Wilfred (2×01) – Progress


“Discontent is the first necessity of progress” – Thomas Edison.

Que ótimo episódio de abertura! Foi certamente um dos melhores e mais engraçados da série… E também o mais insano.

Mas Wilfred não é uma comédia qualquer; ela faz pouquíssimas piadas forçadas (se faz alguma de todo), nos obriga a pensar e ainda está tentando seguir o caminho do drama, aprendendo com as comédias da HBO – Enlightened e Girls conseguiram fazer humor mesmo em cenas extremamente dramáticas.

A última temporada acabou com um cliffhanger  dos grandes:  Ryan viu que o porão, cenário quase sempre presente em seus encontros com Wilfred, nunca existiu. Aquela última cena do season finale me deixou muito pensativo; eu tinha certeza que Wilfred existia (uma segunda temporada já tinha até sido confirmada), mas como eles explicariam aquilo?

E eis que ressuscitam o problema mental de Ryan. O instituto em que ele foi parar rendeu muitos momentos bons, como a primeira cena dele com Robin Williams (“That’s the right answer!”), a tensão do reencontro dele com Wilfred (quem não queria ter visto o cachorro como ele realmente é?), a cômica fuga e muitos outros. É sempre bom ver Ryan pirraçando o Wilfred (lembram dele e o laser, temporada passada? haha), e não foi diferente dessa vez. Ri muito quando ele jogou o frisbee e o cão não conseguiu segurar a vontade, tendo que se jogar da cadeira de rodas.

Os interrogatórios me incomodaram muito, e nem a presença da Allison Mack conseguiu salvar essa parte do episódio. Achei desnecessário. Se serviu para alguma coisa, foi para nos apresentar aos seus colegas de trabalho, e mesmo assim… Para que? Tenho certeza de que havia outros sonhos mais interessantes para o Ryan sonhar.

E então chega a parte confusa. Ryan fala, durante a fuga, que aquilo era um sonho… e então acorda para a realidade. Ele ainda trabalha num escritório e o porão realmente existia, assim como todos os móveis e objetos que o tornavam único.

Então será que Ryan voltou a realidade, e tudo que passou com Wilfred fora um sonho, ou… What? Admito que o final só me deixou ainda mais confuso do que no final da temporada passada, mas acho que isso tudo será resolvido no próximo episódio. Será que esta segunda temporada inteira se enrolará em torno da insanidade de Ryan? Só espero que isso não se torne chato ou cansativo demais.

P.S.: Jason Gann continua excelente dentro da fantasia de cachorro! Sua atuação é uma das melhores coisas da série.

“Keep Digging.”

Artigo preparado por: Caio Machado.

One thought on “Wilfred (2×01) – Progress

  1. Excelente episódio.

    Digo e repito: Wilfred é uma série para psicólogos assistirem.

    Estou no aguardo de uma temporada superior a inicial e de que esta saiba explorar as qualidades que a série possui.

    Mas fora um exelente episódio… Gostei ainda mais da paticipação de Allison Mack, minha eterna Chloe…

    Atts

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s