Ontem, Hoje e Amanhã: Well Fernandes


Damos inicio aqui a primeira grande série de colunas especiais da Casa de Séries. Durante as próximas semanas cada colaborador acrescentará sua opinião sobre determinado assunto, criando assim uma interação com todos vocês e criando discussões saudáveis e interessantes.

 A coluna Ontem, Hoje e Amanhã se resume na expressão, em pequenos textos, de séries que marcaram o nosso passado, de séries que estão por nos deixar entusiasmados no presente e de séries que, mesmo antes de sua estréia, já causam aquelas sensações incríveis que poucas palavras são capazes de classificar.

Estrearei esta coluna expressando cuidadosamente minha humilde opinião sobre séries que classifico importantes e marcantes para a minha vida televisiva. Não classificarei séries nesta coluna pela sua qualidade, mas sim pelo efeito que esta traz consigo, pela mensagem que esta nos passa e pela maneira com que esta se conecta com o telespectador. Ou seja, classificarei séries que tiveram uma importância, uma influência em minha tão pacata vidinha de garoto do interior.

 Sem mais delongas, vamos logo falar de séries:

 House M.D.

 Lost sempre será minha grande paixão, sempre será a série que fora capaz de mudar minha vida. Porém decidi prestar homenagem a outra grande série que se despediu de nós nesta última temporada. House pode ter se perdido durante os anos, pode não ter apresentado temporadas tão boas como as suas primeiras, porém a série sempre será um grande exemplo de qualidade televisiva.

 A série sempre procurou uma maneira de nos conectar com seus personagens, sempre procurou uma maneira de conectar histórias reais, problemas reais com as tramas que seus personagens estavam por enfrentar. E o que falar sobre Gregory House? Para não me prolongar falarei apenas que este é um dos melhores personagens que já tive o prazer de conhecer profundamente no universo televisivo.

 House é um marco televisivo, uma série para ser assistida repetida vezes, uma série insubstituível. Não importa quantas séries médicas eu venha a assistir no meu futuro, não importa quantos personagens ignorantes, egocêntricos, egoísta, manipuladores eu venha a conhecer durante os próximos anos, tudo isso sempre remeterá a House e a série sempre será lembrada e esta lembrança sempre me trará um grande sorriso.

 Menção Honrosa: Lost, Veronica Mars, Battlestar Galactica e One Tree Hill.

 Nikita

 Aqui poderia ser facilmente citadas um seleto grupo de séries, séries como a épica Game of Thrones, a emocionante Shameless, a misteriosa Homeland e a fantástica Fringe. Mas não, apesar de todas acima serem merecedoras de tal citação, escolhi outra série que está por ser fantasticamente brilhante, mas que também está por ser pouco notada pela mídia especializada. Trata-se de Nikita, a fantástica série de espiões da The CW.

 Nikita está por ser um marco na história da emissora, está por ser elogiada em todos os meios possíveis, apresentou uma temporada incrivelmente constante, brilhante e magnífica. Sua audiência é terrível, porém esta é a série que representa o maior amadurecimento que a The CW já teve em seus poucos anos de história.

 Apresentando um drama adulto, cheio de reviravoltas e com grandes momentos de tensão, Nikita é uma série perfeita para quem busca ação, emoção, um roteiro inteligente e personagens cativantes. A série já havia me conquistado em sua temporada inicial, porém fora nesta segunda que me apaixonei completamente pela trama dos espiões. Sendo assim, Nikita é a série que escolho para representar o meu presente, pois o roteiro, assim como a minha própria vida, é cheio de reviravoltas, traições, porém nunca lhe falta momentos onde a amizade e amor prevalesce.

 Menção Honrosa: American Horror Story, Game of Thrones, Shameless e Fringe

 Hannibal

 Como a NBC sempre parece ter os pilotos mais interessantes e nunca se dar bem com estes? Bom, alguns apresentam uma qualidade decepcionante, outros já são inteligente demais para o público da TV aberta americana. Hannibal, série que estreará na Mid Season americana, poderá estar em um dos grupos citados acima, ou seja, ou será um desastre total, ou será bom demais para o público americano possuir algum apreço.

 Quem nunca ouviu falar sobre o serial killer Hannibal Lecter? Ou sobre a atuação magnífica de Anthony Hopkings em O Silêncio dos Inocentes? Todos os filmes, alguns aquém das minhas expectativas, sobre o serial killer possuem o seu charme, possuem a sombria e tensa mente assassina do protagonista. Este projeto da NBC possui todos os elementos para ser uma grande série, possui uma trama que já se mostra tensa desde o inicio, possui uma atmosfera sombria e misteriosa. Ou seja, possui todos os elementos que me atraem em uma série.

 Mesmo achando que a série se daria melhor em alguma emissora fechada, quero e estou por acreditar neste projeto da NBC. Hannibal é, sem dúvida, a nova série que mais aguardo para acompanhar nesta temporada 2012/13.

