Touch (1×07) – Noosphere Rising


E não é que Arthur estava mesmo morto? Inesperadamente, um dos personagens que mais se promovia como parte mais do que importante da temporada, é morto antes mesmo da Season Finale e com sua morte surge inúmeras perguntas e poucas respostas.

E fora exatamente nisso que Noosphere Rising pecou, poderia ter sido muito melhor, principalmente com o ótimo cliffhanger deixado pelo episódio anterior. Mas o que senti ao assistir este episódio, que ainda assim é bom, é que este fora uma enrolação para no final não nos mostrar exatamente nada. Servindo apenas para apresentar tramas paralelas e pessoas desconhecidas se conectando ao redor do mundo, e apenas um pouco de alimentação do mistério que fora criado no episódio anterior.

Não fora um episódio ruim, mas fora um pouco decepcionante. Algumas tramas paralelas funcionou, como a de Natalie, porém no geral sinto que isto fora apenas uma perca de tempo, principalmente quando o episódio focava nos eventos ocorridos na Austrália.

O que realmente salvou o episódio fora Clea e a presença inesperada de Abigail. Muitas tramas ainda tem de se desenvolver, mais estas personagens foram o que mais movimentaram o que realmente importa em Touch. Por um lado temos a ex-cunhada de Martin a dar grandes suspeitas sobre seus conhecidos me relação ao dom do garoto, e Clea anda tendo progressos em investigar a morte de Arthur, com direito até uma rápida visualização de Amélia.

Continuo reforçando que a série está por pecar no desenvolvimento da relação de Martin com Jake. Lembro que ditei esta ser a razão por ter gostado da série, após assistir o piloto, mas de lá para cá nada fora desenvolvido, continuamos na mesma e Martin está mais do que irritante ao ficar repetindo as mesmas frases e os mesmos problemas. Espero que a presença de Abigail mude as coisas, e que mude para melhor.

Enfim, um episódio que deveria, mas não nos levou a lugar algum. A morte de Arthur Teller nos traz inúmeras perguntas e inúmeras suposições e espero que estas sejam brevemente respondidas, o telespectador atual não gosta de ficar perdurado em uma corda bamba onde não há respostas a serem dadas, e todos nós sabemos que a série precisa de um pouquinho mais de telespectadores se deseja retornar para uma próxima temporada.

Artigo escrito por: Well Fernandes.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s