Saving Hope (1×13) – Pink Clouds (Season Finale)


Em primeiro lugar peço desculpa pela demora, mas por vezes as tecnologias pregam-nos partidas e aliadas à grande falta de tempo então…

Em relação a este último episódio da primeira temporada de Saving Hope, tal como suspeitei no anterior, tornou-se no melhor episódio da série. Realmente guardaram o melhor para o fim e o facto de Charlie acordar só veio melhorar a história desta série.

Posso dizer que gostei de tudo neste episódio, começando com toda a dinâmica de volta à realidade de Charlie depois de sair do coma. Depois de tanto tempo longe, e ainda mais com a nuance de ter assistido a tudo o que se passou nesse período de tempo, é necessário um reajustar da sua vida e da de Alex aos novos obstáculos que se colocam. Claro que surge alguma “frieza” na relação dos dois devido a conflitos interiores que cada um sente, seja Alex que sente uma grande insegurança e preocupação de o voltar a perder, seja Charlie que tem de enfrentar todas as perdas que sofreu ao nível do seu trabalho e do seu corpo pois necessita de fisioterapia para voltar a andar. Também gostei de toda a tensão do segredo que Charlie esconde relativamente à sua experiência durante o coma e que culmina na surpreendente descoberta de que a sua capacidade de falar com mortos ainda persiste.

O caso de Wes, que permitiu trazer Joel de volta a Hope-Zion e também o seu dom e o que ele faz de melhor, foi surpreendente. Toda a rapidez dos acontecimentos e a dinâmica que daí resultou foi realmente interessante. No final fica-se a desejar um final feliz para este rapaz e também para Joel. Algo que este personagem trouxe de interessante à série foi sempre a forma como interagia com os seus doentes, as lições que daí tirava, o que aprendia com eles e as suas experiências e a reflexão que fazia sobre a sua própria vida a partir daí. Joel enriqueceu a sua história com os seus casos médicos em várias situações, algo que infelizmente não aconteceu na maioria das vezes com Alex, tornando os casos desta mais dispensáveis e a sensação de que apenas serviam para encher.
No final não posso também deixar de desejar um rumo feliz para o casal Gavin e Maggie e espero que encontrem o seu equilíbrio nesta relação que agora começou.

Assim, esta foi uma temporada que criou alguma expectativa antes de começar, desiludiu quando começou, continuou a desiludir até sensivelmente metada da temporada e a partir daí veio a melhorar bastante até uma finale que surpreende e que deixa bons ingredientes para continuação da sua história, como a descoberta de Charlie, Joel no lugar de chefe, Alex pendurada no “altar” e a ex-mulher de Charlie de volta ao hospital.

2 thoughts on “Saving Hope (1×13) – Pink Clouds (Season Finale)

  1. Concordo plenamente com cada palavra dita nesta review, principalmente com o parágrafo final.

    Enfim, duvido que haja uma segunda temporada para Saving Hope, mas acredito que fora melhor para a série ser finalizada desta maneira. Poderia ter sido uma boa série, mas mostrou-se demasiadamente limitada.

    Atts

    • Pois, mas pelo que eu percebi só a NBC cancelou não foi? No Canadá haverá uma segunda temporada. Agora se outra emissora comprará para o ano, também não acredito muito… Terminou bem, mas não é daquelas séries que eu fique ansiosa por uma continuação. ***

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s