Bloco Comédia NBC #4


Esta fora uma boa semana, todas as séries apresentam uma boa melhora em seus episódios e conseguiram nos arrancar boas gargalhadas. Novamente temos Go On e The New Normal se destacando, enquanto Animal Practice faz a sua despedida.

…:: Go On (1×05) – Do You Believe in Ghosts… Yes!

Esta semana Go On nos apresentou uma cobertura diferente, uma forma diferente de nos expor o dinamismo dos personagens e os sentimentos deste, nos mostrando o quanto cada um deles necessitam de apoio para seguir em frente com suas vidas e realizar alguns projetos pessoais.

Este é o caso de Lauren, a mestre e a mentora do grupo. Fora interessante conhecer um pouco mais sobre sua personalidade, sobre os seus problemas e sobre os dramas que esta também enfrenta. Mesmo que o apresentado sobre a personagem tenha sido apenas uma camada superficial de sua realidade, acredito que há mais coisas por detrás desta, fora o suficiente para nos sentirmos mais conectados com ela.

Um fator interessante que toda esta trama de Lauren nos apresentou fora a dinâmica do grupo. Podemos dizer que todos os personagens deste núcleo tiveram o seu momento de destaque, mesclando assim as diversas personalidades egocêntricas e reunido-as em um único objetivo, mostrando assim o quão ótimo pode ser as coisas nas quais o grupo se intensifica e trabalham juntos, tornando toda esta fase complicada da vida de cada um deles em um momento único.

Já o segundo núcleo da série, onde é explorado o trabalho de Ryan, Go On se perde um pouco. Falta toda uma química, toda uma dinâmica para que as tramas aqui trabalhadas funcionem tão bem como as partes centradas no grupo de apoio.

Mas o melhor do episódio fora Ryan e o fantasma de Jaine. Não, não era um fantasma propriamente dito, mas isso não quer dizer que não tivemos pequenos sustos. Porém o melhor fora a mensagem que a suposta aparição fantasmagoria de Jaine significou, na verdade tratava-se apenas do inconsciente de Ryan buscando encontrar maneiras de fazer este seguir em frente com sua vida, de começar a cuidar de si mesmo. O problema é, como Ryan mesmo disse, que ao começar a cuidar de si este estará por admitir que Jaine se fora e isto é algo que Ryan não está completamente apto para fazer ainda.

Enfim, um episódio que trouxe uma mensagem bacana, trouxe momentos bacanas e mostra a razão exata pela qual Go On está por atrair constantemente o meu interesse. A série também está por ser bastante reconhecida pela parte da emissora, uma vez que já conseguiu arrecadar mais nove episódios para a sua temporada de estréia, compondo assim uma temporada completa composta por 22 episódios. Só espero que a série saiba manter o ritmo, o drama e a piada e nos apresente uma temporada satisfatória.

 NOTA: 8,5

Audiência: Sem a presença de um episódio inédito de The VoiceGo On sente o impacto e cai algumas casas no ranking geral, a série conseguiu um rating de 2.1 na demo e quase 5 milhões de views.

…:: The New Normal (1×05) – Nanagasm

Bom, quem me conhece sabe que gostei deste episódio, pelas mais diversas razões possíveis. Gostei do fato de que fora um episódio mais simples, despretensioso, porém ainda assim engraçado, com ótimos diálogos. Enfim, foram vinte minutos que passaram voando, quando dei por mim o episódio já estava no seu fim e eu estava por querer mais.

Após este episódio tenho uma certeza que gostaria de compartilhar: Jane é a melhor personagem da série. Esta fora protagonista dos mais hilários momentos deste episódio, trazendo flashbacks interessantes, um dialogo grosseiro e cômico, e situações que soam naturalmente engraçadas. Adorei o fato do episódio focar um pouco mais em Nana, podemos conhecer um pouco mais sobre sua vida, mais precisamente sobre sua vida sexual, e sobre sua personalidade, que se torna ainda mais grosseira e ignorante a cada episódio.

A trama de Bryan e David não fora tão divertida e nem trouxe tantos momentos cômicos como a de Jane, porém ainda assim fizera sua contribuição para a qualidade do episódio. A chegada da mãe de David e o desenvolvimento do relacionamento desta com Bryan fora a parte mais dramática, apesar de não ser tão dramática, do episódio e trouxe problemas comuns a um casal fora do comum. Destaco nesta trama uma singela frase que Goldie disse logo no inicio do episódio, o momento em que esta questiona e faz comparações entre um casal hétero e um casal homossexual. A intenção do roteiro com esta trama é mostrar que todos os tipos de casais possuem problemas e estes problemas, muitas das vezes, não estão relacionados com opção sexual ou aceitamento na sociedade.

