Grey’s Anatomy (8×21) – Moment of Truth


“Picture this you’ve spent the past five years of your residency training to become a surgeon. But those five years suddenly don’t matter, the only thing that matters, the only thing between you and the rest of your career is a test, in a random hotel, in a random city, with a random examiner, asking you random questions. Nervous? You should be.”

É disto que o vigésimo primeiro episódio trata, do grande dia, do dia em que tudo pode mudar, o dia de um novo começo, o momento da verdade. Um teste, the final exam, pode causar uma mistura de emoções, um misto de sensações. E o episódio retrata bem todo um misto de emoções que os nossos residentes têm de lidar. Mas as coisas não começam bem para todos, vamos por partes.

Kepner

Caiu em Seatle Grace meio de pára-quedas, custando-lhe mostrar realmente o seu valor e o seu propósito na série, não posso afirmar que finalmente Kepner encontrou o seu lugar, contudo a personagem cresceu e tornou-se menos irritante. Mas a verdade é que continua dispensável, sem grande relevância para a história, pelo que se a decisão for mandar Kepner para longe, não posso dizer que sentirei falta. As coisas começam mal para Kepner, deixando o stress domina-la e lembrando-me mais uma vez porque durante tanto tempo foi uma personagem irritante. Mas como um mal nunca vem só à chegada ao hotel depara-se com um arqui-inimigo, imaginado logo os piores cenários possíveis. Mas o seu ponto alto foi mesmo o da luta, mostrando finalmente que ouviu as palavras de Owen, I’m a soldier. No fim Kepner cede aos desejos carnais e acaba na cama com Avery. Até aqui tudo bem, o pior é o arrependimento e as palavras: Jesus hate me. Really Shonda? Quer acabar com o pouco que resta da credibilidade da personagem?

Meredith

Quem não tem a tarefa facilitada é Meredith, acaba por ficar acamada doente. Mas se alguém nunca desiste esse alguém é Meredith. Aqui o principal motivo de interesse foi mesmo a amizade entre Meredith e Cristina, um dos pilares da série. Foi interessante como conseguiram estabelecer o elo de ligação das duas, finalmente Cristina confessa os problemas que atravessa com Owen e apesar de magoada mostra que tem esperanças de ainda conseguir perdoar Owen e finalmente encontrarem a paz juntos. Já Meredith mostra-se reticente à mudança agora numa fase de felicidade plena, uma mudança pode implicar alguns riscos. Muito bom o momento em que ambas se apercebem que se Cristina sair de Seatle, Owen não seria a única pessoa que estaria a abandonar, também Meredith ficaria para trás. Apesar de todos os contratempos Meredith com o apoio da amiga consegue estar no exame, veremos se em condições suficientes para conseguir o tão aclamado aprovado.

Karev

Aqui está a história mais ambígua do episódio, por momentos gostava que o Karev bruto, insensível tivesse prevalecido sobre o Karev irracional e demasiadamente emotivo. Espero sinceramente que a possível e provável falta de comparência não seja o motivo de afastamento de Karev da série, afinal a personagem merece melhor final. Sinceramente esta história sempre me pareceu uma repetição de um erro do passado, pelo que o regresso de Karev a Seatle Grace para apoiar Morgan pareceu-me forçado e desnecessário. Acharia que finalmente após tantas desilusões e alguns erros Karev iria apostar neste momento crucial mais no seu futuro que numa paixoneta repentina.

Avery

Tal como Kepner entrou repentinamente na série e tal como a primeira demorou a marcar o seu território, passando quer pela fase do menino bonito, quer pela do bobo da corte. No entanto o seu namoro com Lexie acabou por melhorar a personagem e contrariamente a Kepner posso confessar que sentirei um pouco saudades de Avery se este abandonar a série. Neste episódio acaba por ser o foco da história de Kepner e motivo de arrependimento. Mas tal como todas as personagens vai para o momento da verdade atormentado por uma descoberta recente: a sua mãe e Webber envolvidos, para além de um momento de fraqueza de Kepner que certamente o atormentará.

Cristina

Sempre foi confiante, capaz, destemida, inabalável nos momentos mais conturbados e apesar de inicialmente nos dar a conhecer esta faceta, numa conversa sincera com Meredith percebemos que Cristina ainda não foi capaz de colar todas as peças que a sua situação com Owen quebrou. Quem diria que Cristina iria para o exame que decide se a vida que sonhou se irá realizar ou se ficará simplesmente na esfera do sonho tendo de lidar com tantos problemas emocionais. A personagem certamente irá conseguir lidar com tudo isso e afirmar o seu nome na medicina, afinal Cristina nunca desiste e as capacidades estão todas lá, abaladas mas permanentes.

Webber e Catherine

Finalmente depois de todo o sofrimento que passou no episódio passado Webber consegue encontrar alguma felicidade nos braços de Catherine. Todos nós já tínhamos percebido a química que existia entre os dois e claro Shonda Rhimes não é de desperdiçar oportunidades como esta para formar mais um casalinho mesmo que temporário. Mas fiquei feliz pelo nosso Webber, afinal tal como a sua Adele merece o seu final feliz mesmo que não seja ao lado da companheira de uma vida.

Lexie e Sloan

Ora aqui está outra história que juntamente com a de Karev me irritou, sinceramente estou um pouco farta deste vai-não-vai na relação destes dois, tão depressa Lexie está disposta a abrir o jogo, como no momento seguinte acobarda-se e age como se nada sentisse por Sloan. Shonda decisão é isso que nós precisamos não de lenha para a fogueira, mas sim de um sim ou de um não definitivo na relação de ambos.

Owen e Teddy

Finalmente alguém chega à frente na linha de combate e dá um valente puxão de orelhas a Teddy, que bem precisava. A altura de recriminar Owen já passou, e a relação tensa que isso causa no hospital faz com que Bailey finalmente tenha coragem e chame a atenção de Teddy, perante um olhar encorajador de Callie que prefere afastar-se a estar no mesmo bloco operatório que Teddy e Owen. E parece que o puxão de orelhas surtiu efeito e finalmente Teddy começa a perceber o erro que cometeu e começa a perdoar o amigo que atravessa uma fase muito conturbada.

Um bom episódio de Grey’s preparando-nos assim cada vez mais para algumas despedidas, quantas não sabemos, de quem muito menos, mas certamente esta season final será emotiva em todos os sentidos. Iniciamos a contagem decrescente.

Artigo escrito por: Filipa Silva

One thought on “Grey’s Anatomy (8×21) – Moment of Truth

  1. Ótimo episódio, pecou em alguns detalhes, mas ainda assim fora capaz de nos proporcionar uma sensação unica que apenas Grey’s sabe.

    Como ti, fiquei super decepcionado com a trama de Karev e a de Lexie. Espero um desenvolvimento maior nestes ultimos episódios..

    Enfim, ansioso para assistir o próximo… Vou ver se consigo ver hoje ainda.

    Atts

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s