Magic City (1×08) – Time and Tide (Season Finale)


Um Castelo feito de Areia. Este fora o nome dado ao terceiro episódio da série, mas também é a frase que mais simplifica o que Magic City significa. A série por momentos brilha e inusitadamente no momento seguinte perde todo este brilho, se perde em sua própria concepção. Who’s the Horse and Who’s the Rider fora o ápice desta temporada, construiu todo um castelo composto com a mais fina areia de Miami, porém em Time and Tide a maré subiu e o castelo fora desmoronado. O Império desabou e a série apresentou uma Season Finale muito aquém das expectativas.

 Fora uma temporada irregular. Desde o seu início Magic City mostrou possuir um potencial para se tornar uma grande série, algo memorável para a curta história do Starz, algo como Boss e Spartacus. Porém também desde o inicio podemos perceber o quanto a série desvalorizava o que realmente interessava, foi fácil perceber o quanto esta se prolongava em suas próprias histórias. Do piloto até esta Season Finale fora 8 episódios, quase oito horas apresentadas e o que aconteceu? Mike morreu, Silver quase morreu e então fugiu, Stevie ficou por transar com Lily, Silver é encontrada. Sim, meus caros, fora somente isso que aconteceu nestes oito episódios. Não fora uma temporada ruim, teve os seus momentos bons, porém sempre ficou aquém de seu potencial e de suas expectativas e esta Season Finale fraca serviu como um colírio para abrir os meus olhos e me mostrar o que a temporada de estréia de Magic City realmente fora.

 Este episódio fora composto por três erros cruciais: Ike, Ben e Maria. Foram poucos os momentos em que me senti contente ao contemplá-lo. Com exceção do crescimento de Vera, todo o resto fora aquém das expectativas que havia sido criada.

 Meu primeiro desabafo recai sobre Klein. Achei horrível a cena onde este tortura Silver e a facilidade com que esta dedura Ike. Não sei como funcionava a América nos anos 50, porém quero acreditar que aquilo era algo inadmissível, ao menos nada disso encontrei nos filmes policias antigos que já tive o prazer de assistir. Após ver a maneira com que Klein tratou Silver fiquei por me perguntar: o que lhe diferencia de Ike e até mesmo de Ben?

 Confesso que a prisão de Ike até gerou alguns momentos interessantes, principalmente o dialogo final deste com Klein. Porém foi só, Ike fora inexpressivo grande parte do episódio, perdeu-se em cenas desnecessárias e fora impedido de brilhar quando teve a chance. Fiquei decepcionado com o personagem neste episódio, sua posição passivo-agressivo pela primeira vez lhe desfavoreceu.

 Pulamos para Ben, que acredito ser a maior decepção que tive neste episódio. Sabemos que este é o mafioso mais maluco que se tem conhecimento. Mata cão por latir enquanto está no telefone, mata rapaz por lhe desrespeitar, enfim, se você respira um pouquinho mais perto dele é capaz de você levar um tiro na cara. Porém quando este descobre sobre o affair de Lily com Stevie o que este faz? Praticamente convida o rapaz para transar com sua mulher enquanto este assiste à surdina. Ah, que decepção.

 O grande drama do episódio se deu pela morte de Maria. Sim fora triste e tal, mas não nos importamos tanto assim com Victor e com Mercedes para sentir esta trama. Não é que não nos importamos, o problema é que não os conhecemos suficientemente bem para nos importarmos. E se não conhecemos Mercedes e Victor bem imagina se iríamos conhecer Maria, que estava até em outro país.

 O episódio fora salvo devido às inusitadas fortes presenças femininas. Ainda necessita um pouco para Vera me convencer como uma poderosa mulher, mas a bela está por crescer e caso o roteiro continue-a desenvolvendo desta maneira, esta poderá se tornar algo mais do que uma bela mulher. Lily também se mostrou útil ao conseguir manipular Ben para salvar a sua vida e a de Stevie, fora uma atitude bem pensada da garota.

 Enfim, uma Season Finale que prometia, mas que pouco ofereceu. Como cliffhanger temos Silver ainda viva, o braço direito de Ben morto e Ike continua na cadeia. Não sei se ver o desenrolar destas tramas são motivo para se acompanhar uma segunda temporada, principalmente quando estarei mais do que ocupado nesta época no próximo ano desenvolvendo o meu TCC. Mas vamos ver o que os ventos trarão e vamos ver se a série consegue trazer uma segunda temporada superior a esta de estréia.

 E por final queria agradecer a todos pela companhia durante estes oito episódios. Não sei se nos veremos nos reviews da próxima temporada, mas tenho a certeza que nos veremos em mais alguns reviews por aqui.

Artigo preparado por: Well Fernandes

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s