The Client List (1×01) – The Rub of Sugarland


Há duas razões pelas quais decidi dar uma chance a esta nova série. A primeira delas se resume ao fato de que não me recordo de já ter assistido alguma produção com o selo Lifetime de qualidade. Já ouvi falar de inúmeras produções do canal, mas nunca me interessei em acompanhar uma, até o momento. O segundo fator se deve a presença de Jennifer Love Hewitt, confesso que esta não é uma das minhas atrizes favoritas e nem acho a garota assim tão talentosa, mas tem algo em sua presença que me chama a atenção e me senti na obrigação de dar uma conferida neste piloto. Bom, ainda há um terceiro fator a ser comentado, mas não o irei comentar para não denegrir a minha imagem de garoto puritano.

The Client List é baseado em um filme homônimo, o qual não assisti, e também é protagonizado pela bela Love Hewitt, filme que lhe garantiu uma indicação ao Golden Globe. A história, da série, é bem simples, Riley é abandonada pelo marido e sofre uma crise financeira, correndo o risco de até perder a sua casa, precisando de dinheiro com urgência, a garota vai trabalharem um SPA, porém o local é apenas uma fachada para o trabalho de prostitutas de luxo. Necessitando do dinheiro, Riley embarca nesta arriscada profissão e tem que aprender a separar a sua vida pessoal da mesma.

O piloto não é tão ruim quanto esperava e acabei por gostar da série. Porém já fui capaz de encontrar diversos pequenos problemas neste mesmo piloto. Não sei como a Lifetime trabalha com cenas de sexo em seus shows, porém ainda não fui capaz de entender se Riley chega a transar com os seus clientes ou se ela apenas utiliza a mão para tal trabalho. Outra coisa que me desagradou fora o fato de que a série tem a cara de ser a típica série cômoda, uma série que possui medo de arriscar e fica sempre por apresentar o mesmo tipo de história, o mesmo problema que Ghost Wishperer.

Entre os pontos positivos da série estão as diversas cenas onde Love Hewitt aparece vestida de lingerie e a atuação da mesma está bem bacana. Adorei ter Loretta Devine no elenco, adoro esta atriz e ela é capaz de interpretar qualquer tipo de personagem, até mesmo uma cafetina. Gostei também da tensão sexual que há entre Riley e Evan, o irmão de seu desaparecido marido. Uma tensão bem descarada que não perdeu tempo em se esconder, faltam apenas alguns episódios para estes dois saírem dando uns perdidos por aí.

Enfim, uma série que não irá mudar sua vida e nem mesmo revolucionará o gênero, mas ainda assim curti. Esperarei os próximos episódios para saber se realmente gostei da série ou se é a excitação por ter acompanhado Love Hewitt em diversos trajes sensuais que está por me fazer ter essa boa visão em relação à mesma.

A Casa de Séries não terá reviews semanais desta série, sendo este um caso excepcional devido ao fato de ser Series Premiere.

Artigo escrito por: Well Fernandes

2 thoughts on “The Client List (1×01) – The Rub of Sugarland

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s