Bunheads (1×06) – Movie Truck


O cenário desse novo episódio de Bunheads foi uma sessão de cinema dentro de um caminhão, no que parecia ser um circo. O local ambientou duas histórias diferentes dentro da trama: o aniversário de Michelle e os conflitos internos de Sasha com a família.

Vamos começar por Michelle. Ela tem toda sua festa programada até Fanny sabotá-la, sem querer querendo. A professora foi curtir uma temporada no SPA e realmente quer que a nora comece a dar aulas. Pelo visto, a mulher forçará a barra para que isso aconteça. Morri de rir com as cenas do pole dance e a tentativa funesta de Michelle em treinar para dar aulas às donas de casa de Paradise. Além das cenas comuns e divertidas da protagonista, Talia e Truly se unem na doideira do clima festivo e formam as Charlie’s Angels mais bizarras do momento.

Depois de um clube do livro com 50 Shades of Gray (por favor, não leiam esse livro), Truly revelou o lado Rachel Berry. Sem considerar a parte destemida da personagem de Glee, a ex-namorada de Hubbel mostra que realmente parou no tempo. Ela tem uma mente de criança e explora isso no design de roupas. A infantilidade fica evidente nas estampas de pato e um casaco com cabeças de ursinhos de pelúcias. Miranda Priestly surtaria! A ingenuidade de Truly é bem diferente da que faz parte de Boo. Por não conviver com pessoas da mesma idade e aguentar as vizinhas caducas, a jovem fez certo em querer sair da rotina e aproveitar os momentos inéditos da confusão adulta.

O quarteto formado por Sasha, Boo, Mel e Ginny se reúnem em mais uma tramoia. Por serem menores de idade, elas entram às escondidas na sessão dentro do caminhão graças a Charlie. A cena não rendeu tanto pano para a manga, nem Boo querendo ficar com o irmão de Mel, mas serviu de background aos atritos de Sasha e a família. Realmente, a menina não existe para eles. Ambos agem como se a adolescente fosse uma estranha e não me espanta o fato dela ser muito amargurada por causa disso. Mesmo ranzinza, ela tenta ser uma boa amiga e sempre busca um meio para contrariar os pais para ver se eles a notam.

Michelle, Talia e Truly unidas foi incrível. Michelle bêbada e se empanturrando de cupcake também foi um máximo. Eu só tenho elogios à personagem. A dançarina ainda luta contra seus anseios com relação a nova vida. Michelle supõe que deveria ser feliz ao estar em Paradise e se lembra de Hubbel. A jovem não percebe que precisa voltar para a dança com urgência, pois por mais que lute contra, é lá que seu coração reside. Quero mesmo que Fanny continue com a “trollagem” para que ela comece a dar aulas. Depois de uma temporada de dívidas, nada mais justo para a professora dar uma escapulida e ter a nora à frente dos negócios.

E qual é o impasse com o pai de Sasha? Desde o Piloto, comenta-se que ele é homossexual, mas até agora não houve nenhuma confirmação. Será isso que virá logo a seguir para derrubar a garota mimada do pedestal? Falando nela, achei bacana a sacada de explorar os sentimentos ruins da personagem, por meio de uma dança “clássica” voltada para o folk no final do episódio. Foi um espelho muito claro do que ela tem guardado no peito. Dou todo apoio para ela ir para Joffrey e trilhar o próprio destino.

Artigo preparado por: Stefs Lima

3 thoughts on “Bunheads (1×06) – Movie Truck

  1. Mais um episódio divertidíssimo, pois se Michelle já era muito engraçada, bêbada então… Mas Sasha foi também neste episódio a estrela. Desde o inicio que gosto muito do personagem e continuo a gostar cada vez mais do seu desenvolvimento e também do desempenho da actriz na sua interpretação. E gostei muito da dança final, até porque também gosto muito mais deste estilo, mais do que daquele ballet “puro” digamos… Desculpa-me se não conseguir explicar muito bem nesse área porque eu não percebo muito de dança.

    ***

    • A Michelle arrasa de qualquer jeito né? Tô louca pra ver o próximo episódio Hahahaha a promo está sensacionallllll.

      Vc tinha falado que gostou da Sasha à primeira vista. Eu só simpatizei com ela agora pq ela deixou de ser chatinha. Agora ela só é implicante, mas sabemos por qual motivo.

      Beijão😀

  2. Pingback: Bunheads (1×08) – Blank Up, It’s Time « A Casa das Séries

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s