Once Upon a Time (1×21) – An Apple Red As Blood


Vocês estão prontos para encarar o primeiro grande finale desta fantástica, criativa e emocionante história? Bom, é melhor estarem preparados pois An Apple Red As Blood preparou o terreno para nos trazer grandes emoções no último episódio da temporada. Mas não pensem que as emoções ficaram reservadas apenas para a próxima semana, esta semana Once Upon a Time mantém a interessante remessa de bons episódios trazendo algumas revelações sobre o passado e nos mostrando acontecimentos inesperados no presente.

 Neste episódio os acontecimentos em Storybrooke foram mais interessantes do que o ocorrido no mundo da fantasia, porém isto não quer dizer que acontecimentos que presenciamos ao contemplar o passado dos principais personagens seja ruim. De certa forma fora interessante, nunca pensei que veria um anão, ou vários, um ex-princesa, a chapeuzinho vermelho, a vovó e um batalhão de fadas a invadir um castelo. Não é toda série que consegue fazer isso sem soar-se cafona.

 Porém o destaque do episódio fora para Regina, então é fácil dizer que a Evil Queen fora a parte mais interessante mostrada no passado. Toda a raiva ilimitada que Evil Queen possui de Snow é compreendida, ao mesmo tempo em que acho que talvez seja um exagero da parte da Rainha. O sono eterno, aqui não há velhinhas boazinhas carregando cestas de frutas pelo bosque, há apenas o sacrifício de Snow para manter James vivo. Um sacrifício feito em nome do mais puro dos sentimentos: o amor.

 Conhecemos uma nova faceta de Regina neste episódio e aos poucos esta vai ganhando mais espaço e apreciação de minha parte. Foi muito bom ver que a personagem possui alguns sentimentos e emoções humanas, o modo com que esta ficou insegura após as ameaças de Emma foi interessante, assim como a busca dela em se livrar da mesma. O ódio por Mary, e conseqüentemente por Emma, a faz sacrificar sua última magia na esperança de ser capaz de amaldiçoar Emma com o sono eterno. Será que haveria algum príncipe em Storybrooke capaz de salvar a ‘Salvadora’?

 Porém não será necessária a intervenção de um príncipe. Um novo sacrifício foi feito e as conseqüências prometem trazem tudo o que a série possui de melhor para o episódio final de sua temporada. Henry se sacrificou na esperança de que Emma comece a ver os detalhes, comece a perceber as semelhanças, para que Emma comece a acreditar em Magia. Como o sábio Mr. Gold mesmo disse: toda a magia possui um preço; e não será apenas Regina que irá pagar tal preço por ter trazido a magia para o mundo real.

 Enfim, o episódio se encerra de forma trágica. Henry por vezes é irritante, por vezes é uma gracinha e nos preocupamos com o garoto. Estou a me perguntar o que será capaz de livrá-lo de tal maldição. Será o beijo de uma aprendiza de Princesa? Será o amor de Regina ou será o amor de Emma? Mas a pergunta que não está por se calar é: Emma irá acreditar em Magia?

 Um bom episódio. Que venha a Season Finale!

Artigo preparado por: Well Fernandes

4 thoughts on “Once Upon a Time (1×21) – An Apple Red As Blood

  1. Eu pirei com esse episódio do começo ao fim. E o que foi o início desse episódio? Eu achei simplesmente um máximo. Tenho certeza que a Regina vai querer botar ordem na casa e Emma precisaaaaa acreditar logo na magia de StoryBrooke, apesar que pelo o que aconteceu com o Henry, coisas bombásticas devem vir com a season finale🙂

    xxx

    • Também pirei com o início do episódio, este me levou de volta a época em que filmes macabros dos anos 80 era tudo o que eu gostava de assistir, senti ali uma vibe meio Colheita Maldita.

      Estou mega ansioso pela Season Finale, Regina cantando vitória antes da hora, Henry caindo no sono eterno. Será que Emma irá começar a acreditar em magia agora? Bom, espero que sim.

      Atts

  2. A Regina sempre rouba a cena. como eu venho dizendo ela tem todos os sintomas de uma sociopata. Ela simplesmente não sabe quando parar. se você procurar encarar a Regina dessa maneira faz sentido o comportamento dela. Regina é doente, caso para psiquiatra.

    A cena da maçã é muito boa, mais uma vez o ponto alto foi a trilha sonora e a maravilhosa Lana Parilla com sua Evil Queen

    -Já não sofremos o suficiente ?
    – NÃO!

    isso sim é uma bruxa obstinada e psicotica. observem quando a Snow morde a maçã a cara da Regina, ela olha bem de perto para registrar na memoria detalhe por detalhe da derrota de sua inimiga, seus olhos brilham, e quando Snow vai ao chão ela olha para o céu como se estivesse renascendo naquele momento.

    é lindo e sinistro.

    Salve a Rainha!

    • Tem que ser um psiquiatra bem maluco para aceitar Regina como paciente. O ódio dela é tão grande que esta não consegue sustentar um sentimento positivo por Snow, e este ódio não só afeta a princesa, mas afetatambém a todos que não agradam a Rainha.

      Sim, a cena da maça envenada fora um dos pontos mais altos desta temporada, tanto no sentindo sonoro, como tú mesmo disseste, quanto nas atuação, Lana Parilla INCRÍVEl, e uma direção certeira que soube nos passar toda a emoção que a cena necessitava… Um grande acerto da série.

      Salve a Rainha! +1

      Atts

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s