Apesar de ter sido o meu episódio preferido da série até o momento, este demonstrou algo que não me agradou, porém fora algo que não possui uma relevância tão grande assim. Trata-se daquelas pequenas cenas onde aparece um personagem desconhecido dando um depoimento. São momentos desengonçados, sem graça que acabam por prejudicar, de uma maneira leve, a dinâmica do episódio, sem mencionar de que não há utilidade alguma para estes na série.

Enfim, fora um bom episódio, beirando o ótimo em alguns momentos. Gosto de comédias assim, simples e bobinhas, porém sem soar estúpida em momento algum. Agora que sabemos que teremos uma temporada completa da série fica mais fácil nos conectarmos com a mesma, mas é melhor TNN ficar esperta e tentar atrair um público maior, pois se não esta temporada será a última que teremos.

NOTA: 8,5

Audiência: Com a ausência de The Voice, TNN também sentiu um pequena parcela de seus views escaparem, fazendo a série atingir o mínimo de sua audiência esta semana. TNN conseguiu 1.7 na demo e 4.5 milhões de telespectadores.

…:: Animal Practice (1×03) – Clean-Smelling Pirate

Ficou nítido neste episódio a tentativa da série em crescer, em apresentar um conteúdo mais decente, e apesar de achar que este episódio se sobressai perante os seus anteriores, não acompanharei mais Animal Practice. Os motivos são simples, AP não é uma série completamente ruim, mas não acrescenta em nada, não traz inovação e não possui uma qualidade que fala por si só. Repetirei aqui a mesma frase que utilizei no review de The Neighbors, outra série que já fora cancelada por mim: trabalho, estudo e namoro, não tenho tempo para série com potencial limitado, muito menos quando esta já está sujeita ao cancelamento.

Mas vamos falar do episódio em si, que tivera os seus momentos e mostrou ser melhor do que seus antecessores. Foi fácil perceber que o roteiro foi afiado, estava mais dinâmico e ágil, porém ainda falta carisma e química entre os personagens, o que tornou tudo um pouco enfadonho e sem graça, mas ainda assim a melhora foi notada.

Um dos motivos pelo qual não consegui me identificar com Animal Practice é o protagonista, Coleman é ridículo e possui uma personalidade instável, não é tão egocêntrico como prometeu ser e soa-se mais como uma personalidade plagiada do que algo único. Neste episódio este tenta provar para Dorothy, de uma maneira não evidente, de que é capaz de lidar com crianças e isto até gerou alguns momentos bacanas, mas minha impaciência em relação ao casal protagonista não me deixou absorver direito a trama.

Sim, Dorothy também é um porre. Não gosto do jeito e da personalidade da personagem, está ali apenas para ficar sorrindo pelos cantos e para ficar se metendo na vida dos demais. Desta vez a pobre Angela, personagem com potencial, mas mal aproveitada, fora a vitima de Dorothy e isto não favoreceu em nada a qualidade da série em si.

Mais uma vez temos Dr. Rizzo a salvar o episódio na mais fantástica cena que a série já apresentou até o momento. Não pensei que a trama Yanms iria no levar em algum lugar, mas nos entregou ao momento onde mais dei risada na série, aliás, o único momento onde dei uma risada sincera e espontânea em todos estes três episódios.

Enfim, este é o fim… Continuarei a ser responsável pelo bloco, porém Animal Practice fora dispensado do mesmo, infelizmente. Peço desculpas a aqueles que estavam por acompanhar a série e vinham até aqui conferir o review, mas não tenho condições mesmo de continuar.

NOTA: 6,1

Audiência: Em uma noite sem brilho para a televisão americana, Animal Practice caiu uma décima e apresentou uma demo com 1.3 de rating e 4.5 mihões de telespectadores.

 

9 thoughts on “Bloco Comédia NBC #4

  1. Também gostei bastante de Go On e the new normal, as séries conseguiram conquistar-me n tinha intençoes de seguir nenhuma das duas. O grupo em Go On é o seu ponto forte adoro todas as suas personalidades especiais.

