Bunheads (1×08) – Blank Up, It’s Time


Ainda bem que Fanny voltou para Bunheads, pois estava realmente com saudades da personagem. Depois de uma folga em algum SPA perdido no continente, a professora retornou com força total, mais irônica, cheia de amor para dar e mandona ao extremo para colocar em ordem o quadrado chamado escola de balé. O que eu senti falta foi um comentário de Fanny com relação às aulas estabanadas de Michelle. Ela falou da turma, mas não do empenho da nora e eu queria muito que a madame fizesse uma piada enfadonha. Porém, Fanny está mais didática devido à temporada de apresentações do grupo.

Quando comentei cheia de amor para dar, é porque Fanny tem um relacionamento com o pianista boa pinta chamado Michael. Assim como Michelle, super aprovei o namorico. Apesar de não ter visto uma alteração clara na personalidade de Fanny, achei a investida bem articulada para a professora que aparentava viver em função da escola de balé. Dessa forma, conhecemos um lado que jamais imaginaríamos que existisse na mulher, por mais que ela seja engraçada quando é conveniente. Michael a faz sorrir e isso basta. Foi bem bacana a interação do “casal”, com direito a dividir até os cuidados com a louça.

Mas nem de amores Fanny ficou no decorrer do episódio. A dor de cabeça temporária de Michelle foi transferida para a professora e o nome dela é Sasha. Ainda não se sabe por quais motivos a adolescente surtou, sendo que ela passou na Joffrey. O descaso dos pais em Movie Truck pode ser uma explicação, mas não estabelece por completo as novas atitudes da garota que sempre gostou de estar no topo. Sasha gera momentos de desconforto entre Fanny e os alunos por ter resolvido quebrar às regras e não respeitar mais ninguém. Entre um banho de sol e um cabelo pintado, a jovem só quer chamar a atenção.

Eu gostei da forma como Fanny deu uma lição de moral em Sasha. Foi bem merecido. Se com Michelle não deu certo, a professora voltou com o pulso firme. Se o balé não importa mais para a adolescente, que ela vá ser líder de torcida e vá embora. Dou todo apoio à mulher que só quer fazer as apresentações do grupo um sucesso. Se a jovem não quer ser bailarina e prefere agir como uma “vândala”, que vá mesmo. A única coisa que fortalece minha simpatia por Sasha é a amizade com Boo, algo que, pelo menos, ela teve a dignidade de não sabotar.

Boo recebeu os méritos de Sasha e ganhou a dança principal para ser Ginger Rogers, uma estrela do balé. Ninguém bota fé na bailarina, como sempre. Só mesmo Carl, o parceiro de dança, que vê a probabilidade de ser notado pelo talento que ninguém reconheceu. O garoto foi uma estrelinha do episódio, um bom exemplo reanimador para Boo. Embora ele tenha ataques de alegria excessiva, como fazer passos de dança a todo momento, Carl é um personagem bacana, mas que sofre certo bullying por não ser o tipo de garoto que atrai o quarteto de bailarinas. Porém, ele é empenhado e quer fazer a diferença.

Michelle e Fanny esbanjaram o quanto estão mais afiadas com ironias e brincadeiras direcionadas uma a outra. Peço que nunca mais as afastem porque ambas precisam atuar juntas. Depois de um momento de descontração no teatro, Michelle também colhe frutos em uma booty call com Connor, o diretor da peça que dá nome ao episódio (até agora todos se perguntam do que a peça se tratava). Sendo honesta, eu não esperava que Michelle fosse entrar em crise de choro devido à morte de Hubbell. Ela não faz bem esse tipo. Mas o sentimento veio à tona e isso a uniu mais à sogra. Entre chorumelas, ela até consegue inspirar Connor. Os dois formariam um casal estranho, porém, interessante por terem certo complexo com as artes.

Quero muito ver como Boo e Carl se sairão na apresentação, ainda mais agora que ele está magoado por conta da desfeita que Mel e Ginny deram no lugar de Boo. Tudo bem que ele não tem um jeito vingativo, mas ele ficou magoado. Mas a lacuna da vez vai para Sasha e quero muito que ela encontre um buraco para perceber que nada na vida é do jeito que ela quer.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s