Gossip Girl (5×22) – Raiders of the Lost Art


Hum… Um episódio bem confuso. Gostei, no fundo gostei, mas não deixo de ficar com a sensação de que este poderia ser muito melhor do que foi, principalmente quando este tem tantas revelações e reviravoltas acontecendo. No geral fora três tramas a serem trabalhadas, sendo que gostei inteiramente de apenas uma delas. As outras duas souberam atrair um pouco do meu interesse, mas não da forma que deveria ser.

 Começamos pelo personagem que apresentou a trama mais fraca, e dispensável, do episódio: Dan. Sei que um pouco de ciúme é algo normal, principalmente quando sua namorada está por fazer uma visita a seu ex, porém Dan extrapolou os limites neste episódio e perdeu uma grande oportunidade para alavancar sua carreira de escritor. Ainda não entendi a razão de tanta insegurança em relação à Chuck, principalmente quando sabemos que Blair ainda não deu motivos para Dan desconfiar de sua fidelidade.

 Alguém aí está confuso que tudo que aconteceu com Chuck desde o acidente? Sinceramente, ainda não consegui entender a razão pela qual tivemos tantas trocas de maternidade e paternidade, chegou um momento em que acreditei que logo iriam anunciar que Rufus é o verdadeiro pai de Chuck. Decepcionei-me um pouco com a resolução desta trama, fora tanto troca-a-troca para no final descobrirmos que isto era uma desculpa para esconder que Bart estava vivo. Sim, esta reviravolta é bem interessante e pode mudar completamente o rumo do personagem e até da série, mas os meios com que esta aconteceu não me convenceram.

 Toda a união de grande parte do elenco jovem da série, com Nate, Lola, Serena, Chuck e Blair, para tentar descobrir o segredo de Diana e o paradeiro de Jack, me deram apenas nostalgia dos tempos em que tais reuniões causavam um grande estrago, tempos em que tínhamos Jenny a movimentar tais. Acontece que foi apenas bom, teve seus momentos bons, mas a química do grupo com Lola não funcionou da maneira com que o grupo já funcionou antes com outros personagens.

 O melhor mesmo do episódio fora a queda de Serena. Não sou muito simpático em relação à Lola, mas esta ganhou pontos neste episódio, juntamente com Nate, que esta por fazer desta sua melhor temporada. Será que só eu achei muito estranho as atitudes de Dorota após Serena perder o blog para a verdadeira Gossip Girl? Não estou insinuando que Dorota seja a GG, apesar de achar que isto faz muito sentido, mas senti um leve tom de ironia na maneira com que esta falou com Serena em relação ao notebook. Enfim, acho que estou vendo coisas onde não existem…

 Mas, sinceramente, a melhor coisa que aconteceu nesta temporada fora a inserção de Diana entre os personagens. Adoro a personagem, adoro suas atitudes e quero esta no elenco permanente da série. A descoberta de que esta administra um bordel de luxo fora inesperada, porém ainda assim isto condiz perfeitamente com a personagem.

 Enfim, um episódio bom. Senti que este nos enrolou um bocado para depois inserir as grandes revelações e as grandes reviravoltas, mas ainda assim as trouxera e isto é que importa. O terreno está preparado para a Season Finale, agora temos Bart retornando ao mundo dos vivos e muitas explicações a ser dada. Que venha o próximo episódio!

Artigo escrito por Well Fernandes

 

