Last Resort (1×01) – Captain


Preparados para submergir numa história interessante e intrigante? Eu serei a vossa capitã nestes reviews semanais de Last Resort…let´s start…

Have I ever done anything that wasn’t in the best interest of this boat, this crew, and our nation?

Last Resort tem tudo para ser a grande estreia desta fall season, tem personagens fortes e interessantes, atores extraordinários, mistério, guerras de poder, um piloto consistente e convincente e acima de tudo um tema com asas para voar bem alto, ou neste caso emergir a toda a velocidade. Desde cedo ficam muitas questões por responder e muitas possibilidades para a série: que papéis têm os SEAL’S em tudo isto; como irá o capitão Marcus lidar com alguma revelia no seio da sua tripulação; como ficarão as famílias dos tripulantes; até quando irá Marcus aguentar a pressão quer da tripulação quer de Julian Serrat; certamente que vocês terão pensado em mais algumas, esperemos ter respostas para algumas delas brevemente. A série foi muito inteligente na maneira como explorou cada personagem, apesar de não desenvolver demasiado de cada uma, conseguiu criar uma ponte de ligação entre o espectador e cada uma delas.

Toda a interação entre os membros da tripulação é muito bem conseguida, desde a atuação extraordinária de Andre Braugher, à interação-relação com Kendal ou à simples afirmação de Shepard. Em termos de efeitos especiais a série também não desiludiu, apesar de alguns exageros como no caso da primeira emersão, mas tirando isso tanto a música como as atuações e efeitos tiveram à altura. A série relata a vida dos tripulantes de um submarino que vêem a vida dar uma volta de 360º quando recusam uma ordem confirmada. O capitão Marcus Chaplin foi o grande destaque do episódio, recusando veemente a execução da ordem, chegando mesmo a ser destituído do cargo. A partir desse momento entramos numa espiral de emoções que culminam no ataque dos EUA ao seu submarino e com a ação a saltar entre Washington e o submarino. Em Washington vemos a família dos tripulantes a ser interrogada, e uma mulher misteriosa que parece saber o que está por detrás deste ataque. Foi só impressão minha ou toda a ação em Washington foi muito estilo Prison Break.

Depois do ataque, a tripulação muda de destino e resolve atracar num pequena ilha, onde terá de lutar e lidar com Julian Serrat o chefe que dominava a ilha antes da chegada dos militares. Esta disputa territorial pode proporcionar-nos ótimos momentos, pois Julian Serrat já aprontou das suas, sequestrando alguns militares. Um dos senão da série é que tem demasiadas personagens, espero que não se perca entre os vários focos de ação quer na ilha, quer em Washington. No fim dos 45 minutos o sentimento é de satisfação, a série cumpriu aquilo que prometia, mistério, boas personagens, boa história e um bom feeling para o futuro. Agora é esperar para ver como irão os roteiristas guiar a história.

Aspectos positivos: A história, as personagens, atuações e a interação entre elas.

Aspectos negativos: A existência de demasiadas personagens, irá a série conseguir manter o foco e como irá lidar com o salto constante entre Washington e a ilha.

Audiência: A série não começou da melhor maneira desiludindo em termos de números. A série conseguiu um rating de 2,2 e um total de 9,3 milhões de espectadores.

4 thoughts on “Last Resort (1×01) – Captain

    • Realmente foi um bom piloto, a série tem tudo para ser um grande sucesso mas os números do piloto desiludiram espero que estes não caiam muito no segundo episódio, se não prevejo um futuro muito incerto para a série. Vamos fazer fingas.

  1. Eu já prevejo cancelamento.

    A série é muito cara pra uma audiência mediana, no horário e dia que é transmitida!

    Mas ao eps, eu curti!

    Atores muitos bons, e a trama é bem amarrada, me deixando MUITO curioso!
    Porem, são tantos personagens que só guardei o nome de 2 ou 3 hehe

    Vamos ver até a série vai chegar, e espero que os próximos eps sejam bons quanto esse.

    Só acho que eu me perdi em alguns momentos, muitos diálogos rápidos ai sou lerdo e fiquei com algumas coisinhas fora do lugar, mas creio que o desenvolver dá série tudo fique mais claro (:

    • Realmente decorar todos os nomes das personagens num só episódio em Last Resort é tarefa quase impossível…:P Pois os números preocupam um pouco apesar da qualidade, esperemos que os gostos trocados dos americanos não acabem por ditar o fim da série.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s