Homeland (2×01) – The Smile


E Homeland retornou. Não vou vim aqui e encher este parágrafo inicial sobre o quanto a série é valorizada, sobre o quanto este retorno era aguardado e sobre os milhares de prêmios que esta recebeu durante este recesso. Todos nós já sabemos disso, o que não sabemos direito é quais os rumos esta nova temporada tomará, quais caminhos iremos percorrer na busca pela verdade.

Toda a dinâmica que a série apresentou em sua incrível temporada de estréia sofreu grandes mudanças. Agora não há mais o mistério sobre a lealdade de Brody, não há mais investigações das quais era necessário ficar atento a cada detalhe em busca de uma pista, de algo que nos revelasse um pouco da verdade. Já conhecemos a verdade, porém não sabemos como chegaremos a conclusão. Ouso dizer que a primeira temporada pode ser concluída em três importantes palavras: pare, pense e reflita; porém esta nova temporada mostra uma significativa mudança, não há mais o que refletir, agora encontramos a necessidade de agir, de um ato que busque esclarecer aos demais sobre a verdade que já sabemos. Carrei está em busca do momento onde todos possam perceber que sua loucura não é desnecessária e Brody está a procura do momento onde finalmente possa alcançar a sua rendição.

Começamos a temporada com uma Carrie incomum, uma Carrie buscando se encontrar após os eventos do último episódio. Porém nós sabemos que Carrie nunca seria capaz de viver uma vida feliz vivendo da maneira que estava por viver, dando aulas e cuidando de jardim. A ligação de Saul, o pedido de retorno da CIA para uma única missão em especial é o que esta necessitava. Carrie pode ser bipolar, porém não há ninguém na CIA capaz de fazer o que esta mulher faz.

E é neste retorno que esta mostra o porquê é a alma da série. Carrie mostra-se perdida de inicio, sem saber como decorar tantas informações ou como processá-las. É um fardo para Carrie retornar após tudo o que sofreu, porém esta sabe que necessita disso, não só pelo ato patriota de tentar evitar mais um ataque terrorista aos Estados Unidos, mas também para se reencontrar, para se sentir viva novamente. O título do episódio fora um referência claro ao último momento de Carrie no mesmo, esta se encontrava presa, sendo seguida, sem saída, mas fora neste momento de desespero que esta se reencontrou, reencontrou a agente dentro de si e conseguiu escapar de seu inimigo, escapou sorrindo, pois havia sido naquele momento que esta se sentiu viva novamente.

Brody conseguiu se safar da represália de Abu Nazir após não cumprir o que lhe fora proposto. Brody está mais ambicioso, pode até conseguir se tornar o candidato ideal para o cargo de vice-presidente, porém esta é apenas a máscara que Brody está por utilizar, todo esse seu ego confiante está completamente perdido entre duas situações, sobre onde está sua lealdade. Brody recebe novas instruções de Nazir para um novo atentado terrorista e o roteiro nos deixou em dúvida se este seria capaz de sacrificar vidas americanas em busca de um ‘bem maior’ desconhecido, porém outros elementos o levaram a tomar a arriscada decisão de obedecer lealmente o seu mestre. Um atentado está por ser planejado, o alvo é incerto, tudo o que podemos concluir é que este atentado que Brody está por ajudar a realizar está, de alguma maneira, ligado com as informações que Carrie fora atrás.

Sempre questionei a necessidade dos dramas familiares de Brody. A questão é que estes são necessários, mas nunca conseguiram chegar a um patamar de qualidade semelhante ao resto da série. Porém neste episódio senti que as partes centradas nos dramas da família Brody mais complexas e mais interessantes. Primeiro temos Dana e o fato desta revelar em sua nova escola sobre a orientação religiosa do pai, gerando todo um conflito na escola e em casa, onde Brody acaba por revelar a Jess a verdade sobre sua nova vocação religiosa. E fora o preconceito e a falta de compreensão de Jess que levaram Brody a tomar a sua escolha e a dar continuidade ao plano terrorista de Abu Nazir.

