Arrow (1×01) – Pilot


Uma das séries mais aguardadas da Fall Season 2012 chegou. Arrow veio com a promessa de cumprir o vazio dos fãs órfãos de Smallville e aumentar a quota de séries mais adultas, por assim dizer, da CW, conhecida pelos seus dramas teen.

Nunca tendo visto Smallville, tirando um episódio ou outro, não tinha bases para a mitologia de Green Arrow, que tinha aparecido na série. E apesar de ser um grande fã de banda desenhada – apesar de não possuir nenhuma coleção de HQ’s, por questões de falta de euros no bolso – e saber as histórias principais dos maiores heróis, tanto do lado Marvel como do lado DC, não conhecia Arrow.

Quando vi os primeiros promos, pensei em Batman. Um homem rico, poderoso com engenhos que o ajudam a combater o mal. Não estava longe da verdade, o que não quer dizer que isso seja uma coisa má. Arrow é uma ótima mistura entre Batman e Revenge, outra grande série da atualidade.

Oliver Queen (Stephen Amell) é um playboy milionário que sofre um naufrágio e fica preso numa ilha durante cinco anos. O que lhe aconteceu na ilha, nós não sabemos, mas nas palavras do próprio, aconteceu “a lot”. Facto é que ele saiu de lá muito diferente do que entrou. Forte, ágil, e com uma missão: vingança. Aí é que entra o lado Revenge da série, Oliver compara-se a Emily Thorne, com o seu pequeno caderno, ambos vindos dos respetivos pais, com uma lista de nomes a aniquilar, como eu gosto de chamar, um death note. Suspeito que a fórmula dos episódios iniciais sejam semelhantes a Revenge, com um nome na lista a ser tratado a cada semana, e o mesmo nome riscado no fim do episódio.

Arrow não é uma série sobrenatural, ao contrário de Smallville. Arrow é sobre um homem com extremas habilidades físicas, mas resultantes de treino intenso, não de magia ou substâncias radioativas. Este homem usa a sua força para fazer a justiça com as suas próprias mãos. O seu superpoder é o dinheiro, que tal como em Batman, lhe permite comprar tudo o que ele necessita para aniquilar os que aterrorizaram Starling City.

Ao chegar a casa, Oliver sofre um grande makeover, e é recebido pela sua família, um membro de cada vez. São-nos apresentados então a família de Oliver. Thea é a irmã mais nova de Oliver. Interpretada pela bela Willa Holland – sinto a tua falta, The OC – Thea vai ser o lado adolescente da trama. A bela jovem está a começar a entrar no mundo das drogas e as coisas vão ficar perigosas. Por sorte, Oliver chegou a tempo. Espero que a trama de Thea não seja daquelas chatas onde os adolescentes são sempre os problemáticos nas histórias mais adultas.

Todos receberam Oliver de braços abertos, incluindo Thea, o seu melhor amigo, também playboy Tommy (Colin Donnell), e a empregada, de quem tenho grandes suspeitas acerca de relação dos dois. Oliver fica contente com a receção de todos, menos da sua mãe, Noira (Susanna Thompson).

A reação de Oliver à sua mãe foi fria, Noira pode ter um segredo e Oliver sabe de qualquer coisa, talvez algo que o pai lhe tenha contado antes de se suicidar para salvar o filho. Oliver recebeu também uma novidade, Noira casou com um ex-colega de seu pai, Walter Steel, que também tem um ar bastante suspeito, e que não agradou nada a Oliver. Para questões de segurança, a família contratou um segurança para Oliver, John (David Ramsey), que não se mostra muito útil por enquanto, pois Oliver conseguiu escapar-lhe facilmente, mas suspeito que se tornarão grandes amigos.

Na banda desenhada, Green Arrow tem um assistente, tal como Robin era para Batman, chamado de Speedy, era um jovem que Oliver Queen tinha a sua tutela legal, pois o jovem Speedy era órfão. Os fãs do HQ dizem que Speedy será Thea na série, mas outra possibilidade é que seja John.

Oliver escapa de John para ir a uma fábrica abandonada, para a transformar no seu novo local de treino. Aí monta o seu pequeno quartel-general e prepara a sua primeira batalha.

Durante a festa organizada por Tommy, Oliver consegue conciliar a sua missão como super-herói e atacar a sua primeira vítima, com a celebração da sua chegada.

