Homeland (2×02) – Beirut is Back


Se ainda havia alguma ressalva sobre a qualidade que esta segunda temporada de Homeland iria nos apresentar, agora não há mais. Beirut is back é um fantástico episódio, mostrou um clima de mistério, suspense e drama semelhante aos grandes episódios da temporada anterior, sem ficar por dever em momento algum. A trama sofre grandes mudanças, personagens, e atores, novamente brilham e o roteiro nos entrega um cliffhanger chocante e completamente inesperado. Não há nada mais que posso desejar, esta semana Homeland acabou com todas as dúvidas que havia sobre o seu retorno e mostrou que pretende apresentar uma temporada superior a de sua estréia.

Carrie brilhou, o que não é novidade alguma. Esta personagem possui mil e uma facetas e não cansa de demonstrá-las. Após o sorriso no final do episódio anterior, Carrie demonstra a razão pela qual é uma das maiores agentes da CIA, consegue encontrar Teresa e consegue informações cruciais e essências para a captura de Abu Nazir.

Por alguns momentos acreditamos que a velha Carrie está de volta, porém o roteiro encontra formas de nos deixar em duvida sobre a credibilidade da informação, sobre a credibilidade da informante de Carrie. Será uma armadilha ou uma informação épica que pode definir todo o futuro da batalha contra o terrorismo? Todo este questionamento fora feito pela CIA, por Estes e por Saul, toda esta dúvida em relação à informação que lhe fora dada levou Carrie novamente ao seu limite, fazendo esta perder o controle sobre sua sanidade por alguns minutos.

Será que ainda é cedo para Claire Danes enviar sua Emmy tape para a premiação do próximo ano? Não sei ao certo, tudo o que sei é que a atriz este completamente fabulosa neste episódio, em todos os momentos, mas em especial na cena onde Carrie questiona a si mesmo, na cena onde esta consegue convencer Saul sobre a credibilidade de sua informação.

Sendo assim, partimos em direção a uma missão que pode mudar o rumo de toda uma nação. Ou teremos uma missão de grande sucesso e grande repercussão, ou teremos o maior desastre das forças especiais americanas em Beirut. Até este momento encontrava-se a dúvida: será que a informação dada a Carrie está correta ou será que é realmente uma armadilha? E é neste momento em que a força da personagem nos dá as mais diversas razões para torcer pela mesma, queríamos que a informação fosse verdadeira, desejávamos que Carrie estivesse correta em confiar em Tereza. Ansiamos até o momento onde a informação fora confirmada como correta. Não sei quanto aos demais que assistiram ao episódio, porém quando fora confirmada a presença de Abu Nazir exatamente na onde Tereza disse que este estaria, senti um gostinho de vitória, vibrei e fiquei atento a cada detalhe, juntamente com Carrie e Saul, e a única coisa que conseguia pensar era o seguinte: Carrie is back. Suck it, bitches!

 Porém Brody estragou o que poderia ser uma sucedida missão. O disfarce do Brody está por ser extremamente útil, uma vez que este consegue, mesmo que não intencionalmente, acesso a missão em tempo real, conseguindo assim avisar Abu Nazir antes que o pior aconteça. Mesmo com o aviso de Brody, a missão não fora um fracasso total, importantes membros da milícia de Nazir foram mortos e Carrie, não intencionalmente, conseguiu uma informação que pode mudar todo o rumo da temporada e da série em si.

Brody está cada vez mais sob pressão, de todos os possíveis lados. Jess está cada vez mais familiarizada com a alta sociedade americana e necessitará do apoio de Brody para entrar ainda mais em ascendência. A possível candidatura a vice-presidência do país continua por deixá-lo inquieto e sua missão como agente duplo continua por exigir demais e desta vez exigiu novamente que este corresse riscos para tentar salvar a vida de Abu Nazir. Imagina como deve ter sido tenso para Brody mandar aquela mensagem sobre a emboscada das forças especiais americanas, o medo estava estampado na cara do personagem.

E ainda surge mais um problema para Brody lidar: Mike e os seus antigos amigos fuzileiros. Apesar de não ter a mínima idéia de onde esta trama irá nos levar, gostei desta, mostrou um senso de realidade, algo que se podia esperar mesmo que acontecesse caso a trama da série fosse verídica. Acontece que os demais fuzileiros e Mike estão por questionar o fato de que Walker errou três tiros, uma vez que este era o melhor atirador que havia no batalhão e em seu histórico não há registros de tiros perdidos. Todo este questionamento faz com que os rapazes se aproximem da verdade, de que o tiroteio fora apenas uma distração e de que algo maior estava por ser planejado. Ao que tudo indica, Brody convenceu eles ao contrário no momento, mas será que até quando a afirmação de Brody terá credibilidade, até quando eles manterão estas suspeitas apenas para si mesmos?

