Spartacus Vengeance (2×10) – Wrath of the Gods (Season Finale)


A segunda temporada, aquela que prometia revolução e a vingança há muito esperada por Spartacus, chegou ao fim. E Depois de um conjunto de episódios que já deixavam antever o que o final nos preparava, de facto esta hora derradeira deu-nos mais daquilo que tanto gostamos na série: sangue, reviravoltas, e a vingança final.

Depois de serem atacados de surpresa por Glaber e os soldados, Spartacus e os gladiadores estão presos no monte Vesúvio, sem alimento e perto do desespero. E é precisamente esse desespero que leva um dos homens de Agron a revoltar-se e a tentar apanhar de surpresa os romanos. Claro que o plano corre mal e é Spartacus que tem de salvá-los. O problema é que, embora com algumas baixas, e mesmo salvando o responsável pela pequena revolta interna tenha sido salvo, temos a primeira morte relevante do episódio a acontecer: Mira é atingida por um machado no peito e morre nos braços de Spartacus. É uma pena a morte precoce da personagem que, embora nunca me tenha conquistado como a nova companheira de Spartacus, estava a tornar-se num bom ponto a explorar a longo prazo. Sendo assim parece-me que será Naevia a ocupar o lugar e mulher guerreira na próxima temporada.

Ilithyia e Lucretia decidem visitar o ludos abandonado onde Glaber montou a sua armada para tentar convencer o Pretor a regressar a Roma antes do nascimento do filho, algo que este recusa de imediato. Apesar de tudo, as duas senhoras não se ficam por aqui no que toca a planos e Ilithyia decide ajudar Lucretia a libertar-se do peso que é Ashur. Entregando-lhe a pulseira que já fora responsável pela morte de Seppia, Ilithyia convence Glaber que fora Ashur a contar à rapariga o ocorrido e que por isso esta tentara matá-lo. Furioso, o Pretor encosta Ashur à parede e consegue virar os gladiadores demoníacos que seguiam Ashur contra ele, dando-lhe uma missão final que ele sabia ser o seu fim: envia Ashur ao monte Vesúvio para levar um proposto de rendição aos gladiadores, algo que estes acabam por recusar. Mas quando Ashur pensa em fugir do local para retornar a menagem, os gladiares impedem-no de abandonar o local sem que antes enfrente nada mais nada menos que Naevia, sedenta de vingança contra tudo o que este lhe fez no passado. O momento foi um pouco chato e não chegou a ter o impacto desejado (mais uma vez problema da personagem, que não consegue cativar-nos como é suposto nem nos trás lembranças de momentos passados) mas acabou por cumprir o desejado: matar Ashur. Uma das melhores personagens da série acaba assim por sucumbir nos braços de uma mulher, e mais uma vez é triste porque a personagem tinha crescido muito nesta temporada (não que antes não fosse já diabólico o suficiente). Termina assim o sonho do gladiador de se casar com Lucretia e ter o seu próprio Ludus, a casa de Ashur.

Quando tudo parecia perdido, Spartacus volta a entrar em acção e cria um plano imbatível para conseguir fugir do Vesúvio e apanhar os romanos de surpresa. O plano foi bem engendrado e de facto, teve as consequências esperadas. Conseguindo chegar às catapultas dos romanos, Spartacus responde a Glaber como este fizera no último episódio, matando dezenas de romanos pela força do fogo e conseguindo uma grande vantagem. Claro que Glaber e os seus homens tentam responder à letra e a luta começa sangrenta, com muitas baixas de ambas as partes. A mais notável acaba por ser a de Oenamous, que sucumbe às mãos terrível demónio de Ashur, embora seja morto por Gannicus logo de seguida. Mais uma vez é uma pena a sua morte, porque historicamente representou muito mais para a revolução de Spartacus, mas pelo percurso que vínhamos a seguir é de facto o melhor caminho a seguir, a personagem teve pouco para o oferecer na temporada.

