A Gifted Man – 1ª Temporada (2012)


Por vezes encontramos alguns cancelamentos injustos e ficamos precisamente irritados com isto. A Gifted Man fora cancelada após 16 episódios exibidos. Sim, a audiência da série não era das melhores, mas será que esta merecia o cancelamento em relação a sua qualidade? Confesso que responder a esta pergunta está por ser bem mais difícil do que o esperado, A Gifted Man não fora uma série ruim, mas também não fora uma série essencial, fora um programa casual cuja substituição é fácil. Então, se dependesse de minha pessoa, a série pode continuar cancelada, apesar de alguns pontos fortes que esta mostrou possuir.

 A Gifted Man tinha todos os elementos para fazer um pequeno sucesso, mas não o fez. Pertencia a maior emissora aberta americana da atualidade, a CBS, possuia um grande e reconhecido elenco liderado pelo astro cinematográfico Patrick Wilson e ainda tinha como trama principal um médico que começa a ver o fantasma de sua ex-esposa. A série tinha todos os elementos que a faria captar os fãs que sofreram com a ausência de uma nova temporada de Ghost Whisperer, porém esta falhou em sua missão e se tornou apenas mais uma série que não conseguiu o seu lugar à luz.

 O grande problema da série é que esta não soube se desenvolver. Foram diversos episódios que nada acrescentavam a trama principal, estes sempre focando em uma nova lição de vida que Michael tinha de aprender, porém em momento algum tivemos uma trama que trouxesse emoção e tensão. Fora uma temporada curta e lotada de fillers.

 O lance de Michael ver a sua falecida ex-esposa soou interessante no começo, mas o tempo passou e esta trama não fluía, não havia desenvolvimento ou explicações, apenas ficou por ocorrer as mesmas discussões em relação ao caráter de Michael e suas atitudes. Toda a trama envolvendo o lado sobrenatural da série não engrenou e pouco fora explorada, mal sabiam os roteiristas que esta era a parte mais importante da série.

 A parte médica se saiu melhor do que a parte espírita. Os pacientes eram carismáticos e suas tramas, ás vezes, conseguiam emocionar e nos envolver. Não há o que reclamar da série neste sentido, só senti falta de uma trama mais duradoura que poderia influenciar e tornar a série ainda mais dinâmica neste quesito, mas ainda assim este fora um dos pontos fortes da série.

 Outro ponto forte que esta apresentou fora o seu elenco. Nomes conhecidos, nomes premiados, marcaram presença constantemente na série, sempre trazendo atuações boas e respeitáveis. Até mesmo Patrick Wilson, que sempre julguei ser mais bonito e sarado do que talentoso, se saiu bem ao interpretar Michael e sua peculiaridade e é sempre um prazer acompanhar Margo Martindale na telinha. Já Julie Benz é uma grande atriz, porém sua personagem fora completamente desprezada pelo roteiro e isso afetou sua atuação.

 Mas o maior problema da série fora em não saber como trabalhar com seus coadjuvantes. Como disse acima, Margo é uma excelente atriz e arrasa em tudo que faz, porém o roteiro só deu uma oportunidade em 16 episódios para esta mostrar o seu talento. Menos destaque ainda teve Julie Benz, mas desta já comentei acima. Nem mesmos os coadjuvantes que tinham mais destaque conseguiam trazer alguma trama interessante para trabalharmos, adorava Zeke e Antom, porém o roteiro pecou seriamente no desenvolvimento de ambos os personagens.

 Enfim, sei que é uma pena que a série tenha sido cancelada, mas lhe faltava conteúdo, lhe faltava um pouquinho de cada detalhe que compõe uma série de boa qualidade. A televisão, tanto americana quanto brasileira (e acredito que a de Portugal também), está cheia de novelas, séries e programas comuns e ser comum não é mais suficiente, é preciso ter um diferencial para garantir uma existência e por vezes este mesmo diferencial pode garantir a sua morte prematura. Mas de qualquer jeito, A Gifted Man não tinha este diferencial e, infelizmente, não será uma série que fará falta ao telespectador.

Artigo preparado por: Well Fernandes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s