Mas o que havia de melhor em Beirut is back fora reservado para o seu final. O cliffhanger deixado fora sensacional, inesperado e pode mudar o rumo de toda a temporada. Todos se lembram do pequeno vídeo que Brody fez, para justificar os seus atos terroristas? Então, acontece que, não intencionalmente, Carrie conseguiu colocar as mãos neste vídeo, porém apenas Saul o encontrou e o assistiu. A expressão de Saul no momento em que começou a assistir ao vídeo fora sensacional, fora que este cliffhanger é capaz de deixar qualquer um ansiando pelo próximo episódio.

E estes foram os fatos que movimentaram este intenso episódio de Homeland. Tudo o que aqui aconteceu tem uma razão, nada fora colocado apenas por ser colocado e a série mostra que ainda tem muita trama para explorar. A batalha contra o terrorismo avançando, a relação de Brody com Abu Nazir dá umas balançadas e suspeitas começam a surgir. Esta temporada de Homeland tem tudo para ser ainda mais fenomenal do que a temporada de estréia, e alguém ainda duvida de que esta não será?

4 thoughts on “Homeland (2×02) – Beirut is Back

  1. Ai Homeland, ai Homeland, assim você me mata -Q -n rsrs

    Mas enfim, Homeland me consome por inteiro!!!!
    E a culpa de tudo isso é da minha magnifica Carrie❤
    Oq foi essa sequencia dela sendo perseguida? Coração foi na boca e eu gritava, corre FDP HAHAHAHA

    Já disse o quanto odeio o Brody né? E nesse eps ele me irritou profundamente, ai que ódio dele!!!!!!
    Eu li sua resposta e mesmo assim ainda acho o cumulo o Brody ser quem é, as justificativas que dão pra ele ser assim, não são tão fortes assim, desculpe-me Well mas esse lance do personagem não entra na minha cabeça, mas fora isso tudo funciona muito bem na série!!!!

    Como é lindo ver a Carrie sambar na cara de todos sobre estar certa ! *-*

    Well que porra de final foi esse? Eu surtei!!! FINALMENTE Saul encontra algo para ver a verdade do Brody, tomara que seja agora que isso aconteça , estou roendo as unhas para o próximo eps, quero MUITO! *—-*
    Oq vc acha que será daqui pra frente com o Saul sabendo a verdade? Ele não vai revelar a todos né? Ou você acha que vai? Estou ansioso pelas reviravoltas que Homeland ainda está por fazer, sei que podemos confiar que tudo vai ser surpreendente *–*

    Até mais Well, bom final de semana (:

    • Carrie… Carrie… Carrie… Como tu disseste, como é bom ver a personagem sambando na cara da sociedade secreta americana novamente. Mas me deu uma dó dela ao final, ao voltar para a casa e ver que tudo não passou de um breve momento.

      Bom, acredito que é esta mesma a sensação que a série quer passar com Brody. Acho até interessante o fato de você não compreender o personagem, pois assim temos uma segunda opção de opinião sobre as atitudes do mesmo. Sabe, pensa bem, a série ás vezes o mentem como bonzinho e por vezes como vilão, é um personagem ‘ame ou odeie’, ‘compreenda ou não’ e isto é interessante, não são muitas as séries que conseguem criar personagens que geram gostos tão bipolares.

      Ah, nem me fale sobre este final. Creio que a identidade de Brody não será revelada por agora, teremos primeiro uma investigação mais a fundo, uma tentativa de capturar Abu através de Brody. Mas trata-se de Homeland, então nunca teremos certeza de nada.

      Atts

  2. Sabe o que eu adoro em Homeland? Essa capacidade de antecipar bombas que a gente espera que só explodam depois… Foi assim que eu me senti na temporada passada quando Carrie perguntou na cara do Brody se ele tinha ligações com terroristas… algo que a gente só esperava que acontecesse no FINAL da temporada.

    • Sim, esta capacidade de Homeland em nos surpreender e nos surpreender novamente é um dos grandes charmes da série. Não tinha como esperar tal reviravolta na trama e estou completamente ansioso pelo próximo episódio, estou sem a minima ideia do que virá a acontecer, mas tenho a certeza de que será algo bem grande.

      Atts

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s