Once Upon a Time (1×22) – A Land Without Magic (Season Finale)


Cá estamos, sete meses após a estréia da série, ainda maravilhados com o que esta é capaz de nos proporcionar. Pedras foram jogadas na ABC quando a série fora anunciada. Flop certo? É o que as más línguas estavam por dizer, porém hoje estão estás más línguas engolindo seu próprio orgulho pois, mesmo depois de provar-se diversas vezes ao longo da temporada, Once Upon a Time apresenta uma emocionante Season Finale e cala definitivamente as bocas daqueles que a julgaram antes de lhe conhecer.

 Não há palavras que possam descrever as minhas emoções, a minha própria fantasia, após finalizar este magnífico episódio. Tudo o que aconteceu fora inesperado, tudo o que aconteceu, aconteceu de forma criativa e emocionante. A Land Without Magic termina a temporada apresentado o ápice, finalizando uma excelente seqüência de episódios de uma forma incrível, crescendo ainda mais a opinião positiva que tinha sobre a série.

 A Land Without Magic começou e terminou de forma trágica, trabalhou com o inesperado e soube mexer com as emoções daqueles que estavam por assistir. O sacrifício de Henry em prol da conscientização de Emma sobre a existência da magia nos levou a inesperadas uniões, grandes reviravoltas e a um cliffhanger final que nos deixará inquietos até o momento em que a série retornará, em meados de setembro.

 A união de Regina e Emma fora uma das dinâmicas mais inesperadas encontradas pelo episódio. O fato de que Emma começou a acreditar, até a ter lembranças de pequenos momentos enquanto ainda era uma recém nascida, na magia e mesmo assim trabalhou em prol de salvamento de Henry com Regina mostra o quanto a personagem amadureceu e deixou de lado sua personalidade ranzinza. Já isto também prova a nós o quanto Regina ama Henry, nunca duvidei disso, Regina ama o garoto e acho um absurdo que alguém, alguma vez, tenha questionado tal sentimento. Porém o amor que Regina sente acaba por ser um sentimento que a corroí, que a deixa amarga, é o amor de Regina que a faz má.

 Os flashbacks, desta vez centrado em James, nos mostram toda a jornada do rapaz em busca de salvar Snow das garras da Evil Queen, sem saber que precisa libertá-la da maldição para salvá-la. As semelhanças do que aconteceu no passado e o que está por acontecer no presente nunca estiveram tão forte na série, todas as atitudes feitas por James por amor a Snow se remetia as atitudes feitas por Emma, atitudes que também foram feitas por amor.

 Desde o sue inicio, OUAT nunca apresentou grandes cenas feitas em CGI, ou efeitos especiais dignos de uma produção hollywoodiana. Mas não é necessário, a série possui um roteiro que nos envolve em sua história, nos envolve em sua trama de uma forma que poucas outras séries conseguiram fazer. O maior exemplo disto são as cenasem que Emma/James enfrentaram o dragão. Sim, fora uma cena em que as falhas gráficas e efeitos especiais pobres estiveram presente, mas também fora uma cena em que tememos pela vida dos nossos personagens, uma cena onde torcemos pelo sucesso, pelo objetivo alcançado e isso é mais do que o suficiente.

 As pequenas tramas paralelas que o episódio apresentou fora essencial para compor o cliffhanger final. Porém senti uma pequena falha, ou algo que ainda não consegui compreender nestas. Estou por achar estranho o fato de todos sabem sobre a vida pessoal de todos, por exemplo, Jeferson neste episódio foi atrás de vingança contra Regina e libertou Belle, dando dicas para esta encontrar Mr. Gold. Me pergunto como é que Jeferson sabe sobre o relacionamento de Belle e Rumpelstiltiskin. A mesma pergunta é feita quando relembro do episódio onde August finge ser o filho de Mr. Gold, como é que este sabia sobre Bae, uma vez que nunca fora mostrado um flashback onde ambas as histórias se cruzam? Pela falta de uma explicação mais plausível, ou de um entendimento maior de minha parte, o episódio perderá alguns pontinhos, mas nada que interfira ou modifique algo em relação à série, é apenas frescura de crítico mesmo.

 Desde o inicio sabia que Henry não iria morrer, sabia que este iria acordar devido ao amor de Emma. E mesmo sabendo disso, não teve como não se emocionar na cena onde Henry supostamente é declarado morto. Simplesmente não há. As atuações estavam ótimas, o clima para esta trágica cena fora construído de uma maneira com que ficássemos emergidos juntamente com os personagens naquele pequeno hospital. Como esperado, Henry voltou a vida após um beijo cheio de magia a amor dado por Emma, beijo tão poderoso que quebrara a maldição que Regina lhes condenou há tempos atrás.

 O amor também esteve em evidência na vida do casal principal da série, James/David Snow/Mary. A felicidade foi instantânea ao ver o casal se reencontrando no presente, por alguns segundos tivemos a sensação de que eles realmente poderiam ser felizes para sempre. O flashback nos deu pequenas pistas sobre o que esperar dos flashbacks que estão por vir na próxima temporada, fiquei super interessando em saber como é que os dois e mais a trupe de anões e fadas irão dominar todo um reino.

