Saving Hope (1×11) – The Law of Contagion


Mais um episódio que conseguiu superar as minhas expectativas mantendo uma boa qualidade depois de “A New Beginning”. Desta vez vemos Hope-Zion fechado, sob quarentena, devido a uma estirpe de um vírus vindo de Mumbai causando algumas mortes e muito suspense. Neste episódio todos os personagens ganham destaque dando-nos conhecimento sobre o drama na relação de Shahir e Victor em que este descobre que o neurologista tem medo de o apresentar à sua mãe por ser enfermeiro. Depois desta discussão fica-se com medo de que algo de fatal aconteca a Victor pois foi exposto ao vírus e começa com alguns sintomas.
Com ele, sob quarentena, encontram-se Alex e Joel, que depois da declaração impulsiva por parte de Joel, estes dois ficaram com assuntos por resolver. Claro que nada melhor que estarem encurralados numa sala para os resolver e serve também para reflexão por parte de Joel na sua relação com Maggie pois o seu sentimento de culpa quanto à triação cometida começa a ser grande demais.

Em outro quarto de hospital estão Maggie e Gavin e neste caso também nada melhor que uma situação destas para Gavin mostrar o quão amoroso é e finalmente Maggie perceber isso e deixar de ser a irritante que tem sido até aqui.

Passado o perigo de contágio do vírus e libertos da quarentena, cada uma resolve então tomar as suas decisões, com Joel e Maggie a acabarem a sua “relação” por mútuo acordo e Shahir a redimir-se perante Victor e aceitá-lo totalmente.

Enquanto isto Charlie vive o seu próprio drama. No inicio Alex e Shahir decidem experimentar um novo tratamento de estimulação electromagnética, ficando depois, ao descobrir-se acerca do vírus, o seu quarto selado e Charlie a ser estimulado continuamente. No seguimento do episódio anterior, em que descobrimos que o seu medo em acordar está relacionado com o trauma da morte dos seus pais, aqui e devido à tal estimulação cerebral, surge uma memória há muitos anos enterrada em que Charlie relembra que ia no carro com seus pais aquando o acidente e os viu morrer. No momento em que relembra o embate Charlie acorda, o momento pelo qual todas as pessoas esperavam.
No entanto volta ao seu estado de coma, mas Alex percebe que este acordou e que se movimentou percebendo assim que estão no caminho certo.

Sem dúvida este junta-se aos melhores episódios da temporada com todo o suspense próprio de episódios com casos médicos deste género, e foi também até agora o único episódio que conseguiu unir mais os diferentes personagens e dar-lhes uma história de dê interesse assistir.
Também adorei a forma surpreendente como Charlie acorda e o facto de voltar ao coma não me aborrece pois penso que poderá manter as coisas interessantes até o final da temporada.

 

2 thoughts on “Saving Hope (1×11) – The Law of Contagion

  1. Mais uma vez Saving Hope nos apresenta um episódio interessante… Espero realmente que a série encontre o seu final após esta temporada, pois mesmo não apresentando uma qualidade incrivel ou até mesmo ótima, este se mostrou ser uma série facíl de se assistir.

    Atts

    • Sim, é assistível, mas para uma pessoa que não tenha tempo para assistir a muitas séries, esta tem uma grande probabilidade de ser logo descartada. Embora também é verdade que no verão a escolha não é muita… Numa Fall Season seria completamente ofuscada. Estou é com receio que Charlie não acorde ainda até o final desta temporada (ainda não vi o da semana passada), pelo facto da série ter ganho uma segunda temporada no canadá. Gostava de ver um final a isto… **

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s