Suburgatory (1×21) – The Great Compromisse


No fim, parece que trazer a Alicia Silverstone foi a solução que os roteiristas encontraram para trazer alguma continuidade para os episódios e atrair situações clássicas de sitcoms. Esse recurso só teve um defeito: Edén.

Alicia é uma atriz carismática, qualquer um que tenha visto uma das milhares reprises de “Patricinhas de Beverly Hills” concordaria com isso, mas nem Alicia é capaz de recuperar uma personagem apresentada às pressas, de forma equivocada e que tem péssimos diálogos. Esses problemas fazem com que toda a empatia de Alicia trabalhe contra ela, pois eu esperava algo de crível na personagem Éden, deixando-a em um equilíbrio entre carismática e irritante, como a série já conseguiu construir em Dallas, por exemplo. Sem esse equilíbrio Éden é só irritante, um estereótipo do pior tipo de seguidor em qualquer área: aquele que aproveita qualquer oportunidade que tem para tentar converter o próximo. É ai que os meus problemas com esses intolerantes que não suportam a idéia de alguém ter uma opinião diferente afeta a minha capacidade de gostar da personagem. Como todo o episódio teve a Éden como o vértice (de novo), minha visão do episódio teve pouco de imparcial.

A cena pré-crédito insere todo o antagonismo entre Éden e Tessa. Os diálogos da segunda até não são dos piores, mas tudo degringola quando George aparece tentando apaziguar a briga entre namorada e filha, esse é o momento perfeito para Éden mostrar tudo de chato que foi explicado no parágrafo anterior. Não seria melhor se o episódio focasse em Éden tentando conviver com os hábitos não saudáveis de Tessa e George? Mas a escolha dos roteiristas no contrario, só ajuda a tornar Éden chata e intrometida. Esse plot evolui com Éden levando Tessa para entregar o currículo em Manhattan, o que serviu para tentar criar alguma empatia do expectador com a namorada de George. Não funcionou.

No outro ponto há Lisa e Malik decidindo qual acampamento irão, sendo que cada um deles tem uma escolha diferente. Sinceramente, foi um plot horrível que não teve nenhuma jornada de aprendizado para nenhum dos dois, só Malik aceitando que é submisso da relação e indo para o acampamento que a namorada escolheu.  Igualmente ruim foi o plot de Noah, que é a mesma premissa do episódio passado: ele com ciúmes na relação de Éden com George. Um plot que poderia nem existir no episódio sem problema algum.

Por ultimo, houve o miniplot de Dallas tentando conviver com o canguru da filha. Esse plot só serve para justificar a conversa de George com Dallas, pois mostra que eles vivem em momentos contrários na relação com seus filhos. O bom é que foi engraçado o dialogo de Dalia tentando defender seu canguru.

É isso, uma cena engraçada (engraçadinha) em uma comédia de 22 minutos. É muito estranho quando uma comédia te faz sentir raiva.

Sinceramente, minha boa vontade com Suburgatory está acabando.

Artigo escrito por: Murillo Martins

4 thoughts on “Suburgatory (1×21) – The Great Compromisse

  1. Eita, vim aqui só pra ver a nota, e assustei kkkkkkkkk
    Estou pensando em acompanha-lá agora que foi renovada, mas pelo jeito ou olhar mais críticas kkk
    Vale a pena pegar essa série pra ver?

    • Sinceramente, Suburgatory tinha bons momentos e potencial no seu começo, mas ela se perdeu muito nos próximos episódios.
      Vou acompanhar até a season finale para ver como ela se vira, mas acho que é até onde a minha paciência chega.
      Pra mim a série não se justifica mais, mas o meu senso de humor é o meu senso de humor. Na duvida, pega uns dois episódios e vê se ela ate engraça.

      Até mais.

      • Então eu vi o Piloto, até que gostei, mas achei que ela não ia me agradar tanto assim, ai vejo algumas críticas meio tensas, outras boas, e nunca sei ao certo mesmo se pego pra ver mesmo ou se deixo pra lá.
        Bom, pelo jeito vou deixar ela de lado por um tempo, melhor pegar outra série com mais críticas positivas. =)

  2. O canguru Jack salvou o episódio.

    Até gosto de Silverstone, mas sua personagem na série está fora do contexto, está compeltamente avulsa e está por deteriorar o desenvolvimento da série.

    cadê a mãe de Tessa que ameaçou aparecer no final de um dos episódios? Enfim, está por faltar aquele brilho inicial que Suburgatory tinha…

    Outra cena que gostei fora a cena final de Dallas assistindo The X Files, esta fora realmente boa e prova que quando a série deseja é capaz de criar bons momentos…

    Atts

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s