7 thoughts on “Gossip Girl (5×22) – Raiders of the Lost Art

  1. Bem, eu estava ansioso à espera da tua review deste episódio, porque eu adorei-o simplesmente, e queria vir comentar isso. A meu ver, está nos melhores da temporada, juntamente com Memories Of An Invisible Dan e GG, e vejo agora, infelizmente, que a tua classificação não corresponde com as minhas espectativas…
    Acho que tudo neste episódio encaixou bem, quase tudo. Excepto a parte de Dan, que foi bastante desnecessária e estúpida.
    Adorei a dinâmica do grupo, há muito que não havia disso e adoro quando o “gang”
    se reúne para tramar alguma. Senti mesmo nostalgia. E não achei que estivesse assim tão mal, eu gostei do desenvolvimento das coisas (principalmente de mencionarem Portugal, o meu país, e de ter ficado com uma pequena esperança de o elenco vir visitar Lisboa, como fizeram com Paris…)
    Ri-me bastante neste episódio, até mais do que com o episódio desta semana de How I Met Your Mother. Principalmente com Blair. Ela hoje relembrou-me porque é que ela é a melhor personagem da série. Vê-la de volta aos seus antigos esquemas foi hilariante, principalmente quando ela encarnou Diana Payne “Cheers. You’re adorable. Spectator.”.
    Serena esteve meia apagada neste episódio, numas cenas até parecia mesmo que esta estava doente, mas gostei dela ter sido derrubada e de já não ser mais a Gossip Girl 3.0. Acho que Dorota apenas estava preocupada com a Miss Serena, afinal a S estava viciada no seu pequeno laptop e já estava na altura de parar. (Há uns tempos estive a pensar em quem seria a verdadeira Gossip Girl, e Dorota foi das minhas principais opções, juntamente com Lily ou o Rufus); quem sabe…).
    Tal como tu, adoro a Diana. Ela é uma grande bitch, o que eu adoro numa personagem, e tem um sotaque sexyzíssimo, e adorei a nova descoberta do bordel de luxo dela, tal como dizes, combina com a personalidade dela.
    Eu acho que os roteiristas querem fazer com o Chuck o que nos estão a fazer a nós. Confundir-nos. A este ponto, já ninguém sabe quem é o pai, quem é a mãe, quem não é, e Chuck também está confuso. Talvez estarão a confundi-lo (e a nós), para esconder alguma coisa que será explicada mais à frente e que estará relacionada com o retorno de…. BART!!?? Eu fiquei chocado. Como é que é possível? Será que entretanto Gossip Girl fez um crossover com Secret Circle e eu não fui avisado? Eu fiquei sem palavras, num bom sentido. Não estava mesmo à espera, e espero bem que isto desenvolva uma boa trama.
    No fim do episódio fiquei com um sorriso nos lábios e a pensar “WOW! Gossip Girl está demais! Quem diria?”
    Estou ansiosíssimo para o próximo episódio e para a season finale, que promete ser fantástica (mas para mim, qualquer coisa melhor que a season finale da 4a temporada chega).
    Enfim, no meu ponto de vista, este episódio merecia uma melhor classificação, considerando o que a série conquistou neste episódio e considerando o passado dela, mas eu não estou aqui para desfazer a tua opinião, apenas para ler a tua (que eu respeito e leio assiduamente) e comentar o meu guilty pleasure favorito.
    XOXO

    • Será que apenas eu enxerguei este episódio como um episódio normal, sem muita coisa de especial? Bom, se for assim, acho melhor vê-lo novamente para ter um opinião melhor mas, sinceramente, duvido que minha opinião mude. Foi um bom episódio sim, mas assim como o 5.20 (Salon of the Dead), fiquei decepcionado com alguns detalhes e isso me impediu de curtir o episódio de uma maneira em que a apreciação deste fosse maior.

      Como tú mesmo reparaste, a trama de Dan ocupou um bom tempo do episódio e fora desconexa, irritante e não representou o personagem de uma forma digna. Todos sabem que sou mega fã de Dlair, torci tanto para estes ficarem juntos, e fico chateado quando tudo que estes possuem é uma trama ordinária como a que fora apresentado neste episódio.

      Blair protagonizara a melhor cena do episódio, sem duvida. Ela interpretando Diana, com direito a sotaque e a killers dress, fora realmente muito engraçado. Porém fora só isso, a personagem viveu na sombra de Dan e Chuck neste episódio e Blair não funciona trabalhando na sombra de outros personagens.

      Bom, acho que deste que anunciaram que a verdadeira GG iria ser revelado nesta temporada fiquei um pouco paranoico e estou por procurar em pequenos detalhes algo que possa me ajudar a decifrar este grande mistério. Achei Dorota um pouco suspeita neste episódio, mas nada demais, vamos ver se a série cumpre o que prometera e nos revela quem é GG.

      Ah Diana, ah Diana… Fiquei apaixonado por esta grande mulher. Ela é inteligente, rica, dona de um bordel, e, principalmente, uma mulher que possui uma beleza de causar inveja. Onde eu clico para comprar?