Enfim, um novo atentado está por ser planejado, Carrie segue fielmente na esperança de que é capaz de evitar outra catástrofe em território americano enquanto Brody busca, de alguma forma, encontrar um raro tipo de redenção. E é assim que damos os passos iniciais desta temporada, The Smile fora um episódio que serviu para posicionar as tramas e os personagens, nos apresentar novos elementos e nos dá um rumo a qual seguir.

Após finalizar este episódio fiquei um pouco mais seguro em relação a esta temporada, sinto que Homeland vai nos apresentar novamente uma trama cheia de reviravoltas, conflitos e suspense. Que venham os demais episódios!

2 thoughts on “Homeland (2×01) – The Smile

  1. Ae, agora sim posso estar semana a semana comentando nas reviews de Holemand haha
    Ano passado só vi o piloto e deixei ela acabar pra pegar de vez e ver se era tudo isso que todo mundo falava, e claro o resultado não poderia ser diferente, me surpreendi, morri de raiva, me emocionei e os eps finais foram completamente incríveis!!!!

    Eu estava com a expectativa MUITO alta para a volta, com o mesmo pensamento de como eles lidaria agora com a série, e até que foi um resultado satisfatório e sei que vamos ter uma grande safra de eps ótimos (:

    Review perfeita! (:

    Carrie é impressionante, como eu amo essa mulher rs!!!
    Estou muito feliz por ela não ter “mudado” do jeito que imaginei, ela continua praticamente a mesma, e me deixando cada vez mais torcendo por ela *-*

    Eu odeio tanto o Brody, acho ele completamente RIDÍCULO, e sua teoria não é lá aceitável, fala sério, ele praticamente ama mais o filho do Abu Nazir do que o próprio ¬¬’
    Não sei pq, mas eu não consigo engolir sobre várias coisas que o tornaram diferente, e deixaram ele assim… Ok, ele sofreu demais e bla bla bla, mas ah foi o próprio cara que fez ele passar por tudo isso e mesmo assim ele perdoa o cara, se apaixona pelo seu filho e depois quer matar várias pessoas por um fator u.u, bom essa é minha única crítica negativa com a série, desdo começo, então por ser tão pequena, eu não me importo muito e deixo de lado, pra ficar focado em coisas mais importantes que a série apresenta (:

    Também achei que a Jess foi além do preconceito, mas é aceitável a surpresa, e estou com muita vontade que ela se una a Carrie e tente acabar com o Brody logo. =)

    O Sorriso da Carrie no final foi lindo *-*
    Que a série nos proporcione momentos memoráveis, agora ela precisa ser mais responsável, e criar mais tramas diferentes, e creio que ela vai se sair muito bem daqui pra frente. =D

    Até mais Well \o/

    • Mais uma série para acompanharmos e comentarmos juntos… Acredito que nos veremos muito nesta Fall Season hein…

      Bom, também estava com bastantes expectativas perante este regresso e fiquei satisfeito com o que vi. O problema de uma série possuir um nível de qualidade tão elevada é que sempre esperamos por uma grande qualidade e Homeland provou que não vai nos decepcionar.

      Carrie é a Carrie e não é necessário dizer mais nada, uma das melhores personagens femininas da televisão atual e sua saga em busca da verdade sempre nos traz momentos fantástico, como o grande sorriso ao final deste episódio. Que momento magnifico!!!

      Já possuo um grande apreço por Brody, não quis comentar aqui pois iria deixar o review muito grande, mas consigo compreender o que o personagem está por sofrer. Acontece, de acordo com meu ponto de vista, que Brody fora e está sendo manipulado, sofreu e ficou mentalmente frágil, tornando-o assim um alvo fácil para uma eclosão de sentimentos e o ataque americano responsável pela morte do filho de Abu foi o que levou todos estes sentimentos anti-patriotas a explodir, criando assim o Brody que conhecemos hoje. Brody não é nada além de um rapaz confuso, perdido, cuja vida não lhe pertence mais.

      Bom, espero você nas próximas semanas…

      Atts

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s