Grey’s Anatomy (9×01) – Going Going Gone


Pois é fellows Grey’s Anatomy está de volta, animados? Uma das grandes questões que a série deixou em aberto e nos acompanhou durante a summer season foi saber quem iria resistir e sucumbir após o desastre aéreo que marcou a season final da série. Depois da morte de Lexie, algo dececionante e algumas especulações durante todo o verão relativas à renovação ou não de contrato de determinados atores chegou a altura que todos aguardávamos, o momento da verdade. Are you ready?Let’s start…

Após um season final abaixo das expectativas, era expectável que Shonda fizesse algo para mudar os rumos dos acontecimentos e foi isso que fez, contrariamente ao esperado a nona temporada tem início 30 dias após o acidente. Inicialmente achei a ideia um pouco absurda principalmente pela falta de explicações sobre o que se passou desde a morte de Lexie, mas prolongar a estadia na selva e cometer os mesmos erros do passado poderia ter culminado num episódio dececionante e sem nexo. No fim achei a opção correta, esperava contudo mais explicações sobre o que realmente se passou nestes 30 dias mas certamente teremos mais luzes sobre isso nos próximos episódios.

Os primeiros minutos do episódio são de apresentação, não, não é uma nova série mas quase parece, a vida dos nossos queridos internos mudou drasticamente, novas caras, novas cidades, novas personagens, novos desafios, novas alcunhas, novos medos e novas possibilidades. A chegada de mais uma remessa de internos é sempre um drama na série, mais personagens e a maior parte delas acaba por revelar-se insignificante. Ainda é cedo demais para avaliar este novo grupo mas para já só serviram para demonstrar como Meredith tem lidado com tudo o que lhe aconteceu tornando-se a nova Nazi, ou melhor a Medusa.

 E por falar em Nazi, como é que conseguiram destruir uma personagem tão carismática como Bailey? Sinceramente nunca me revi muito nesta nova Bailey, apaixonada e sem pulso firme, mas este início de temporada só veio confirmar os piores presságios. Com a ida de Ben para longe ainda tinha esperança que a velha Bailey viesse ao de cima mas enganei-me, os míseros minutos dados à personagem foram no quarto de descanso com Ben. Really Shonda???

Cristina resolveu mesmo seguir em frente e mudou-se para Minnesota, mas as coisas não estão a correr como esperado e sinceramente com exceção dos minutos de conversa com Meredith achei toda a história de Cristina desinteressante. Parece que a passagem da deusa da cardio por Minnesota tem os dias contados.

Callie foi a rainha neste episódio, confesso que até ao fim fiquei com o coração apertado ao pensar na possibilidade de Arizona ter mesmo partido, esperando a cada segundo que passava uma explicação para o seu desaparecimento e o desespero de Callie. Callie que mesmo perante a adversidade que enfrenta na sua vida amorosa conseguiu passar a mensagem de bravura, união e amizade para muitas das personagens. No fim um dos melhores momentos do episódio, o momento da verdade, Arizona não partiu mas apresenta uma ferida física e psicologicamente profunda, muito difícil de sarar. Aqui está certamente o arco principal da primeira metade da temporada, fico feliz por darem destaque a duas das minhas personagens favoritas mas fico receosa com a possibilidade de destruírem a imagem da personagem mais pura e querida da série, veremos como irá evoluir Arizona e a relação entre as duas.

Como referi no review da season final tinha muitas dúvidas sobre a possibilidade de repetição do caso Burk em relação a Derek, e aqui Shonda errou ao apostar novamente na storyline do cirurgião com a mão incapacitada, espero sinceramente que esta história não se arraste em demasia no tempo.

Posso dar um estalo a Karev? Pois era exatamente esse o meu desejo. Karev é capaz de irritar qualquer pessoa e no momento seguinte derreter o gelo com atitudes dignificantes. Contudo acho que já está na hora de Karev mostrar alguma maturidade e mudança de atitude. E Shonda, um aviso eu não preciso ver em demasia as paredes do quarto de descanso. E já agora quem é Mel Barnett que personagem mais irritante, espero sinceramente que tenha os dias contados em Seatle Grace com a permanência de Karev.

Chegou agora a altura de nos despedirmos de uma das personagens mais ambíguas da série, Sloan. Sloan nunca teve muito espaço para brilhar na série e o seu grande e único destaque foi o seu relacionamento com Lexie, fora isso a personagem andava meio que à deriva no hospital. Contudo eu gostava da personagem, e enganem-se as mentes mais maliciosas, não era apenas pela imagem física do seu esculpido ator. A personagem era divertida, adorava a sua amizade e interação com Callie, Derek e Avery e por isso esperava uma despedida com mais brilhantismo para a personagem, não que tenha achado os flashbacks uma má opção mas porque quem brilhou mais na despedida foram os eternos amigos e não o próprio Sloan. I’m gonna miss you Sloan.

No fim temos um episódio bom, mas que continua a deixar muitas dúvidas no ar sobre a qualidade que a série irá apresentar nesta nova temporada. A vinda de novos internos não trouxe nada de bom para a série, a readmissão de April servirá apenas para apimentar as coisas com Avery, a história de Cristina em Minnesota não tem pernas para andar e que dizer da cada vez mais insuportável Bailey? Um aspeto que se for bem guiado pode render ótimos momentos é o estado de Arizona mas também aqui tenho algumas dúvidas, espero que não destruam a imagem da personagem nesse processo.

“We’re going to have the best life, you and me. You can’t die because we’re supposed to end up together. We’re meant to be.”

“It’s you and me, the plastics posse. Kicking ass and taking names.”

“You’re Derek Shepherd. There’s a reason I’ve been jealous of you my whole life, and it’s not your hair. You’re going to be okay. Even Sophia knows that. Right, Sophia? Say hi to Uncle Derek.”

Audiência: A série conseguiu melhorar um pouco e atingiu os 11,7 milhões de espectadores.

5 thoughts on “Grey’s Anatomy (9×01) – Going Going Gone

  1. Confesso que ainda estou em luto por causa da morte de Lexie… Ainda custa a me acreditar que um dos melhores casal que a série teve terá este fim tão triste.

    A morte de Sloan era esperada, mas ainda assim me emocionei.

    Porém o que eu queria era detalhes sobre o que aconteceu pós-finale, e não saber o que está por acontecer dois meses depois. Fora exatamente neste ponto que fiquei decepcionado com este episódio, espero que o próximo nos traga algumas respostas.

    Atts

    • Pois uma das falhas foi essa a falta de detalhes sobre o realmente se passou desde o fim da season final, mas estou certo que nos próximos episódios teremos mais flashbacks e explicações de como tudo se desenrolou.

  2. bom review. gostando episódio. o não acertado foi terem tirado o sloan da série, sem a lexie a personagem ficava sem nexo. a história da arizona e triste mas vem dar pano para mangas, espero que saibam conduzir bem a history line. o caso da mão do dexter e desinteressante. a callie foi a personagem do episódio, e mais um bom momento da actriz. espero que aproveitem mais a aprilia, devo ser das poupas pessoas que gosta da personagem

    • Obrigada. Realmente sempre gostei da Callie e penso que a personagem terá um papel crucial nesta nova temporada, estou com algum receio é que destruam a personagem da arizona e um dos meus casais preferidos, mas vou confiar na Shonda e espero que guie da melhor forma esta história.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s