Quem também aparece nesta festa é Laurel, interpretada por Katie Cassidy. Laurel é a ex-namorada de Oliver, uma advogada que descobrira que a sua irmã também morreu no naufrágio, nos braços do seu namorado. Isto fez com que ela não conseguisse realizar o seu luto na maneira devida. Laurel nos HQ é também Black Cannary, o interesse romântico de Green Arrow e também uma super-heroína, uma espécie de Catwoman. Não sei se irão explorar estes outros heróis como Catwoman e Speedy, mas gostava muito que retratassem, pois é sempre mais interessante ver heróis trabalhando em equipa do que um guerreiro solitário, que pode não aguentar tanto tempo sozinho. Deverá ser uma questão de tempo até Black Cannary aparecer.

Outro problema de Green Arrow é o pai de Laurel, o detetive, que pretende descobrir a identidade de Arrow.

Laurel acaba por ser beneficiada com a vitória de Green Arrow, pois a advogada estava a perder um processo contra o primeiro inimigo de Green Arrow, e com a retirada do vilão, Laurel ganha o processo, e ganha reconhecimento por isso.

O elenco é muito bom. Tem a quota certa de shirtless hot guys que a CW necessita para o sucesso, elenco atraente, mas acima de tudo, bons atores, o que tem sido uma falha em algumas séries do canal – Secret Circle, adorava-te, mas o teu casting era péssimo, com exceção da fantástica Phoebe Tonkin – mas parece que Arrow acertou em cheio no casting.

Stephen Amell é um bom protagonista, nunca o tinha feito, e penso que se irá suceder bem, assim como Katie Cassidy, que fez a fantástica Juliet em Gossip Girl e a carismática Ella Simms que salvou a terrível Melrose Place de ser uma completa dor de cabeça.

Arrow já me conquistou, assim como público e a crítica, e penso que foi das melhores estreias desta Fall Season, e das melhores séries que a CW tem neste momento.

Espero grandes coisas para Arrow e aconselho a ver, com certeza!

Audiências: Arrow não podia começar da melhor maneira, tendo sido a première mais vista da CW desde a estreia de Vampire Diaries, alcançado 4 milhões de espectadores, 1.3 de rating e 4 de share.

9 thoughts on “Arrow (1×01) – Pilot

  1. Uau!!!!!!!!!!!
    Finalmente uma das séries mais aguardadas para mim chegou!!
    E foi ótimo ver que não me decepcionei e sim adorei!!! *–*

    Única coisa que eu posso falar que não gostei, foi o ritmo, ele ficou meio lento, mas eu creio que isso só aconteceu agora por ser o começo do começo -q rsrs
    Sei que posso confiar que daqui pra frente tudo vai ser melhor.

    Também posso ter pensado no Batman por alguns momentos, mas as atitudes jamais seriam as mesma, Bruce é bem mais completo e sou mega fã do mesmo, então algumas semelhanças podem ter surgido mas tenho certeza que ele não chegará aos pés do meu Bruce/Batman😛 hahaha
    Mas entendi oq tu quis dizer (:

    É tudo tão Hot nessa série, o elenco é bem UAU! KKKK😛

    E as cenas de ação? Superaram minha expectativas \o/ \o/
    Incrível!!!

    Quero muito ver como vai ser o desenvolvimento da série, espero que eles saibam usar o poder que tem em mãos!

    Gostei do final, achei que a mãe dele pode ser uma bitch e se for mesmo, vai ser legal ver o dilema dela com o filho e o Arrow. *-*

    Espero que nos mostre mais da memoria do Oliver com seu pai, estou curioso para saber os segredos que ele contou =D

    Enfim, foi uma ÓTIMA entrada! Uma ótima audiência para a CW, e prevejo que essa semana a audiência aumenta, só pelo fato de sexta ela ser reprisada e marcar um bom numero (:

    Dinis, tenho que te elogiar pela ÓTIMA REVIEW! Foi digna, parabens, vc está cada vez melhorando mais, estou gostando de ver sua evolução *-*