      Enfim, a trama de Chuck fora a que mais me irritou. Não o resultado final, achei bem interessando o fato de Cassie e Cia. terem feito uma visitinha a GG e a ter resgatado Bart do inferno (pois no céu sabemos que ele não estava). Mas nãoc osnegui entender a razão de tanta confusão, tanto troca-a-troca de paternidade e maternidade,a raão disso não era deixar Chuck confuso, era apenas esconder Bart e isso acabou sendo bastante desnecessário.

      GG está de volta ao lugar que nunca deveria ter saido e algo me diz que ela tem uns bons planos para colocar em pratica nesses dois últimos episódios desta temporada. Tem como não ficar ansioso?

      Enfim, assim como respeita a minha opinião, respeito a sua e é para isso que estamos aqui certo? Não apenas para elogiar ou criticar, mas também para discutir, comparar opiniões e pensamentos. Enfim, é assim que a cosia fica interessante…

      Atts

  2. Ah eu adoreeeeeeeeei esse eps, pqp :O *—-*’

    Esse que eu pensei que tu ia dar uma nota bem alta, e acabei me enganando hehe’
    Eu acho que tudo fluiu bem, mas concordo plenamente contigo! FOI TUDO MUITO CONFUSO! Esses lances com o Chuck já estava me enjoando, sorte que chegamos ao final disso tudo, e acabei por gostar disso mas não entendi pq ele queria se esconder do filho por tantos anos, acho muita sacanagem com o Chuck, sofreu tanto pelo pai e ele parece que não tá nem ai. ¬¬’

    Também fiquei achando que a Lola não combinou nada com todos reunidos u.u’
    Nunca gostei dela, mas até que no final ela fez algo importante né (:’
    Adorei ver essa rasteira que a burra da Serena levou *—*’

    kkkkkkkkkkkk eu tb fiquei me sentindo estranho com a Dorota! Sacanagem, ela não pode ser a GG, eu ia ficar puto u.u’ kkkk

    Minha Blair foi perfeita em tudo! Como pode ser assim, tão linda, sexy e sincera *-*’
    Aquele final que tu não comentou caro amigo, sobre ela não dizendo o mesmo para a declaração do Dan, foi muito aceitável! Tipo, ela gosta do Dan a pouco tempo pra dizer que o ama, já ele gosta dela há mais de 1 ano, não tem como comparar, será o fim dos dois? =(
    Queria mais um pouco, ainda mais agora que foi legal ver Blair trabalhar com Chuck de forma até “adulta” da parte dela, sem entrar em detalhes do caso deles e td mais.

    Olha eu gosto do Diana, mas não tanto como tu pra desejar ela como personagem permanente. kkkk
    Acho que ela tem seus momentos, e eu adorei a descoberta de quem ela realmente é. *-*’

    Agora vamos ver o q nos restas daqui pra frente.

    Ah, gostei tanto do Rufus nesse eps, ele foi tãaaaaaaao aaaaaawwwn *–* .Os conselhos que ele deu para o Dan foi tão foda. =)’

    Enfim, um dos melhores eps pra mim, tanto por ele fluir tão bem assim, foi que foi e no final foi melhor ainda.=)

    Até a próxima. =)

    • E mais um que gostou do episódio… O placar, por enquanto, está de 2×1 e pelo visto vou sair perdendo por aqui…

      Então, tudo relacionado ao Chuck começou de forma interessante em alguns episódios atrás, mas tudo virou uma imensa bola de neve que não conseguiu me agradar. Realmente um tremenda CONFUSÃO, com letra maiuscula mesmo. Bart tem muito o que explicar, muito mesmo e espero que suas explicações sejam, no minimo, interessantes e coerentes, senão o próximo será outro episódio que terei que fazer algumas criticas.

      Lola só ganhou pontos com o golpe que aplicou em Serena, do resto a personagem continua não acrescentando nada. Toda a parte do agenda fora completamente descartável e achei que esta serviu apenas para nos enrolar, o que prejudicou muito a dinamica do grupo.