  2. Go on continua a ser a minha preferida, o Mr. K é um dos meu preferidos! gostei muito da parte onde ryan esta a fazer compras.
    the new normal continua a ser boa
    e animal practice no inicio parecia que ia melhorar, mas o resto do episódio foi a mesma coisa, o macaco continua a ser o meu preferido, pena que neste tenha aparecido pouco, mas mesmo assim consegui o melhor momento da serie

    • Entre as três comédias presentes no bloco, Go On se destaca como minha favorita. Também adoro o Mr. K e estou ansioso para conhecer a sua história…

      TNN fez o que sabe fazer de melhor, ser bonitinha…

      Já Animal Practice fora melhorzinha, mas não o suficiente para me fazer continuar com a mesma, uma pena…

      Atts

  3. Esta semana ambas as comédias voltaram a brilhar. Finalmente conhecemos a adorável mulher de Ryan, assim como mais um pouco da história de Lauren, que ainda não conheciamos muito. Sinto apenas falta da assistente Carrie, ela é muito adorável.
    TNN esteve brilhante, a história de Jane foi das melhores apresentadas pela comédia, a personagem é muito boa, o episódio foi dela.
    Gostei também da mãe de David (mas acho que é um bocado improvável ela ainda ser uma mulher “ativa”, por razões óbvias…).
    As duas comédias, a cada semana nos provam que são as novas grandes comédias deste ano, e podem ir longe.

    • Adorei conhecer Jaine, e tenho a impressão de que a veremos mais vezes até o final da temporada.

      Jane é realmente fodástica, né? Todos os seus momentos, seu humor ácido e sua criticidade são impressionantes, forte candidata a melhor nova personagem da temporada.

      Sim, ambas possuem potencial para serem maiores do que já são e realmente espero que este potencial seja alcançado.

      Atts

      • Sim, muito possivelmente vamos voltar a vê-la, nem que a série comece a recorrer a flashbacks.
        Jane tem muito potencial para ganhar o prémio da melhor personagem da temporada, sim!

  4. Vejo que essa semana eu me atrasei mesmo rsrs

    Go On mais uma vez me cativou, adorei todos os momentos para ajudar a Lauren (:

    Estou apaixonado pela personagem que eu sempre esqueço o nome u.u Da gordinha toda bagunçada haha😛
    Ela é só amor❤ Gosto do seu jeitinho e ela me faz rir. =D

    Não sei se gostei muito do fantasma da Jaine, ficou meio surreal demais, porem deu pra aguentar (:
    Não é que ela é uma delicinha? Acho que a aparição dela valeu só por mostrar esse corpinho gostosinho rs hehe😛

    Enfim, que Go On continue sempre a trazer esses momentos cativantes e gostosos de ver, tudo fluindo muito bem (:

    Já New Normal é apaixonante demais!! MEU DEUS, eu ainda não sei se estou por gostar da série mais que o normal, pelo fato dela me lembrar algumas coisas ou por eu ser tão aberto sobre sexualidade e etc, ou também se ela é realmente tudo isso que eu imagino *-*

    Adorei oq você disse sobre o destaque da Goldie sobre os problemas entre os todos os relacionamento independente de qualquer sexo. Poderia ficar horas aqui comentando sobre meus relacionamentos entre mulheres e homens, e posso afirmar que em vários momentos os problemas estavam do mesmo jeito entre os dois, nada sendo diferente por estar com uma mulher e diferente por estar com um cara. Enfim, ninguém perguntou sobre minha vida u.u kkkkkk

    Nana estava completamente ÓTIMA e triunfante nesse eps, adorei todas as situação que ela passou. *-*

    Também não gostei do fato de algumas pessoas aleatórias aparecendo para dar depoimentos sem graça, fora isso o eps foi sensacional!!!

    Adorei o final com o Bryan batendo naquele negocio que esqueci o nome!

    E claro não posso deixar de comentar o quanto eu ADOREEEI A MÃE DO DAVID!!
    No momento que eu a vi, já falei, puts ela vai brilhar em apenas algumas aparições e não é que estava certo? Todos, sem exceção, foram bons demais !!!! Ela deu aquele ar que a série precisava, adorei demais *—*
    Esperando que ela fique por mais vários eps ou pode ficar fixo mesmo hehehe *–*

    Enfim, New Normal, beirou a um eps fantástico, tirando algumas coisas bobas, tudo funcionou perfeitamente!!! Adorando demais essa série, fala sério❤

    • Ambas as séries continuam firmemente nos fazendo rir e apresentando bons episódios, fora assim semana passada e continua por ser esta semana.

      Sonia é realmente fantástica, ela e Mr. K são os meus favoritos do grupo.

      Já em TNN, a série continua a crescer e apresentar personagens carismáticos, sinceros e divertidos, como é o caso da mãe de David.

      Nana, como sempre, fantástica e protagonizando os melhores momentos do episódio. Mas o episódio me ganhou por discutir relacionamentos, não sexualidade e acredito que isto é um passo enorme para aceitação pessoal, a partir do momento em que você começa reconhecer que homossexualidade é apenas um dos diversos problemas que a vida lhe trará, e se você for hétero, a vida também lhe trará.

      Enfim, duas comédias que estão por crescer a cada episódio… Estou sempre ansiando por mais.

      Atts

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s