The Newsroom (1×03) – The 112th Congress


 

Do you wanna play golf or you wanna fuck around?

 Soberbo. Não encontro palavras ou uma maneira correta para descrever minha opinião sobre este fantástico episódio de The Newsroom. A série está por superar minhas expectativas e, apesar de não nos trazer nada de revolucionário, está por fazer um primoroso trabalho, se prendendo em detalhes e os tornando grandiosos.

 The 112th Congress fora o ápice da série até o momento, todos os ótimos elementos que esta já havia nos apresentado anteriormente foram encontradas com precisão e facilidade neste fantástico episódio. Este terceiro episódio conclui com perfeição a fase de adaptação que o News Night estava por sofrer. Na premiere tivemos o começo da mudança, no episódio anterior tivemos a adaptação às mudanças e neste episódio tivemos a conclusão das mudanças, os resultados que estas trouxeram. Sendo assim, tivemos um episódio tenso, forte, impactante, crítico e demasiadamente interessante.

 Dividido em três monólogos, ou atos, The 112th Congress trabalhou com redenção, relações amorosas e conseqüências, cada um a seu tempo, sem atropelar e sem precipitar tramas. O primeiro ato fora a redenção, o magnífico pedido de desculpas a audiência americana de McAvoy já dera o tom que o episódio teria, a intensidade de suas palavras, a colocação de suas frases, fora tudo muito bem elaborado e escrito, uma das maiores qualidades das tramas de Sorkin. Com a redenção de Will e a crítica mais do que direta aos atuais jornalistas, o episódio tem o seu inicio e daqui em diante as coisas apenas melhoram.

 O segundo ato é o resultado de todo um novo projeto. News Night 2.0, como é chamado pela Mac, finalmente ganha vida e apresenta-nos ao verdadeiro jornalista que Will é. Políticos, grandes empresários, outros poderosos e importantes da política e da cultura norte-americana sofrem com as perguntas certeiras do jornalista. O New Night possui uma única missão por agora e esta não é centrada em lucro para a emissora, mas sim de informar o telespectador. Na véspera das eleições do congresso americano, Will assume a missão de tentar esclarecer estes sobre seus candidatos e sobre sua obrigação de exercer o seu direito democrático.

 Paralelamente aos três atos tivemos relacionamentos a serem desenvolvidos. Gostei da maneira com que o roteiro desenvolve os relacionamentos de Will e Mac e o triângulo amoroso da série, Jim, Maggie e Tom. São relacionamentos que não ganham muito destaque, porém que complementam a trama e a deixam mais humana.

 O ato de encerramento surgiu poderoso, cheio de referências religiosas e uma analogia interessante. O terceiro ato veio como uma poderosa crítica a emissoras. O poder que estas se recusam a exercer por temer pessoas no poder. Will está deixando pessoas com medo, o formato de seu programa fora feito para revelar a verdade e muitas verdades sobre o sistema político e sobre os próprios políticos não podem ser descobertas, muito menos serem ditas para conhecimento geral de toda uma população. Temendo represálias, a diretoria do canal dá um ultimato a Charlie, ameaçando destruir a carreira de Will caso este não pegue mais leve com os congressistas recém-eleitos.

 Mostrando uma clara crítica ao eleitorado americano, aos congressistas americanos, aos jornalistas americanos e a emissoras americanas, The Newsroom compôs um episódio bem próximo da perfeição, superando qualquer expectativa que antes havia.

E é apresentando uma qualidade acima da média que The Newsroom vai se tornando uma das jóias mais raras da Summer Season.

 

Artigo preparado por: Well Fernandes

15 thoughts on “The Newsroom (1×03) – The 112th Congress

  1. Eu disse na ultima crónica relativa ao ep 2 que este era ainda melhor. Um fantástico episódio de uma excelente série.

    Melhor que esta não vejo nesta altura e esse episódio foi tudo o que quero numa série.

    Hoje vou ver o seguinte, o ep 4, expectativas altas.

    E POR FAVOR AMERICANOS VEJAM ISSO PARA EU NÃO LEVAR COM UM CANCELAMENTO DEVIDO A BURRICE DE TERCEIROS!!!

    • Sim, lembro de ler o seu comentário e ficar ainda mais ansioso para ver o episódio… E este fora realmente fantástico.

      Acredito que os grandes nomes da Fall Season se resumem a The Newsroom e Breaking, que por sinal apresentou uma premiere excelente.

      Ainda bem que a série já fora renovada né… Pois depender dos americanos para dar sustentabilidade a uma série é complicado, principalmente quando estes mostram ser portadores de um gosto estranho.