      Achei Blair apagada neste episódio. Sim, ele teve algum destaque, mas o seu destaque foi dado à sombra de outros personagens, com exceção da cena onde esta encarna Diana, o restante da participação de Blair fora apenas funcional. O fato de esta trabalhar com Chuck de uma forma mais adulta fora interessante, poderia ser explorado de uma forma melhor, mas ainda assim fora interessante.

      Bom, o Top 3 da temporada ainda se resume no 5.04/5.13 e o 5.17. Espero que os últimos episódios sejam bons o suficientes para retirar algum desta lista.

      Atts

  3. Eu DETESTEI o episódio. Não pelas histórias, mas pelo ritmo em que tudo aconteceu. Esse 5×22 foi muito mal editado.

    Eu simplesmente amo quando eles se juntam pra derrubar alguém. Só que, como você disse, a química que o grupo mostrou em outras temporadas, faltou nesse episódio. Eu fiquei aborrecido demais com o tempo que perderam pra ‘decifrar’ o diário da Diana. Quando fui perceber já tinham passado 25 minutos de pura encheção de linguiça. E foi muito ridículo isso de diário em códigos. Poderiam ter arrumado um desenvolvimento melhor pra descobrirem o local do evento.
    O problema maior pra mim, foi que não criaram tensão nenhuma durante o episódio. Se for comparar com outros episódios em que o grupo se reúne, como o 1×17 e o 3×21, dá pra ver a diferença gigante. Esses episódios são super dinâmicos e criaram um clima de desenvolvimento e clímax, ao contrário desse que foi mega arrastado e que pareceu ser tudo jogado na tela.

    Adorei ver a Serena caindo do cavalo. Como essa menina é burra.
    E também gostei de ver a Blair sendo Blair; bem mais ela do que no 5×21. ;D

    Sobre a volta do Bart eu já imaginava. Só não curti o momento da revelação. Quando ele falou OMG me bateu uma vergonha alheia profundo do ator.

    A história do Dan foi mesmo fraca, mas isso ainda vai render até o finale, eu acredito – pois será definida a escolha da Blair.

    Eu senti Blair e Chuck como amigos nesse episódio e apenas isso. Ao contrário dos fãs de Chair que estão rindo da cara dos fãs de Dair por ela não ter respondido ao ‘I Love You’ do Dan, eu ainda tenho esperanças deles serem endgame. Vou ficar na torcida.

    Não gostei nem um pouco do episódio e acho que foi um erro gigante darem 2 episódios a mais pra temporada pq esses dois ultimos episodios tão acabando com a qualidade do restante da temporada. Espero que o próximo episódio seja muito melhor do que esse.

    ps. pra ficar tudo pior, acabou de sair a notícia da renovação OFICIAL de 90210! =/

    • Também fiquei chocado com a renovação de 90210, queria mesmo que acabasse, por respeito aos bons velhos tempos…a série agora está insuportável…
      XOXO

    • Bom, detestar eu não detestei, fiquei um pouco decepcionado, senti que este poderia ser bem melhor.

      A falta de química e tensão sobre os acontecimentos dentro do grupo me desanimaram também. Também achei um absurdo aquela agenda cheia de códigos e a forma facíl com que eles descobriram tal.Não sei direito dizer o que, mas fique o episódio inteiro com a sensação de que algo estava por faltar.

      Sim, Blair terá que escolher, Dan ficou com um ciume desncessário que apenas serviu para armar terreno para os próximos episódios, o problema é que a série nãos oube armar o terreno de forma correta, todo o processo fora fraco e descaracteristico do personagem. Enfim, eu sou Team Dair, mas vamos ver o que a Queen B vai decidir.

      Serena, sempre Serena… A cor do cabelo já diz tudo!

      Enfim, também não gosto de temporadas longos, 22 episódios são mais do que o suficiente, mas ainda assim não estou por achar que a qualidade esteja por cair muito, este, para mim, fora um episódio normal, sem muitos méritos mas também sem muitos erros. Enfim, tenho fé que este final de temporada irá ser no minimo interessante.

      Bom, o cancelamento da The CW este ano vai ficar com Hart of Dixie, Nikita e Ringer, duas destas serão canceladas, ou até mesmo as três sejam. GG não vai ser cancelada sem anunciarem uma temporada final.

      #SaveNikita

      Atts

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s