me dando orgulho e mostrando pq rouba todos os premios por ai hehe *-*

    Oq foi o Philosophy”? Meu Phil cada vez mais lindo. *-*
    Ri demais, e o final que bonitinho? puts demais \o/
    Phil realmente pra mim é o MELHOR da série!!! Ele faz tudo fluir tão naturalmente, que é impossível não se apaixonar pelo personagem.
    Adorei todos os momentos que ele passou nos dois eps *-*
    Enfim, é Phil❤

    Claire também não me decepcionei e foi ótima nos dois eps =D
    É demais o quanto ela é uma super atriz, tão merecido seu último Emmy *-*
    Seu jeitão meio doido e suas caretas são demais rsrs
    Ela cortando o cabelo da amiga da Alex foi foda demais kkkkkkk

    Adorei o Cam com as sapatas kkkkkkkk
    Eu sou apaixonado pelo Cam e nesses dois eps ele foi SENSACIONAL!!!!
    Seu exagero no 4×03 foi incrível!!! Outro que estou feliz pelo seu último premio, muito merecido =D

    Finalmente mostrou oq eu queria da Gloria!
    A mudança do seu corpo e ela pensando que está magra haha

    Com certeza o Manny é o pior personagem da série, e cada vez mais sem graça, é tão chato tudo isso, mas por um lado é bom ver que o personagem não vive de mudanças e é assim desdo começo, sempre mantendo seu nível, mesmo que seja chato rsrs

    E o final do 4×03 com as fotos engraçadas que um mandou pro outro!
    Incrível!!!!!!

    Enfim, adorei adorei adorei, cansei de escrever o quanto adorei tudo isso *–*
    Essa 4ª temporada tem TUDO pra mostra que pode voltar a origens em sua 1ª e 2ª e nos dizer o quanto é boa no que faz. (:

    Espero que a onda de eps ótimos não pare! Pq estou muito satisfeito por enquanto =D

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s