 Menção Honrosa: Revolution, Last Resort, 666 Park Avenue e Do No Harm.

 E você concorda, ou discorda, com as minhas escolhas? Não se esqueça de deixar aquele comentário esperto mostrando as suas escolhas e argumentando suas opiniões. Na próxima semana teremos mais Ontem, Hoje e Amanhã e aguardo a presença de vocês prestigiando, ou criticando, esta nossa nova coluna.

Artigo preparado por: Well Fernandes

9 thoughts on “Ontem, Hoje e Amanhã: Well Fernandes

  1. Voltou o Ontem, Hoje e Amanhã! Que foda!

    Lembro que eu fui o único(sem ser da equipe) que teve coragem de mandar um texto sobre O meu Ontem, Hoje e Amanhã kkkkkk
    Tenso, mas adorei muito ter participado *-*

    Well, que bom encontrar Nikita ai *.* Muito foda!!
    House eu não vejo, mas são muitos elogios a essa série, e um dia eu vou acompanhar. (:
    Eu estou ansioso para Hannibal!! Tomara que não nos decepcione \o/

    • Allo wellzito…ora bem House será sempre lembrado tb por mim com nostalgia, mas infelizmente com as mudanças na equipa e a falta de tempo, acabei por desistir da série, tendo no entanto visto o seu final. House será sempre uma personagem memorável e marcante no mundo das séries. Relativamente a Nikita não me posso expressar, pois nunca segui. Já Hannibal sinceramente tenho muito receio, afinal desenterrar “mortos” e tentar substituir Anthony Hopkins é quase impossível, pelo que não tenho assim tantas expectativas mas espero estar enganada.

      • Ah Filipa, bem que tentei algumas vezes abandonar House, mas havia sempre algo que acabava me levando de volta ao médico mais maluco, psicopata egoísta e egocêntrico que já vi na televisão. Ao menos você viu o seu final, mas ainda assim há episódios que valem a pena serem vistos, como Nobody’s Fault (8ª Temporada) e os excelentes Bombshell e After Hours (7ª Temporada).

        Então, sei que Hopkins é insubstituivel no papel de Hannibal, mas ainda assim esta é a produção que mais me chamou a atenção nesta nova temporada. Mas vamos esperar e ver o que está irá nos trazer…

        Atts

    • Ahhh meu querido… As coisas boas um dia tendem a voltar,certo?

      Lembro disso também, fora lá no extinto Portal… Caso queiro enviar a sua novamente basta enviar para o nosso email, casadeseries@gmail.com, que será um prazer publicá-la.

      Ahh Nikita merece, não? Você bem sabe o que esta mulher aprontou nesta excelente segunda temporada.

      Já Hannibal, vamos ver o que NBC vai aprontar com o mestre dos seriais killers.

      Atts

  2. Não posso concordar mais com a tua escolha em relãção a House, e faço das tuas palavras as minhas. House foi a primeira série que eu comecei a ver “a sério”, lembro-me perfeitamente de ter assistido o primeiro episódio e achar que não havia melhor personagem que Gregory House. Realmente é aquele personagem que qualquer um que apareça nos mesmos moldes terá a grande probabilidade de ser apenas uma reles imitação. House será realmente um clássico do mundo da tv.
    Quanto a Nikita também não comento, e Hannibal não me parece que seja muito o meu género, mas talvez mude de ideias…

    ***

    • Ah House… Que personagem, que mito! Ainda hoje chego a acreditar que não há personagem melhor do que House, aliás o coloco no mesmo patamar do excelente Sherlock e do magnifico Walter (Breaking Bad). Enfim, House é a alma da série e um mito na história da televisão americana e nunca será esquecido.

      Nossa, será que ninguém assiste Nikita? Se tiver um tempinho e for fã de uma boa série de ação dê uma chance, realmente vale a pena.

      E Hannibal… Bom, vamos ver o que está série está preparando para nós…

      Atts

      • Eu gosto muito de séries de acção, e lembro-me de ver um bocadinho de um episódio um dia na tv e achar que poderia gostar, mas o problema é o tempo. Pode ser que um dia eu veja sim… **

  3. Eu acho tão dificil definir uma série favorita, porque de tantas que acompanhamos cada uma deixa uma recordação, algum personagem siginificativo.

    E sobre as séries que estão por vir, eu também não gosto de criar expectativas, porque normalmente isso gera algum tipo de decepção.

    • Nem me fala da dificuldade que é escolher uma série favorita, principalmente com tantas séries que sempre acabam por nos conquistar… E olha que tinha até me esquecido de citar The Vampire Diaries na minha lista, que é, com certeza, uma das séries que mais me dá prazer ao assistir.

      Também tento não criar expectativas em relação as novatas, mas não consigo, quando me vejo já estou especulando e buscando a perfeição. Sendo assim, decepção é uma palavra extremamente comum em meu vocabulário.

      Atts

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s