Entretanto os romanos começam a perder vantagem e tentam fugir em vão. Quando Spartacus finalmente se vê frente a frente com Glaber sentimos que o grande momento para que nos preparamos durante toda a temporada chegara finalmente: Spartacus mata o Pretor com uma espada espetada na garganta, recordando a morte da esposa que ele próprio lhe tirar dos braços num momento que embora não tenha tido nem um pouco do impacto que outras menos importantes tiveram ao longo das temporadas, nos deu a sensação de dever cumprido. Mas mesmo antes de morrer, Glaber deixa uma mensagem: a morte dele não representa nada para missão de Spartacus, e com o seu desaparecimento os romanos irão mobilizar todas as forças para o capturar, bem como aos seus gladiadores. Apesar de tudo Spartacus deixa no ar mais uma mensagem de esperança: não importa quem venha, eles estarão sempre prontos para a batalha, e para derrubar os romanos.

Deixei aquela que para mim foi a melhor parte do episódio, o que não destoa dos últimos episódios onde Ilithyia e a Lucretia tinham dominado os momentos mais impactantes. Todos se questionavam o porque de Lucretia ter esquecido tão rápido o que Ilithyia lhe fizera e o porque da sua preocupação quando esta fora raptada por Spartacus. A resposta surge neste episódio e da melhor maneira. A mando de Glaber, Ilithyia tenta matar Lucretia atirando-a ao precipício da sua própria casa, mas “a mando dos deuses”, Ilithyia entra em trabalho de parto no momento em que se preparava para matar a “amiga”. E aí começa o derradeiro plano de Lucretia. Matando toas as empregadas do Ludus, Lucretia mostra a sua verdadeira face, a loucura que a consumiu durante os último meses e sem nos mostrarem o que de facto aconteceu (o que até admira, dado que a série não costuma ser parca em chocar o espectador), arranca a criança do vente de Ilithyia e dirige-se ao precipício. Ilithyia arrasta-se pelo chão, ensanguentada e chega a tempo de ver Lucretia atirar-se no precipício com a criança nos braços, para se juntar a Batiatus com quem planeou, ela própria ter um filho. Para mim foi o melhor do episódio, um final que ninguém anteviu e que faz todo o sentido pelo que já conhecíamos da cabeça de Lucretia. Pela quarta vez, é uma pena a morte dela, mas  não fazia sentido continuar na série após este momento fantástico. Quando a Ilithyia que vimos tombar na areia, não se sabe. Penso que estará em abeto a sua continuidade na série, tal como aconteceu com Lucretia no fim da primeira, mas eu gostava que ela continuasse. É que pensando bem, perdemos grande parte das personagens interessantes e a continuidade de uma mulher de puder como esta, seria sempre bem-vindo.

E assim chega ao fim esta temporada de Spartacus que começou bem e foi crescendo exponencialmente até atingir o auge nestes três episódios. Fomos chocados, surpreendidos, abalados, enojados e muito mais nestes dez episódios. Atingimos pontos de gore que não julguei possíveis na tv e o nudismo e o sexo estiveram sempre presentes. Foi uma óptima temporada e com esta já se somam mais duas onde, a cada episódio que passa atingimos novos níveis de qualidade. Até onde podemos chegar? A resposta chega no próximo inverno, e cá estaremos para nos deixar envolver mais uma vez pela história incrível do escravo que enfrentou Roma.

O melhor – Embora a resolução da história de Spartacus tenha sido sido o foco do episódio, adorei os momentos finais de Lucretia e Ilithyia.

O pior – A luta de Ashur e Naevia foi um pouco entediante. Perderam-se muitas personagens às quais estávamos acostumadas e o início da próxima temporada tem uma grande responsabilidade para criar um grupo que esteja ao nível do que constitui estas três temporadas.

One thought on “Spartacus Vengeance (2×10) – Wrath of the Gods (Season Finale)

  1. Que episódio espetacular… Aidna estou sem palavras devido a velocidade e a atrocidade dos acontecimentos…

    Um episódio onde os duelos foram marcantes, o final de Lucretia foi inesperadamente fantástico, Glaber finalemnte morto pela espada de Spartacus…

    Sabia que iria haver perdas, mas não esperava que tais personagens iriam sucumbir nesta Season Finale. E é exatamente isto que prezo na série, a sua capacidade de nos surpreender com reviravoltas inesperadas e mortes violentas.

    Enfim, Vengeance foi muito melhor do que achei que seria e merece o seu reconhecimento… Que venha a terceira temporada!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s