Rookie Blue (3×12) – Every Man


Após uma morte impactante e a tentativa de toda uma equipe de superar tal perca, chegou a vez de novos acontecimentos chocarem a 15º Divisão. É compreensível a intenção do episódio em ser interessante, misterioso e este até consegue alcançar tais feitos, porém ao visualizar o resultado final tenho a impressão de que este poderia ser muito mais, de que este poderia ter sido muito melhor caso fosse um episódio duplo e caso tivesse a iniciativa de ser um pouco mais corajoso e até mesmo mais audacioso.

O grande problema fora o que a série achou que seria a solução para outro problema já existente: a falta de uma boa trama para Diaz. A intenção foi boa, gerou um bom episódio, mas não convenceu. Diaz nunca alcançou o potencial que sempre quis que o personagem alcançasse, e agora ver este preso em uma trama sobre paternidade, uma trama sem pé nem cabeça, me desanimou ainda mais em relação ao personagem que por si só já era uma decepção.

Mas o resto do episódio não fora tão ordinário quanto a trama de Diaz. O episódio mostrou um bom ritmo, conseguiu criar um bom suspense e nos deixou com um interessante cliffhanger. Achei interessante a ideia de contar os fatos através de um interrogatório, apesar deste não ser um recurso inovador, este serviu para quebrar um pouco o ritmo da narrativa que a série assume possuir, deixando-nos mais ansiosos por cada segundo do episódio.

Também gostei de terem focado, mesmo que apenas por alguns instantes, nos traumas e nos acontecimentos que Collins protagonizou no Afeganistão. Estava por estranhar o fato de que este não resguarda sequelas sobre a guerra e as terríveis paisagens que este deve ter deparado nesta jornada, mas a série resolveu mostrar que o personagem pode ser mais profundo do que o esperado e caso estes focassem mais neste departamento este poderia gerar momentos muito mais interessantes.

No final ficamos com duvidas em relação a Peck. Será que esta perderá o seu distintivo após ter cometido um erro que custou a vida de um homem? Não concordo caso isso aconteça, pois fora uma sucessão de erros eu ocasionaram no grande acontecimento. Outro erro, ao menos acho que seja, fora o fato de que o atirador não fora chamado para interrogatório. Não vi razão pela qual fora necessária a morte do prisioneiro, este estava por ficar em controle e achei o disparo um tanto quanto precipitado.

Apresentou alguns erros cruciais, este episódio ainda conseguiu se sobressair devido a tentativa de nos apresentar um suspense e um mistério que acaba por nos deixar ansiosos em relação ao desfecho do mesmo. Não sei como me encontro em relação a Season Finale, espero que esta tenha as boas intenções que este tivera, mas que não cometa os mesmos erros de iniciantes que este cometera.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s