Saving Hope (1×09) – Bea, Again


Depois de uma pequena pausa voltamos a Hope-Zion e afinal nenhuma mudança drástica ocorreu no estado de saúde de Charlie. Depois de desligar o suporte de ventilação, pensava-se que aos poucos deixasse de respirar e morresse. No entanto durante 24 horas manteve uma respiração normal e continua assim o mistério de qual o seu destino.

Durante estas 24 horas assistimos a algo não muito diferente daquilo que a série já nos habituou, ou seja, todo o sofrimento e esperança de Alex, desta vez contratando uma advogada para tentar uma apelação no caso de Charlie, mas sem sucesso.
Em paralelo surge aquilo que mais gostei neste episódio: o caso de Bea, uma rapariga que há quatro anos atrás tinha sido diagnosticado um linfoma de Hodgkin e volta agora para uns exames de rotina; e o caso da mulher paraplégica que passados dois anos volta a andar.

Quanto ao caso de Bea gostei essencialmente do caso em si, todo o suspense quanto à descoberta do verdadeiro diagnóstico, e também da retrospectiva que nos sobre o desenvolvimento da relação entre Charlie e Alex há quatro anos quando estes se conheceram. Em relação ao segundo caso gostei não só pela sua história e desenvolvimento do diagnóstico, mas porque mais uma vez mostra um amadurecimento e personalidade de Joel que durante a marioria os episódios iniciais não houve. Este tem sido o que mais tem crescido nos últimos episódios enquanto o resto continua um pouco na mesma ou a caminhar a um passo muito lento.

No final surge mais um possível solução para a situação de Charlie, ou seja, tal como Bea foi mal diagnosticada, também Charlie poderá ter sido, abrindo então uma nova porta e uma nova esperança. Claro que neste final a curiosidade desperta, pois, afinal, o que quero é ver o problema de Charlie resolvido de uma vez por todas.

Mais uma vez, um episódio satisfatório, com alguns bons momentos e com um final que leva a alguma curiosidade em saber o passo seguinte, mas que, no geral, me leva a pensar que não há mais espaço para esticar e inventar, para mudar mais uma vez o rumo da história em mais soluções para o problema de Charlie, pois a série tem estado presa sempre no mesmo esquema, chegando a um ponto que começa a ser difícil prender o meu interesse. Claro que este problema poderá ser facilmente resolvido, pois a final da temporada aproxima-se e com ela esperamos ver finalmente Charlie acordar. No entanto, se isto não acontecer em breve, terão de ter muita imaginação para conseguir dar uma volta a esta história de forma a manter o interesse.

2 thoughts on “Saving Hope (1×09) – Bea, Again

    • Precisamente, voltou ao mesmo… E anda sempre a mudar de solução para o problema, o que faz andar sempre à volta do mesmo. Não são assim tantos episódios, e já estou cansada. E infelizmente, saber que a série vai ter segunda temporada (apenas não se sabe ainda se a NBC compra ou não), baixa a minha expectativa em relação aos restantes episódios, pois já estou mesmo a ver que ele não acorda para continuar numa segunda temporada e isto não dá p engonhar mais…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s