Harry’s Law – 2ª Temporada (2012)


Estou por acreditar cegamente que esta última temporada que passou, a temporada 2011/12, fora uma temporada de redenção para muitas séries, sejam estas veteranas ou novatas. Grey’s Anatomy e Gossip Girl se reencontraram após algumas temporadas perdidas, Happy Endings se endireitou e encontrou o seu caminho e Harry’s Law fora completamente reinventada e reescrita, e tem muitas outras séries que não vou me prolongar comentando.

 Como já ficou explicito, esta segunda temporada de Harry’s Law pouco se assemelha com sua antecessor, e, acreditem, isto é uma coisa extremamente positiva. Após ter tido o seu tão preciso piloto, Wonder Woman, rejeitado pela NBC, Kelly decidiu dar uma atenção extra a Harry’s Law, onde encontrou os erros e os manteve extintos durante toda esta segunda temporada.

 As qualidades encontradas na primeira temporada se mantiveram. Encontramos ótimas atuações, uma Harry ainda mais ácida e casos semanais interessantes. Já os defeitos da temporada anterior foram totalmente extintos, Jenna e Malcolm saíram da série, Adam ganhou menos destaque e se tornou um personagem mais interessante e a série resolveu focar mais em seus casos semanais e na vida de Harry do que focar em bobos relacionamentos amorosos.

 Os novos personagens inseridos nesta temporada também foram agradáveis, trouxeram uma dinâmica diversificada pois cada um apresentava uma personalidade e um temperamento diferente. O mais interessante atrativo de Harry’s Law são os seus personagens, todos estes possuem alguma peculiaridade que os tornam únicos e extremamente cativantes.

 A temporada não teve uma trama central, porém trabalhou com diversos arcos que exploraram todos os possíveis e interessantes personagens da série, sem deixar nenhum de fora. Fora uma temporada exemplar, apresentou casos semanais incríveis, os três episódios iniciais que sustentaram o primeiro grande arco da temporada foram perfeitos, realmente perfeitos. Os diálogos estavam recheados de emoção, os monólogos tentavam e conseguiam nos passar uma mensagem com cada caso, que possuíam uma singularidade que nos prendiam a telinha.

 Séries judiciais não são o meu forte. Para ser sincero, Harry’s Law fora a única que assisti freqüentemente, das demais assistia um episódio solto e me satisfazia com aquilo. E confesso que a série me deixou mais empolgado para adentrar a este mundo onde o tribunal é uma segunda casa e as leis são o almoço e a janta. Se todas as séries judiciais possuírem uma qualidade semelhante à qualidade que esta temporada de Harry’s Law nos apresentou, ficaria muito contente em conhecer mais umas três ou quatro.

 Só houve um único e grandioso problema para esta temporada de Harry’s Law. A melhora da qualidade da série veio tardia e esta não conseguiu sobreviver ao cancelamento. Ao contrário de Happy Endings, o telespectador americano não soube reconhecer a renovação e a melhora da série e a abandonou, tornando este um dos cancelamentos que mais me irritou este ano.

 Ao menos Harry’s Law se despediu em grande. Apresentou uma temporada inteiramente fantástica, com episódios e momentos que guardarei em minha memória por um bom tempo. É realmente uma pena que não teremos mais esta grande série para acompanharmos, só nos resta esperar que a NBC saiba substituí-la por uma a altura de sua qualidade, o que é algo muito difícil.

Artigo preparado por: Well Fernandes

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s