Falling Skies (2×05) – Love and Other Acts of Courage


A minha indignação com o episódio passado não fora o suficiente para desistir desta temporada de Falling Skies, até porque acreditei fielmente que aquilo seria um evento único e a falta de coesão e de credibilidade não iriam se tornar algo comum no decorrer de toda a temporada. E, felizmente, não se tornou. Love and Other Acts of Courage, um dos melhores títulos que a série já nos apresentou, é um episódio promissor, com boas tramas e bons momentos, e até nos faz pequenas revelações que podem alterar todo o futuro da 2nd Mass.

 Não é preciso relatar a minha gratidão pela série por esta focar intensamente no elemento que possui de mais interessante: os aliens. Ainda está por faltar muitas informações, porém já fico contente com o que fomos capazes de descobrir neste episódio. Como já sabíamos, os skitters são criaturas alteradas geneticamente e sofrem controle cerebral, sendo assim submetidos à vontade dos Soberanos, como são chamados os aliens de aparência diferente pelos skitters. Neste episódio descobrimos que há skitters que conseguiram resistir ao pleno controle mental, que há uma resistência formada por skitters que sonham um dia poderem se livrar dos Soberanos e de seus domínios, de vingar a destruição de seu planeta. Um dos fatores mais interessantes que fora nos apresentado é a prova de que os Soberanos não são as únicas criaturas a habitar o universo, os skitters, em sua grande maioria, são outra raça que tiveram o seu planeta dominado pelos Soberanos e tiveram sua mente controlada para formar o exercito destes poderosos aliens.

 O melhor é que o episódio conseguiu nos apresentar esta quantidade de informações sem se perder ou parecer demasiadamente lento. A forma com que a resistência skitter fora apresentada e confrontada pelos chefões da 2nd Mass fora interessante. A inserção de Rick e o sacrifício do mesmo em prol do ‘Bem Maior’ dera o título do episódio. A promessa que as coisas serão completamente diferente daquilo que antes imaginávamos soa promissora e promete deixar esta temporada ainda mais eletrizante.

 Uma dúvida foi levantada para a 2nd Mass. Será que a história do skitter rebelde é verdade ou será que tudo faz parte de uma armação? Estou pro acreditar que sim, que os skitters estão se rebelando e aos poucos os Soberanos estão por perder o controle sobre os mesmos. É preciso acreditar que haverá alguma ajuda, de que estes não estão sozinhos e gostei da iniciativa do roteiro em colocar seres de diferenças raças batalhando junto na busca de destruir um inimigo em comum. Só falta agora descobrirmos mais sobre os Soberanos, algo como suas origens e os seus planos.

 Tivemos uma das questões que nos fora deixada na premiere a ser respondida. Descobrimos a razão pela qual Tom não fora morto no abatimento que ocorreu quando os humanos foram liberados da nave alienígena. Tom sobreviveu pois o skitter acreditava em sua resistência, acreditava que Tom o poderia ajudar, que poderiam reunir forças para combater os temidos Soberanos.

 Toda esta rebelião de skitter, sacrifício de Rick e a devoção de Ben a causa skitter gerou alguns problemas em sua relação com Tom e na relação de Tom com Weaver. Acontece que Ben é uma verdadeira bomba-relógio e ninguém sabe o que sua explosão significa. Concordo com Weaver, chegará à hora em Tom precisará fazer uma grande decisão, um ato de coragem, em relação a Ben e este momento está cada vez mais próximo.

 Paralelamente a trama dos skitters, tivemos Hal e Margaret a se aproximarem cada vez mais e a aprofundar sua relação. Não fora uma trama muito profunda, ou reveladora, que nem a dos skitters, mas soube descontrair, fugir um pouco da tensão, sem ser uma trama banal ou desnecessária. Uma hora este desenvolvimento havia de acontecer e a situação em que este aconteceu fora bastante cômoda.

 Enfim, temos um saldo positivo para esta temporada de Falling Skies. Fora três episódios relativamente bons, um mediano e um particularmente ruim. O nível apresentado por esta está superior ao de sua antecessora e a trama está por se mostrar mais complexa e regulada, sabendo focar no lugar certo e nos personagens certos. Espero que o resto da temporada saiba manter este nível e aprimorar ainda mais esta peculiar qualidade que Falling Skies está por apresentar.

Artigo preparado por: Well Fernandes

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s