Magic City (1×01) – The Year of the Fin


Motivo 1: Jeffrey Dean Morgan. Já estava mais do que na hora deste excelente ator ganhar sua própria série e todos nós sabemos que este é capaz de sustentar tal. Conhecido pelos seus papeis marcantes em Supernatural (John Winchester) e Grey’s Anatomy (Denny Duquette), Morgan é um ator que sempre atraiu a minha atenção e vê-lo tendo a oportunidade de mostrar de uma forma mais ampla todo o seu talento já me faz sentir curioso em relação a Magic City. Sem mencionar que o papel de Ike Evans é exatamente aquilo que estava por falta no IMDB do rapaz e é um personagem poderoso e complexo, o estereotipo perfeito para um ator como Morgan.

Motivo 2: Starz é uma emissora em ascensão. Cada vez esta está por receber uma atenção das grandes premiações e cada vez mais esta está aprimorando as suas produções e depois de perder Boss, esta não é uma série que poderia sem simplesmente deixada de lado, não poderia deixar de conferir Magic City. Sem mencionar que Starz é uma das poucas emissoras que possui uma total confiança no produto que está sendo trabalhado, renovando assim Magic City antes mesmo de sua estréia, evitando assim o medo que alguns possuem de começar assistir uma série que será cancelada em sua primeira temporada.

Após revelar os motivos que me fizeram conferir esta nova aposta da Starz, vamos comentar sobre o piloto assim. Afinal, Magic City vale ou não a pena ser conferida?

Primeiramente tenho de revelar que o gênero não é dos meus favoritos, porém devido aos motivos citados acima decidi dar esta conferida e ainda não estou arrependido. Este piloto não é algo magnífico ou possui uma qualidade devastadora, é um piloto bom, com um desenvolvimento meio lento, porém mesmo assim bom. O mais interessante é que este consegue ser um piloto promissor, podemos observar claramente neste as oportunidades que a série tem de crescer e acabamos por ficar ansiosos com o que virá a seguir. Do meu ponto de vista, o piloto, apesar de não ser excelente, conseguiu o que muitos outros não conseguem: criar uma expectativa para o decorrer de sua temporada.

A trama da série se passa no final dos anos 50 e nos conta a história de Isaac ‘Ike’ Evans, proprietário de um luxuoso hotel em Miami. A série pretende nos envolver nos bastidores de um grande hotel, o envolvimento deste com a máfia local e com a política local, sem mencionar os escândalos internos que tal local é propício a ter. Durante este piloto tivemos uma pequena amostra do que a série pretende mostrar, tivemos Ike a enfrentar alguns problemas com o sindicato e com alguns grevistas, tudo acontece enquanto prepara uma grande e luxuosa festa de Ano Novo, com direito a apresentação do lendário Frank Sinatra, e mostrou um pouco sua relação conturbada com seu sócio, e membro da máfia, Bob.

Como esperado, o piloto foca em Ike e na personalidade do protagonista. Podemos perceber que este é um homem de negócios, um homem de família e que fará de tudo para proteger ambos e são estes pequenos detalhes que nos fazem aderir certa empatia com o personagem, e também nos fazem aderir certa expectativa que este protagonizará grandes momentos. Outro personagem que é destacado pelo piloto é o filho mais velho de Ike, o mulherengo Stevie, e as tramas que este está por prometer apresentar serão fundados em relacionamentos proibidos e atitudes irracionais.

O roteiro pecou em não nos dar oportunidade de conhecermos um pouco mais sobre os demais personagens. Pouco ficamos a saber sobre outro casal da série, Danny e Mercedes, a esposa do protagonista, Vera, passara demasiado tempo apagada e os outros personagens da série tiveram ainda menos destaque. Mas acredito que teremos tempo para conhecer tais no decorrer da temporada, mas de certa forma queria conhecer um pouco mais do território por agora.

Já os aspectos técnicos estão a favor da série. Os visuais da década de 50 fora bem trabalhado e aproveitado, a direção, figurino e banda sonora estão na medida certas para a época que a série nos transmite. Já muito pouco se pode falar sobre as atuações, uma vez que o roteiro não deu nenhuma oportunidade para seus atores se destacarem, porém já deu para perceber que grandes nomes como Morgan, Danny Huston e Olga Kurylenko não irão decepcionar e talvez até algum dos desconhecidos nos surpreendam.

Não vou negar que não estava com expectativa nenhuma, na verdade até falo que esperava um pouco mais do piloto em si, mas ainda assim estou satisfeito com o que fora apresentado e estou por acreditar no potencial da série e estou novamente por confiar em uma produção da Starz. Enfim, como sempre, no segundo episódio dá para ter uma opinião melhor dos rumos que a série pretende seguir e realmente espero que esta consiga encontrar um rumo que lhe de bastante lucro, pois estas contêm todos os ingredientes para funcionar além do corretamente, só resta saber se a produção saberá dosar corretamente tais.

Artigo escrito por: Well Fernandes

2 thoughts on “Magic City (1×01) – The Year of the Fin

  1. esta serie parece ser uma imitaçao total de Mad Men, ate o actor principal “Ike” tem a voz muito semelhante à de “Don Draper” que tambem é o actpr principal, se vai ter ou nao premiaçoes a serie?? Não o canal ainda nao entrou no pensamento dos “avaliadores” das serie mas sim tera um futura longo no canal pois e uma magnifica serie.

    • Então, vergonhosamente, não assisto Mad Men por isso não pude fazer comparação alguma com uma das melhores séries da atualidade, porém acredito que Magic City também seja um pouco semelhante a Boardwalk Empire, mas como também não assisto a poderosa série da HBO não posso afirmar com alguma certeza.

      Acredito que Magic City está um pouco longe de merecer algum tipo de premiação, mas estou por acreditar que os avaliadores do Emmy estão cada vez mais prestando atenção no que a Starz está por produzir, Boss está aí para termos uma certeza disso.

      Atts

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s