    Até mais \o

    • UAU, tantos elogios, até fico sem jeito! Obrigado Ander, tem sido um prazer ter a tua companhia nas minhas reviews!
      Arrow realmente foi uma ótima estreia, na minha opinião, Arrow e Nashville (se ainda não viste, aconselho MUITO) são as melhores estreias deste ano.
      O ritmo ainda não foi de tirar o fôlego, mas também compreendo, era o episódio para a introdução das personagens e da história, era preciso calma. Acho que foi o ritmo ideal para um piloto.
      As comparações com Batman são inevitáveis, mas a grande diferença entre os dois é a personalidade. O fantástico Bruce Wayne é mais racional, mais cuidadoso e inteligente, enquanto que Oliver me pareceu ainda um bocado mais um homem de ação, impulsivo. Pode ser que ele acalme um bocado com o tempo.
      O dilema entre Noira e Oliver/Arrow vai ser intenso mesmo, tem muito pano para mangas, e vai dar que falar! Tenho a sensação que Noira vai ser a grande bitch da série.
      O piloto cumpriu muito bem o seu propósito, e é pena eu não estar encarregado da review desta série, estou apenas a substituir a Denise Almeida por estes primeiros 2 episódios.
      Obrigado, gosto de saber que estou a evoluir e qualquer comentário é bem vindo!
      Até ao próximo episódio!
      XOXO

  2. foi uma óptima estreia, já a muito tempo que estava a a espera de poder ver e não me desiludiu!
    mas estava a espera de um bocadinho mais =/

    • O piloto estava muito bom, cumpriu muito bem a sua função! Eu não esperava mais de Arrow do que o que nos foi apresentado, foi mostrado tudo o que era preciso para ser uma grande aposta para continuarmos a seguir!
      XOXO

  3. Hello Dinis! Obrigada pela óptima substituição!

    só agora consegui ver este piloto e realmente não me decepcionou, correspondeu às minhas expectativas. Óptimas cenas de acção, uma história com muita acção e mistério que promete e gostei muito deste Green Arrow. Gostei tanto da personalidade deste personagem como a interpretação dele pelo actor.

    Também tenho receio relativamente a Thea, tenho medo que se torne a pedra no sapato da série, com todos o drama adolescente e que é sempre o mesmo série após série. Lembrou-me Leo de Smash, e espero que não se torne irritante tal como este exemplo.

    Até que gostei do ritmo, achei um ritmo normal para um piloto, com informação suficiente e fácil de acompanhar.

    Também espero que, tal como em Smallville, também explorem outros super-heróis para que estes interajam com Arrow e talvez também possa haver um trabalho em equipa, mas não creio que isso seja para breve pois neste momento, e mais uma vez como em Smallville, este inicio tem um foco muito pessoal não havendo espaço para outros super-heróis. Mas para já gosto das referências que vão havendo e sobre as quais eu gosto sempre de pesquisar um pouco depois de cada episódio, como a de Speedy por exemplo. Já não me lembrava, mas aparece uma das “versões” desse herói em Smallville.

    só não gostei da atitude um pouco bipolar de Laurel, achei a sua mudança de opinião relativamente a Oliver muito rápida. Pareceu-me que serviu apenas para podermos ver Oliver a afastá-la e assim mostrar mais um pouco a sua mudança e de que deixou de ser o rapaz egoísta que era. De qualquer maneira, não gostei assim tanto.

    De resto, ansiosa pelo que virá!

    Mais uma vez obrigada pela óptima review!
    Bjs

    • Foi mesmo um prazer, não tens que agradecer!
      Sinceramente tinha medo da interpretação do ator, só o tinha visto com um papel de menor destaque em TVD, e não me fascinou muito. Mas estou a gostar muito de Oliver, é bastante convincente.
      Sim, Thea é o maior risco da série, não a tornar chata. A minha referência para adolescente irritante ia para Charlotte de Revenge, mas até essa conseguiu melhorar agora…
      Acredito que irão aparecer vários heróis ao longo da história, inclusive Superman, pois tenho um feeling de que irão trazer Tom Welling para Arrow, fazer um pequeno fanservice. Mas isso será em temporadas futuras, no máximo seremos apresentados a Speedy (Thea) e Black Canary (Lauren) nesta temporada.
      Também não percebi muito as intenções verdadeiras de Lauren, mas também acho que a própria não percebe, afinal não é todos os dias que um namorado a trai com a irmã e morrem os dois, mas afinal ele está vivo.. É no mínimo confuso x)
      E claro, quando assumires as reviews de Arrow, vou acompanhar assíduamente!
      XOXO

    • A série está mesmo fantástica, eu também nunca gostei de Smallville, mas apaixonei-me por esta série. E acredita que até agora a qualidade tem vindo a aumentar, com episódios surpreendentes!
      xoxo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s