Episodes (2×04) – Episode Four


S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L. Simples assim… Nesta semana Episodes superou qualquer expectativa e apresentou o que é, de longe, o melhor episódio da série até o momento. Não há como não achar este episódio sensacional em todos os sentidos, simplesmente não há… E só de pensar que este veio após o já ótimo Episode Three fico ainda mais feliz com a série. E não estava a espera que esta temporada poderia estar por apresentar a qualidade que está por nos mostrar.

Os primeiros vinte minutos deste episódio foram completamente perfeitos. Toda a critica feito ao sistema de televisão americano soou cruel e na medida correta. A série expressou com um humor ácido e diálogos rápidos exatamente o que tenho em mente que acontece quando uma série não consegue cumprir as expectativas que havia sobre si. A mudança obrigatória da direção da trama, a exclusão de personagens, o fator Teen Power. Enfim, tudo que cercou esta parte da trama, a raiva de Matt, o diálogo com Lapidus e as cenas entre Sean, Beverly e Carol, foi extremamente prazeroso de se acompanhar. É difícil ver um programar criticar tão abertamente o lugar onde encontra o seu espaço. Era isso que estava a espera desde que li a premissa da série pela primeira vez e fico feliz de ter a oportunidade de acompanhar um episódio assim nesta.

A atuação de Matt estava impagável neste episódio, absolutamente o seu ápice. Adorei praticamente todas as cenas do personagem, desde o seu atrapalhado ataque de pelanca a suas hilárias caretas de bêbado. Na verdade, todos os membros do elenco tiveram os seus ápices neste episódio.

Os dez minutos finais do episódio perderam um pouco o ritmo, mas ainda assim foram acima da média. Adorei a forma romântica e depressiva que envolveu o relacionamento de Bev com Sean, foi tudo desenvolvido com uma sincronia perfeita e no momento exato que não havia como não se envolver. Fiquei por sorrir como um bobo ao final quando Sean ajuda Bev a patinar e esta por alguns momentos sente que este lhe pertence novamente.

As piadas tão não ficaram de fora deste ótimo episódio. Matt falando mal de Joey foi ótimo, principalmente quando ligamos os pontos da série original com o que está a acontecer na realidade. Fora fácil demais relacionar a decadência da emissora de Lapidus com o que está por acontecer com a NBC, ambas as empresas encontra dificuldades em encontrar novas séries que sustentem uma audiência saudável e agradável, Pucks! Apenas representa o momento em que Marc descobre sobre a penhasco em que sua emissora está por se dirigir, assim como Joey significou o inicio do fim do império da NBC.

E as piadas sobre o Facebook? Morri de rir com Carol explicando a Beverly sobre o tão conhecido Facebook, principalmente quando os a questão de popularidade é levantada. A conversa sobre a mãe de Beverly e sobre Sean ter aderido ao Facebook também fora demais.

Enfim, fora um episódio em que não dispensaria nem sequer um minuto do mesmo. Fora tudo dentro do contexto, um episódio que desenvolveu a trama e expos os personagens em novas situações, o que favoreceu demais os mesmos. Gosto de episódios assim, que sabem serem críticos, interessantes e engraçados, sem precisar ser extremamente forçado. Episodes subiu em minha opinião, não verei mais a série com os mesmos olhos rancorosos que a via semana atrás e só tenho a agradecer a própria série por isso.

Artigo preparado por: Well Fernandes

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s