The Glee Project (2×08) – Tenacity


Se abrir o dicionário iras encontrar diversos significados para tenacidade, neste caso, a palavra TENAZ se aplica mais facilmente. Algo tenaz é: Difícil de arrancar, algo que custa a extinguir ou destruir. Pode também considerar como algo que prende e agarra com força; que não larga facilmenteEsse tal de tenaz é apertado, estreitopertinaz, teimoso, obstinado, constante, firme ou vigoroso.

Concordo que estas qualidades, resistências ou mesmo aptidões te transformem, mas será mesmo que o melhor exemplo de alguém tenaz é devido a sua capacidade de manter-se acima de um salto alto? Pois é, desta forma Amber Riley é apresentada como mentora do tema “Tenacity” e como amante declarada da rapariga e de sua personagem Mercedes Jones, não poderia deixar de provocar um bocado, claro que só pra não perder o costume já presente desde sempre em minhas reviews.

Após receber o hino das Destiny’s Child, “Survivor” como a lição de casa da semana, Ali, Aylin, Abraham, Blake, Lily, Michael e Shanna se posicionam numa vibrante e bem expressiva performance, alias arrisco dizer que foi um dos melhores desempenhos do grupo, o que deixou a Ms. Riley impressionada, com destaque para Ali, que venceria o desafio pela segunda vez seguida. Aqui vale reforçar o seguinte recado a Turcolina:

“Gata, ninguém aguenta mais esse papo “Sou Muçulmana”, então o dia que tu se transformar numa de corpo e alma, minha personagem favorita em Glee será a Mercedes”.

Esteriótipos, agente se vê em Glee, mas seguindo outra tecla furada, presenciamos Michael, o papel de parede desta temporada, a se debater com Nick nos estúdios, afinal a mais de 546876 semanas ele vem desafinando, perdendo o tom ou qualquer outra falha técnica, de concentração ou excesso de preparo. Enfim, a pressão parece subir ainda mais  quado o nome de Blake veem a equação num comentário da mentora grávida, o que nada mais evidencia que o grandalhão é o Gold Boy este ano – cargo que merecidamente conquista semana a semana com talento e dignidade – e superá-lo será uma tarefa que nem as Leis de Newton conseguirão colocar Michael em vantagem.

Provando o famoso ditado “Pimenta nos olhos dos outros é refresco”, Lily, que pra quem se classifica como uma ex-valentona, tem uma séria dificuldade em receber “bullying”, só prova que é fácil apontar o dedo na cara do outro, quando não se tem estrutura ou pelo menos mostra que não tem, para ser chacoteada ou receber criticas. A Diva tem sido assim desde sempre e é realmente incomodo vê-la ainda na competição, independente de ter uma personalidade forte e uma voz espetacular.

Gazela Murphy ousar dizer que ela poderia ser uma pessoa com qual o público se identificaria. Meu caro, a não ser que você tenha um “Death Wish” muito forte, no fundo qualquer um sabe dizer que lidar com alguém como Lily Mae deve ser um saco, além de um grande tiro no pé de tamanha as dores de cabeça e discussões sem fim que haveriam, ainda mais que Mrs. Murphy adora ser o último a falar.

Aylin é sim uma motherfucker provocadora, mas já vimos que as garotas fazem tipo descaradamente, colocando-se constantemente como arqui rivais e mesmo com ela a ironizar os exageros e altas notas vocais de Lily durante as gravações de estúdio em conjunto, a grandona sabe que não serve pro papel de vítima, mas ainda assim tenta usar suas cartas na manga. Aqui estão duas grandes estrategistas, cujo talento é nato sim, mas digo a todos os Gleeks em ascensão, se quiserem aprender o errado pra chegar no topo, porque parece ser o que interessa, estas duas tem muito a ensinar.

A maior insanidade já apresentada neste programa estava prestes a acontecer, quando é anunciado aos competidores que o vídeo da semana, “Eye of the Tiger” seria filmado num take só, ou seja,  toda a sequência performada dentro de uma quadra com diferentes exercícios e atividades físicas, seriam filmados em sequência. Aqui percebemos o quanto cada significado da palavra “TENAZ” faz jus, pois este foi o mais tenso, cansativo, exigente e sobre humano desafio já criado pelo TGP e somente os fortes ou diria, os aspirantes a Rocky Balboa, conseguiriam vencer, o que garanto que saber ou não sustentar-se num salto, não se aplica.

É agonizante ver o contador Take 12, 13,14 e assim sucessivamente aparecendo na tela, pois um leve escorregão, tropeço ou mera dificuldade em se trocar de roupa durante os takes, prejudicaria toda a sequência, cujo erro individual, acarreta na performance do grupo como um todo e é aí que o trabalho em equipe fala mais alto.

Shanna passa mal ao ponto de vomitar e Abraham torce seu tornozelo, o que soa depois meio forçado e uma maneira dele se escorar na dificuldade do desafio e com uma trollagem bem ala Glee, Lily recebe ajuda de Aylin para trocar suas calças. O grande problema ao final fica por conta da última cena, onde após formarem uma torre humana, Ali deveria acertar a bola na cesta de basquete, fechando com um grito cansado e bravo de “THE EYE OF THE TIGERRRRR”.Após mais de 34 tentativas, o grupo decidi mudar a estratégia, erguendo a cadeira de Ali, colocando-a fica mais próximo a cesta, fechando de vez a gravação, para alivio completo dos Fantastic 7 e também da produção.

