Scandal (1×01) – Sweet Baby



Não há como negar que este não é um trabalho de Shonda Rhimes, sua assinatura está registrada em cada segundo deste piloto e acaba por torná-lo muito mais interessante do que o esperado. Scandal é outro trabalho de Rhimes que é inspirado em personalidades reais e não é essa a única marca da autora que encontramos ao nos deparar com a série. Aqui podemos facilmente encontrar os diálogos rápidos, tão presentes em Grey’s Anatomy, e poderosas personagens femininas, como também é encontrado em sua série de maior sucesso. E é a reunião destes elementos tão consagrados que fazem de Scandal ter um delicioso piloto e ser uma promissora série.

Scandal conta-nos a história de Olivia Pope e sua peculiar firma de advocacia e maneira como a série optou para nos introduzir a dinâmica destes e seus afazeres diários fora ótima, cheia de adrenalina e mantendo-nos atentos a cada detalhe que estava por acontecer. Acompanhamos tudo juntamente com a novata, Quinn Rielly, e descobrimos uma grande história com um pano de fundo propicio para grandes dramas, algo que é a especialidade de Rhimes.

Pope é a responsável por uma agência que é especializada em evitar os escândalos antes que eles acontecem e as maneiras utilizadas são pouco convencionais para evitar tal. Manipulação e ameaças são o que mais são utilizados pelos personagens neste primeiro episódio, porém acredito que conforme o decorrer da série muitas outras formas serão mostradas. Os casos apresentados neste episódio conseguiram manter o interesse apresentado pequenas reviravoltas e uma dose balanceada de drama.

Mas para uma série do estilo de Scandal funcionar, é necessário uma protagonista que agüente a pressão, uma protagonista que seja capaz de controlar e comandar na série. E Pope é facilmente esta protagonista, é uma personagem forte e emocional e interpretada perfeitamente pela experiente Kerry Washington, que se encaixou como uma luva no papel. Adorei quando o roteiro começou a nos mostrar o lado mais emocional da personagem e as cenas que esta travara com o Presidente Grant (Tony Goldwin) foram ótimas, assim com o a idéia de um relacionamento entre ambos.

Muito pouco fora mostrado sobre os demais personagens, porém as pequenas tramas que nos foram introduzidas conseguem convencer. O elenco mostra-se confortável e destaco a presença de Henry Ian Cusick no casting da série e a de Jeff Perry, ator bem conhecido pelos fãs de Grey’s Anatomy.

Scandal é uma série que possui muito espaço para crescer e vou adorar ver este crescimento surgir espontaneamente na série. O piloto mostrou-se uma grata surpresa e consegui ficar até um pouco ansioso pelos próximos episódios da série e espero mesmo que esta consiga manter a qualidade que aqui fora apresentada.

Enfim, muitos dos críticos gostam de qualificar Shonda Rhimes como One Show Wonder e, mesmo duvidando que Scandal consiga chegar perto do sucesso que é Grey’s Anatomy, Rhimes conseguiu fazer um bom projeto ganhar vida e esta se mostra bem melhor e mais promissora que o fracasso de Off the Map, só vamos ver se a audiência entra em concordância comigo.

A Casa de Séries não terá reviews semanais desta série, sendo este um caso excepcional devido ao fato de ser Series Premiere.

Artigo escrito por: Well Fernandes

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s