House (8×19) – The C-Word


Agora sim engrenamos rumo aos episódios finais de House. A série pouco a pouco está por melhorar o seu desempenho e fazendo pequenas promessas sobre o teu tão esperado episódio final. The C World é facilmente superior aos seus antecessores mais recentes, traz toda uma dinâmica entre dois melhores personagens da série e sabe agregar o seu drama de uma forma peculiar, de uma forma que apenas House sabe fazer.

Quando descobri, no final do episódio anterior, que Wilson está com câncer, toda uma onda de desespero passou pelo meu corpo, pois como poderíamos perder um personagem que sempre fora tão importante para a série? Imediatamente, após descobrir da condição clinica do personagem, sua sobrevivência não passou pela minha mente e mesmo após o final deste episódio ainda sinto que não terminaremos a temporada com Wilson vivo.

E a primeira etapa de todo um processo de sobrevivência inicia neste episódio. A negação de Wilson em relação a seu diagnóstico dera inicio a toda uma seqüência de ótimas cenas e uma ótima interpretação de Robert Sean Leonard. Não há como não se emocionar com a representação de Wilson e a trama que cerca o médico neste episódio, simplesmente não há.

Todo o envolvimento de House no tratamento de Wilson fora eficaz e dera o tom necessário que a trama requisitava. Muitas vezes Wilson se sacrificou para cuidar de House e fora bom ver House retribuindo estes favores a seu melhor amigo, mesmo que no final tenhamos uma comprovação de que o médico nunca faz as coisas pela metade. Sem brincadeira, os segundos finais fora um dos momentos mais hilários que a série já fora capaz de nos proporcionar e fico feliz pelo fato desta ter conseguido ter feito tal sem estragar o drama que pairou sobre todo o episódio.

O caso médico fora apenas uma distração. Pouco movimentara ou criara discussões dentro do House Team, eles apenas estavam ali para cobrir as lacunas que a trama principal do episódio precisava para criar uma tensão. O caso fizera seu trabalho, soou como algo reciclado de uma das temporadas anteriores, não fora bom, mas também não atrapalhou o ritmo do episódio.Enfim, um episódio que acende o clima para a grande despedida da série. Faltam apenas mais três episódios e então chegaremos ao fim. Wilson sobreviveu a primeira fase de seu tratamento, mas o que a vida aguarda para o médico? Qual a intenção da série e trazer tal trama tão perto do final? Enfim, perguntas que em breve serão respondidas e cá estarei esperando ansiosamente tal resposta.

Artigo escrito por: Well Fernandes

 

7 thoughts on “House (8×19) – The C-Word

  1. Ótimo episódio. A cena final foi simplesmente épica. Havia tempo que não ria tanto em um episódio de House.

    Sobre o final da série: acho que será o velório de Wilson. É a única explicação plausível para o retorno de tantos personagens antigos. E se for isso mesmo, é um absurdo a Cuddy não retornar.

    Só espero que os episódios finais consigam causar o mesmo impacto que o plot da Amber na 4ª Temporada causou, afinal, é do Wilson que estamos falando.

    • Ah não há como não se deliciar com a cena final, no maior estilo Hangover, não me lembro de ter dado tanta risada com House antes.

      Desconfiei da morte do Wilson desde que fora liberado o cartaz do epsódio final. House com uma bengala quebrada pode muito bem significar um House sem apoio, e quem que foi o apoio de House por toda a série? Enfim, esta também pode ser a desculpa que a série encontrou para reunir os personagens e também acho uma falta de respeito com os fãs da série o fato de Lisa Edelstein não voltar para o episódio final.

      Ah nem me lembra daquele fantástico final da quarta temporada, acredito que este tenha sido o melhor final de temporada de House. E também espero que os episódios finais sejam capazes de nos transmitir a mesma sensação que tivemos ao assistir tais episódios.

      Atts

  2. Sinceramente, não tinha como me importar menos com a menina no hospital, na verdade, não tinha como me importar menos com o hospital.
    O que realmente importou nesse episódio foi a dinamica entre o House e Wilson. Acho legal quando a série esquece ser tão boa em dialogos e brinca com imagens e simbolismos, como no fato dos dois se apoiarem em certo ponto do episódio. Algo que sempre ouço é como o Wilson é importante para o House, mas nunca o contrario. House é uma força que enche a vida do amigo de intriga e possibilidades. Sem House, talvez Wilson estivesse casado e com filhos, como ja afirmou uma das ex do oconlogista, mas ele não seria tão interessante quanto é agora. Finalmente a série me faz pensar de novo.
    Lembrei… O Chase usou frases do House durante o episódio, inclusive assumiu a equipe, pedindo idéias com que ele “possa trabalhar”. A idéia do Chase se tornando House é jogada na série desde a chata da Cameron.

    É isso Well… Ótima review.
    Estaremos esperando

    • Sim, o hospital servira apenas como descanso. Arcedito que este episódio teria sido melhor se fosse totalmente focado na relação de House com Wilson, estilo um Broken 2.0. Mas House ainda é uma série médica e seu comodismo não lhe dá um luxo de ousar colocar um episódio sem um enigma, sem um puzzle a ser decifrado.

      A relação de House e Wilson se resume a basicamente isto que tú disseste, na verdade, este é o grande enigma da série. Já fiquei diversas vezes por me perguntar o que seria de House sem Wilson, pois sabemos o quão House e dependente do mesmo, mas poucas vezes imaginei Wilson sem House, e, tenho um pouco de certeza ao afirmar isso, a vida de Wilson seria muito monótona e comum sem a presença de House nela.

      Também achei bacana o fato de Chase tomar as rédeas da situação, apesar da pouca atenção que a série lhe deu ao longos de sua trajetória, este é o mais apto a assumir tal função.

      Atts

  3. Concordo, o que realmente importou no episódio foi a dinâmica entre House e Wilson, que foi excelente, e a cena final foi uma das melhores da temporada. E vendo que vários personagens voltam para o episódio final, pensei que isso só poderia acontecer com a morte de alguém, e pensei primeiro em House, mas com o câncer de Wilson, acho que é mais provável que seja ele. Quem quer que seja, certamente não teremos um final feliz. (Aliás, vi que o Kal Penn também vai voltar, mas como vão trazer de volta o Kutner?)

    • Não consigo deixar de me maravilhar com a cena final, fora precisamente engraçada, cômica e até um pouco dramática. Os dialogos, os embates e toda a situação que envolveu House e Wilson foram certamente o climax do episódio. Interpretação divina de ambos os atores.

      Sabe o que estou por imaginar que irá acontecer? Um velório, unica desculpa para reunir os membros mais antigos da série, e algo que vai deixar House meio áereo, acredito que Kutner retornará de uma maneira parecida com Amber, como uma alucinação de House ou algo do tipo. Aliás, não fiquei por saber, mas a atriz que fa Amber confirmou alguma participação no episódio final?

      Atts

      • Só assim para o Kutner voltar mesmo, acho que eles não fariam algo como um suicídio encenado… procurei e pelo que vi não tem nada confirmado nem especulado sobre se a atriz que fez Amber vai voltar também.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s