Aqueles que mais tiveram exigências foram Ali, que mesmo com sua limitação física, foi uma das que mais mostrou fibra e força, sem contar como cresceu nas últimas semanas; Blake, que subia e descia toda a arquibancada cantando; Shanna que corria e também carregou Blake numa espécie de carrinho de mão e Aylin que deveria saltar diversos obstáculos, alias diria que ela foi master guerreira, pois nem consigo imaginar o que é pular uma vez, quanto menos mais de trinta vezes.

Salvos com louvor, ficam pra trás aqueles que se debateram durante a semana: Lily, Michael e Abraham, figuras já carimbadas no Bottom Three, que fariam mais uma apresentação para Gazela e sua turma, o que para um deles poderá ser a última. Lily ganha o direito de cantar “I’m the Greatest Star” da Barbra Streisand, o que permitira a ela mostrar seu lado teatral e descontraído; Michael cantará “Brick” – pro meu desespero por se tratar de uma canção do meu amado Ben Folds – e por fim, Abraham cantará a difícil “Man in the Mirror” do Rei do Pop.

Lily mostra mais uma vez que o fato de estar no Bottom Three não a impede de mostrar seu talento, entregando diversão, descontração e qualidade vocal, mas o divertido mesmo é quando Murphy pergunta a ela porque se abalou tanto durante o desafio, que nada mais foi do que o impacto dos comentários de Aylin, o que a Gazela rebate como “Eu amo uma briga de galinhas” ou como já sabemos “Quero mais ver o circo pegar fogo”. Alguma dúvida que elas não irão pra final?

Michael faz seu melhor em termos de performances “salva vida”, mas ainda assim me enstristece ver este menino papel de parede cantar uma música tão linda e originalmente perfeita, mas enfim, chega a vez de Abraham, que surpreende e faz um performance limpa e séria, porém põe tudo abaixo mais ainda quando toma a atitude de voltar pro palco, achando que suas suplicas e seu salto ala Adam Lambert iriam mantê-lo. Humilhando-se ao ponto de fazer crescer cabelos na careca da Gazela, a Diva asiática assina de vez seu atestado de óbito e se sua eliminação já estava mais do que óbvia, pro deleite da produção, sua atitude somente “facilitou” a decisão de que ele seria o eliminado.

E assim o garoto cheio de atitude e com um pouco de relutância com seu eu interior a principio, deixa a competição, mas apesar de não gostar de sua lambeção e jeito nada espontâneo que as vezes soou como falso, foi triste vê-lo partir, pois no começo torcia muito por ele, apesar de nitidamente estar atrás da preferência e do que a Gazela e sua turma procuram. Falando nisto, com a série de improvisos que acompanhamos nos anos que se passaram, como acreditar que há um roteiro dentro do roteiro de tudo que corresponde a Glee?

Artigo preparado por: Mary Barros

3 thoughts on “The Glee Project (2×08) – Tenacity

  1. Foi um bom eps!

    Realmente os destaques foi para Blake, Ali, Aylin e Shanna. =)

    Ah, sinceramente eu estou odiando a Lily, e o pessoal quer que as coisas peguem fogo entre ela e a Ali kkkk

    Que cena ridículaaaa do Abraham kkkkkkk!!! Eu ri demais, pqp viu kkkk
    Finalmente ele saiu.
    Michael tem 90% no próximo! u.u Apesar de ele ser uma graça, as falhas dele está cada vez mais frequente, ai fica complicado demais!

    Até a próxima Mary, bjos (:

  2. Só eu é que achei este episódio surreal e de mau gosto? I mean, aquilo foi pura tortura para entretenimento do juri!
    Ok, o tema da semana é tenacity, mas também não é preciso exagerar! Acho que foi demais. Muito esforço físico para eles. A não ser claro que isto de ser tudo num take ser tudo uma grande farsa (até porque eu no vídeo não vi um pingo de suor nas roupas de ninguém, muuuito estranho, e não me parece que eles mudem de roupa em cada take…)
    Enfim. Quanto ao HWA, Blake deveria ter ganho, foi o que mostrou mais garra, talvez. Mas Ali também não esteve mal. Ela vem-me conquistando semana a semana, apesar de não ter das melhores vozes, é uma concorrente forte. Não a vejo com a vitória final, mas quero que ela vá longe.
    Já dei a minha opinião quanto ao vídeo, foi de muito mau gosto. E a cereja no topo do bolo forem, no fim de aquilo tudo meterem a Ali a tentar colocar a bola de basket no cesto! É muita trollagem! Ao menos, no fim chegaram ao bom senso de a levantarem para ela conseguir mais facilmente…
    Bottom 3, foi justíssimo esta semana (é de admirar!). Abraham diva ahahahahahah adorei quando ele voltou ao palco e teve aquele ataque, aí eu gritei logo TOMA, VAIS PARA CASA JÁÁÁ! (ok, desculpem o entusiasmo). Mas fiquei revoltado porque ele poderia ter ido para casa a semana passada, e a Nellie saiu a semana passada para ele sair logo a seguir… O coração de uma pessoa não aguenta…
    Ah, e uma grande salva de palmas para a Shanna que MAIS uma vez mostrou-se super profissional. Parabéns S, deverias ir à final (…)
    Fico à espera da review do próximo episódio, que eu ainda tenho muita revolta para descarregar!
    XOXO

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s