 Com a maldição quebrada, com o povo contra Regina, Mary e David juntos, tudo indicava que iríamos ter um final feliz, mas não fora exatamente isto que aconteceu. Mr. Gold tinha um grande plano a ser executado e nem mesmo seus sentimentos por Belle o impediu de realizar tal. Manipulando Emma e Regina, Mr. Gold criou uma nova maldição, uma maldição que trará toda a magia contida no mundo mostrado nos flashbacks para a realidade, deixando-nos apreensivos e ansiosos para saber o que irá acontecer a seguir, uma vez que o episódio acaba com a maldição ganhando espaço e tomando toda a Storybrooke.

 O que acontecerá quando a magia ganhar o seu espaço no mundo real? O que acontecerá com nossos personagens uma vez que não há mais uma esperança, uma salvadora, para mantê-los vivos e lutando contra esta nova maldição?

 Fora uma temporada exemplar, alguns pequenos deslizes e muitos momentos de glória. Once Upon a Time finaliza seu ciclo sendo coroada como a melhor estréia, fecha sua temporada de uma forma que noz faz ansiar por mais, nos faz desejar por mais. Enfim, um episódio vitorioso digno de uma série que lutou e conseguiu nos conquistar.

 Queria agradecer a presença de todos, sejam nos comentários ou seja apenas nas visualizações. Assistir Once Upon a Time acompanhados de todos vocês fora uma experiência surreal, fora uma experiência mágica. Vemos-nos novamente na segunda temporada!

Artigo preparado por: Well Fernandes

8 thoughts on “Once Upon a Time (1×22) – A Land Without Magic (Season Finale)

  1. Eu acho que nunca uma série calou tanto a minha boca, quanto OUAT.
    Eu era uma dessas más línguas, e hoje engulo com prazer o meu orgulho por me render à essa série maravilhosa e apaixonante.
    Ansiedade em nível máximo pela season 2.

    Excelente review, como sempre Well.

    • Acho que estamos no mesmo barco Lucas, OUAT fora um chute certeiro em um local inapropriado. Mas agradeço por isso, não criamos expectativas e fomos surpreendidos, é bom ver que a televisão ainda é capaz de nos proporcionar tal sentimento.

      Não tem como não ficar ansioso para a próxima temporada, não dpeois de um episódio como este. E só de pensar que em setembro teremos a dobradinha com Revenge… Hum, já tenho compromisso marcado para os meus domingos.

      Obrigado Lucas, tento sempre dá o meu melhor. E muito obrigado por sempre marcar presença!

      Atts

  2. Eu estava aguardando essa review pra ficar comentar *saltinhos em círculos* Once Upon a Time é sem dúvidas uma das melhores estreias que aconteceu, manteve a qualidade em todos os episódios e conseguiu equilibrar inúmeros personagens sem perder a essência da trama. Eu sou suspeita para falar no quesito princesas da Disney, pois tenho uma queda imensa por elas, hahahahaahah. Mas falando da season finale, eu amei, assim como todos os outros episódios. Emma finalmente acreditou que a maldição de StoryBrooke existe, aquele desespero de não saber se o Henry iria acordar agora ou só na próxima temporada, o Pinóquio me fez chorar litros sem fim….Sem contar que Regina é um personagem espetacular e sua atriz só honra isso a cada episódio.

    Agoraaaaaaaaaaa o melhor está por vir. Estou morrendo pra saber como a Regina vai lidar com todos os personagens contra ela. *_*

    • Concordo que OUAT fora uma das melhores estréias que a Temporada 2012/13 nos apresentou, tirando alguns pequenos deslizes ocorridos em episódios unicos, a trama mostrou-se bem coerente e competente, capaz de nos fisgar e nos deixar apaixonados pelos seus personagens e pela sua criatividade.

      Esta Season Finale fora realmente mágica, sem duvida, um dos melhores episódios da série. Que nem comentei no review, sabiamos que Henry não iria morrer, mas mesmo assim não conseguimos deixar de sentir a dor de Emma e de Regina quando tal cena aconteceu, isto é um bom exemplo de como a série mexe com nossas emoções…

      Ah, agora ela vai ter sua magia de volta e fica mais facíl enfrentar toda a galerinha de Storybrooke, ao menos é isso que acho que irá acontecer…

      Atts

  3. Realmente Once Upon a Time foi realmente uma agradável surpresa, adorei todos os episódios e este final não podia ser melhor. Mal mesmo só o tempo de espera até à segunda temporada.

    • Coloca surpresa nisso Filipa, ninguém esperava que a série seria metade do que apresentou… Realmente valeu a pena acompanhar esta temporada.

      Como tú mesmo disseste, o uim é ter que esperar pela próxima…

      Atts

  4. Um pouquinho atrasado, mas esse episódio incrível merece. Encerrou a temporada com o que de melhor a série nos apresentou e ainda mudou o jogo completamente para a próxima temporada. E como a Stefs disse, a Regina é um personagem espetacular e outros, como Mr. Gold, não ficam atrás. Por fim, ótima review Well, e agora resta esperar.

    • Fora realmente um ótimo episódio, não? estou muito ansioso para presenciar quais foram as grandes mudanças e a dinamica que a nova temporada estará por nos trazer.

      E, assim como ti e Stefs, adoro Regina e tenho a sensação que agora que esta está prester a ter sua magia de volta, esta aprontara muito mais em Storybrooke. Aquele sorriso cínico no final do episódio fora espetacular.

      Atts

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s