Hart of Dixie: 1ª Temporada (2011)


A série propunha diversão, bons momentos, leveza e nos primeiros episódios conseguiu isso mesmo, apresentar uma história fresca, divertida, dando-lhe sempre aquele toque familiar de terra abandonada no espaço e no tempo, onde todos os dias há motivos para novas festas e tradições. A presença de Rachel Bishop, juntamente com Wilson Bethel contribui-o para os momentos mais hilariantes da série, bem como para a própria qualidade da mesma. A meio da temporada a série deixou de apostar na interação entre Zoe e Wade e a série ressentiu-se, para além disso começou a roleta do vai-não-vai. A história estagnou e algumas decisões acabaram por revelar-se erradas, nomeadamente no que diz respeito ao triângulo amoroso. A ilusão da primeira metade perdeu-se e a série começou a irritar-me pela falta de decisão, de evolução, ora Zoe era empurrada para Wade ou derretia-se por George. Num dia Wade queria dar um rumo à vida, no seguinte encontrava-se bêbado nos braços da ex. Espero sinceramente que a série corrija esse aspeto, pois se assim for a série tem potencial, mas se continuar na enrolação será mais do mesmo.

Melhor Personagem: Wade, podia escolher Zoe, mas algumas das suas decisões na metade final da temporada acabaram por irritar-me. Wade além de contribuir para a felicidade feminina quando aparece em tronco nu, é dono de um humor muito característico e juntamente com Zoe conseguem proporcionar-nos ótimos momentos.

Pior personagem: George, era juntamente com Zoe as personagens que mais aguardava mas se a segunda não desiludiu, George está a anos-luz do aclamado Jason Street. A personagem é chata e o ator ainda não conseguiu demonstrar a sua mais-valia na série, a não ser dar asas ao triângulo amoroso e mesmo assim perde por muitos para Wade.

Melhor História: Praticamente todas as que envolveram Zoe e Wade, mas especialmente a da tempestade. Adorei toda a conversa entre ambos e a tensão sexual existente. Adorei o puxão de orelhas a Zoe com a conversa do golden boy e da golden bride, bem como as consequências e o envolvimento finalmente.

Pior História: A falta de decisão e a existência de um volte-face constante, especialmente na última história pensei realmente que a série iria apostar em Wade e Zoe mas a indecisão mantém-se.  

Melhor Episódio: 1×18- Bachelorettes & Bullets, um episódio que teve vários focos e conseguiu equilibrar todas as ações e finalmente mexeu com o ritmo e desenvolvimento na série.

Pior Episódio: 1×20 – The Race and the Relationship, um episódio que me irritou principalmente pela ingenuidade de Zoe perante os sentimentos de Wade.

Expectativas: Decisão, rumo, mudanças e espero sinceramente que Zoe opte por Wade, pois Zoe e George só tornaria a série mais desinteressante. Estou bastante curiosa para saber como irá Zoe lidar com a reviravolta que a série sofreu nos instantes finais. Assim como irá Lemon reagir à perda do noivo. Espero que a série volte aos eixos e recupere a qualidade que conseguiu apresentar em alguns episódios da temporada de estreia. Até Ourubro então, fellows de Bluebell.

3 thoughts on “Hart of Dixie: 1ª Temporada (2011)

    • OMG! Comecei a ver a serie, mas era entediante e desisti antes do 6º episodio+1 Igualmente, e sinceramente? Não me arrependo… Ela está na corda bamba logo será cancelada… Não sei se essa 2ª temporada vai conseguir fazer os americanos verem a serie, já que ela foi bem sofrida de audiência em sua 1ª Temp.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s