      Atts

  2. Concordo em absolutamente tudo que você falou e essa série tá imperdível mesmo, faz tempo que não me animo tanto com uma série assistindo só os 3 primeiros episódios,aguardo super ansiosa o 4º episódio.

    E ainda bem mesmo que a série já foi renovada,e torço muito pra ela fazer um grande sucesso para nos render várias ótimas temporadas,o que eu acho que renderá,se continuar nesse ritmo

    • The Newsroom está realmente imperdível, não? A série está por conquistar-me cada vez mais e também estou muito ansioso para o 4º episódio, que se intitula I’ll Try to Fix You, que faz um referência clara a minha música favorita do Coldplay. Não tem como não ficar ansioso…

      Também fico feliz com a renovação. A série fez por merecer, está por apresentar um começo de temporada excelente e possui potencial e tramas para novas temporadas.

      Atts

  3. Ótima série, finalmente Breaking Bad tem uma companheira para a Summer Season.

    Uma dúvida: o blog acompanha as séries conforme saem nos EUA / Internet, ou na Televisão Portuguesa?

    • Sim… Finalmente temos uma série a disputar a dominar a Summer Season ao lado de Breaking Bad.

      Então, estou acompanhando conforme sai para download. Como escrevo o review da série, espero sair a legenda e está costuma sair por volta de domingo. Sendo assim, acabop lançando o review quando o próximo episódio já saiu… Mas estou por acompanhar o programação americana da série.

      Atts

      • Entendo. As equipes que legendam estão fazendo um bom trabalho, pelo que li por aí, mas eu não tenho paciência para esperar e acabo assistindo com legenda em inglês mesmo.

        Acho que essas equipes deveriam dar mais atenção à Newsroom em relação ao tempo de tradução. É de longe uma das melhores estreias que tivemos na televisão nos últimos anos, com certeza a melhor de 2012.

        De tempos em tempos, a TV americana ganha uma nova leva de séries geniais, vide The Soprano, Six Feet Under e The West Wing, depois Dexter, Breaking Bad e Mad Men, e agora, nos últimos dois anos, Boardwalk Empire, Game of Thrones, e acho que Newsroom chegou para solidificar essa nova leva. Pena que nem todas são tão populares.

        O último episódio, o quarto, foi simplesmente brilhante. Me arrepiei do início ao fim da música na reta final. Fico procurando um lugar para comentar, mas nunca tem review pronta devido ao fato de não ter legenda em português ainda. Uma pena.

        • Então, estou até por estranhar o fato da demora de The Newsroom… Não é uma série desconhecida. mas não reclamo, os legenders fazer este fantástico trabalho gratuitamente e seria muita sacanagem ir lá e falar que a legenda está demorando. Mas acho que The Newsroom merece um pouquinho mais de atenção.. #prontofalei

          Não assisto Boardwalk Empire, e nem tenho uma razão para justificar isso, porém GoT é um épico e The Newsroom é tão bom quanto, ao menos neste inicio de temporada. E sim, já está na hora de uma nova leva de clássicos da tV fechada surgir… Mas acho que o trio Dexter, Breaking Bad e Mad Men será tão insuperável como Grey’s Anatomy, Lost, Desperate Housewives e House é para a TV Aberta. O Safra boa de 2004!

          Então, não confio ainda no meu inglês para confiar em assistir um episódio com legenda original, principalmente uma série que se utiliza de uma linguagem rápida e dinâmica, fora que ainda temos os termos… Enfim, vamos esperar que a legenda decida sair mais cedo, pois quanto mais cedo esta sair, mas posso começar a preparar a próxima review…

          Ah o título já fala tudo sobre o episódio… Tenho a certeza de que este será bem emocionante.

          Atts

    • Como assim não está por acompanhar The Newsroom Sr. Ander?

      Acredito que não irá se decepcionar mesmo… É uma série com uma trama simples, porém execelentemente escrita, soberbamente bem interpretada e dinâmica. Sem mencionar as críticas diretas e indiretas que esta faz a mídia de comunicação e ao governo americano. É realmente uma excelente série.

      Atts

            • O quarto episódio tem um esquema diferente.

              O episódio evolui de forma morna, ou seja não é excelente nem mau na maior parte do tempo. Flui naturalmente mas também não atinge nenhum climax.

              Contudo os últimos 15/20 minutos são do melhor que já vi. em TV. Simplesmente geniais. A sensação com que fica é que o bolo é bom mas a cereja é muito melhor que o resto do bolo todo.

              Excelente final. Domingo há mais e ainda bem pois uma semana custa e não é pouco.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s