Dallas (1×04) – The Last Hurrah


Esta nova versão de Dallas provavelmente nunca será tão famosa quanto à versão original da série, que dominava o universo televisivo nos anos 80, porém esta se mostrou forte o suficiente para não ser uma total decepção, um prejuízo de recursos e tempo. Sendo assim, A TNT nos informou sobre sua satisfação em relação à série e seus feitos, e renovou a série para uma segunda temporada composta por 15 episódios, previsto para estrearem basicamente daqui a um ano, mas ainda teremos Dallas por um tempinho este ano e aí sim podemos sentir saudades desta deliciosa série.  O melhor é que nem podemos nos preocupar se a série tem ou não possíveis tramas para a próxima temporada, pois Dallas traz uma reunião de personagens crocantes e acontecimentos ainda mais crocantes, fazendo uma bagunça organizada de relacionamentos. Não tem como não adorar isso.

Este episódio manteve uma coisa bem clara para mim: o núcleo ‘pessoas do bem’ formado por Bobby, Christopher e a tediosa esposa de Bobby, Ann, são o ponto mais entediante, irritante e chato da série. Espero que estes melhorem nos próximos episódios, pois as situações estão para ficar muito mais quentes e complicadas, o que exigirá que tanta bondade seja dissipada para termos uma briga de igual para igual.

JR é a alma desta nova versão de Dallas. Nunca, nunca dá para saber se o que o personagem fala é verdade ou mentira, seus instintos são ácidos e suas atitudes são venenosas. Este arma todo um plano, pensando em saída A, B e C, e não se importa sobre qual cadáver terá que passar por cima, mesmo que este cadáver seja o próprio filho. Em Dallas temos cobras brigando com cobras e isso faz com que a série seja um universo de traição, traição e mais traição.

Marta, ou melhor, Vanessa promete trazer muito mais à série do que imaginei de principio, tudo isso graças a nosso querido JR. A garota é uma stalker, psicopata e ciumenta ao extremo, John Ross e Elena terão que tom ar muito cuidado com Marta, principalmente quando o plano de JR alcançar o seu apice.

Rebecca mudou o jogo completamente ao final do episódio, deixando os nervos ansiosos pelo que acontecerá a seguir. Esta, após ser chantageada por Ross, acaba por começar um confesso para Christopher sobre seu envolvimento com o email que o separou de Elena. Ao fazer isto, a garota mudou completamente o jogo, nos dando a possibilidade de ver um novo lado de Bobby e Christopher, uma lado mais agressivo uma vez que uma guerra tava sendo armada sem o conhecimento de ambos.

Ou seja, a temperatura irá esquentar demasiadamente nos próximos episódios e se Dallas já se mostrou uma boa série até aqui, imagine o que virá a seguir. A série tem tudo para crescer ainda mais com as tramas que estão por vir, e a renovação dá uma segurança, uma confiança, maior para os produtores e até para o elenco.

Mesmo sendo um pouco inferior aos seus antecessores, The Last Hurrah fora mais um bom episódio que soube esquentar o clima para o restante da temporada.

Artigo preparado por: Well Fernandes

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s