Person of Interest (1×22) – No Good Deed


Curiosamente, o problema de “No Good Deed” é proceder o ótimo “Many Happy Returns”. Não que este seja um este episódio ruim, muito pelo contrario, ele prepara de forma satisfatória a série para a Season Finale, mas ele deixa uma pergunta no ar: será que todo episódio de Person será um clímax?

Não me entendam mal, estou aprendendo a gostar muito da série, mas tem vejo alguns problemas de planejamento, principalmente no que diz respeito à sucessão dos episódios. Em “Natsya Nyaya”  tivemos um foco no Reese, mergulhando profundamente no passado do personagem, no episódio anterior tivemos novamente um episódio focado no mesmo Reese e na antiga parceira de operações. Nessa semana o foco mudou para o passado do Finch. Mesmo escolhendo mudar o personagem abordado, fazer episódios seguidos com alta carga dramática e mergulhado na psique dos personagens é uma escolha estranha para um procedural. Person não vai durar muito se quiser que todos os seus 23 episódios por temporada tenham ligação com o passado dos personagens e sejam cheios de informação relevante. Person precisa de bons fillers.

A série é um procedural, precisa de bons e divertidos casos semanais entre episódios de forte carga dramática. “Many Happy Returns” foi ótimo, mas poderia ter sido posto um ou dois episódios mais cedo na temporada e dar um respiro pra “No Good Deed”, que abre terreno para a Season.

Ao episódio em si, todo mundo sabe o quanto o Finch é reservado e a série faz questão de relembrar isso quando pode. Engraçado ver como Reese ainda persegue o companheiro, mesmo tendo passado uma temporada de parceria, isso remete ao foto de que o expectador pouco sabe de um dos seus protagonistas. O caso da semana serve como uma desculpa perfeita para  conhecermos mais da máquina e do FInch.

O CPF é de Henry Peck, um  analista financeiro muito discreto. Passado algum tempo de investigação descobre-se que esse analista é, na verdade, um super-espião que trabalha em um escritório do Governo responsável por antiterrorismo. Estranho? Pois é, pelo menos, o episódio fez com que essa reviravolta não pareça tão fantástica. O que é incrível é que conseguiram ligar Peck a maquina do Finch. O governo implantava nomes provindos da máquina nos relatórios de Peck para justificar operações, o que deu certo até Peck querer respostas.

Como Peck estava muito perto de descobrir a verdade sobre a máquina, enviaram um grupo de mercenários para matá-lo. Eu curti toda a cena em que o Reese apanha do sósia do Chuck Norris, na verdade, não posso reclamar das cenas de ação em Person. Todo o caso com Peck justifica os flashbacks de Finch e Nathan, assim como re-inserir a personagem Alicia Corwin (ex- chefe do Conselho Nacional de Segurança). Trazer a personagem Alicia aos flashbacks faz sentido no momento em que ela se envolve ao ouvir o dialogo final entre Peck e Finch. As informações fornecidas pelos Flashbacks parecem relevantes dentro do palco que a série armou para o fim de temporada. Quem são as outras pessoas que sabem da máquina? Curioso demais.

No fim, as investigações de Reese rendem a descoberta que Finch teve uma noiva, de quem ele se afastou por conta dos inimigos que a máquina lhe trouxe.  No final, foi bonita a cena em que Finch tenta se convencer que o tempo que teve com a noiva foi o suficiente. Agora é esperar que essas informações sejam bem utilizadas nas Season Finale. Pelo menos “No Good Deed” cumpriu seu papel.

Artigo escrito por: Murillo Martins

One thought on “Person of Interest (1×22) – No Good Deed

  1. Este episódio teve como funçao principal nos mostrar um lado mais pessoal de Harold e acertara neste quesito. Porém o caso semanal foi um porre, muita enrolação para pouca revelação…

    Atts

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s