Rookie Blue (3×06) – Coming Home


A primeira impressão que tive ao finalizar este episódio e de que este fora mais um bom episódio de Rookie Blue. Porém, após pensar sobre o que realmente aconteceu nestes quarenta minutos, chego á conclusão de que neste episódio houve uma tentativa de ser bom, porém pequenas falhas surgiram e tudo saiu do controle. Não fora um episódio ruim, qualquer um que se encontrar descontraído ou distraído pode se ver gostando do mesmo, porém, após analisar todo o contexto, podemos perceber que as tramas aqui trabalhadas foram superficiais e jogadas à nossa frente sem preparação, como se fosse uma tentativa barata de nos emocionar.

 Vamos começar por Andy. Não é culpa da personagem ou de sua mãe o fato de que sua história soe falsa e superficial. A culpa é do roteiro que não soube como traduzir a passagem do tempo e relacionar esta com a relação de ambas. Este episódio passa um mês após os acontecimentos do anterior, ao menos fora o que entendi ao ouvir Sam dizer que faz apenas quatro semanas que McNally reencontrou a sua mãe. Sendo assim o que encontramos é um relacionamento mostrado ás pressas, não tivemos a oportunidade de conhecer o inicio deste e somos jogados diretamente no meio.

 Após perceber a passagem de tempo, as coisas começam a soar ainda mais estranhas. Por exemplo, Traci e Jerry, já faz uns três episódios que esta se tornou auxiliar de detetive e só agora, acredito que uns dois meses depois, Jerry quer colocá-la em seu devido lugar. Soou estranho e desnecessário, principalmente quando no final temos tudo a voltar ao normal.

 Partimos então para a promoção de Nick. Este agora não é mais um rookie, mas quanto tempo faz mesmo desde que este entrou? E outra, esta promoção veio sem uma trama com sustância para engrandecer o personagem, esta veio apenas para gerar momentos constrangedores entre este e Chris. Gente, Nick era do exército, ele foi para a guerra, há tantas possibilidades de tramas que o personagem pode nos apresentar e o roteiro decide deixá-lo preso em um ridículo triângulo amoroso onde ambas as partes não estão por ser de utilidade alguma.

 Gostei de trama de Shaw. Porém lamento o fato de reconhecer que esta fora tão superficial quanto à trama de Andy. As razões são óbvias, a relação de Shaw com suas filhas nunca fora mostrada e tão pouco fora mostrada a sua relação com sua esposa, o roteiro nunca nos entregou algo mais detalhado sobre o personagem para que pudéssemos nos emocionar com a história que este teve. Sim, fora uma boa tentativa de nos emocionar, porém foi uma emoção superficial e não espontânea.

 As razões pelas quais a filha de Shaw andou por se rebelar estão explicitas. Mas alguém, por favor, alguém pode me dizer como um traficante, estuprador e sei lá mais o que, se relaciona com a filha de um policial? Podemos dizer que este não sabia, mas alguém em diz em que momento este se mostrou surpreso quando Oliver invadiu o seu apartamento? Como disse acima, fora uma tentativa barata e preguiçosa de tentar criar um drama decente.

 Por últimos temos Dov. Cuja trama neste episódio mostrou ter um grande efeito, o efeito de ser totalmente inútil. Achei que a relação de Dov com Crystal já tinha acabado em episódios atrás e tenho a certeza que não fora somente eu que cheguei a esta conclusão. Então qual a razão de dedicar uns minutinhos deste episódio apenas para realmente nos mostrar que a relação chegou a um final? Gostei desta trama de Dov, mas reconheço que já está na hora do personagem procurar novas histórias.

 Enfim, este fora um episódio que tinha todos os elementos para ser bom, porém contentou-se em tentar ser bom e apresentar um resultado falho. Com diversas falhas na narrativa, na passagem de tempo e na caracterização dos personagens, esta é a primeira vez que me decepciono com Rookie Blue nesta temporada e espero que esta seja a última.

 

Artigo preparado por: Well Fernandes

2 thoughts on “Rookie Blue (3×06) – Coming Home

  1. Este tinha tudo para dar certo. Havia um grupo de personagens com potencial para ser desenvolvido mas novamente ficamos a zeros.

    Mesmo o arco do Oliver falhou redondamente, essa coisa do Dirty Harry mas que não dispara não lhe fica nada bem. Quanto a Andy e a mãe foi mau demais, demasiado artificial.

    Enfim, com Suits e Sons of Anarchy assim como The Newsroom,Falling Skies e Damages admito que o meu interesse em Rookie Blue quase desapareceu.

    • Concordo plenamente.

      O arco de Oliver compensou pela cena final deste com a filha, mas o momentod este com o traficante foram completamente fora de contexto e descaracterizou demasiadamente o personagem. Ao menos se algo mais grave tivesse ocorrido com sua filha, sua atitude poderia ter sido compreendida, mas tudo soou artificial e desnecessário.

      Bom, ainda não estou com tanta decepção com a temporada, mas foram dois episódios fracos seguidos e espero que esta volte melhorzinha na próxima semana.

      Atts

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s